A mecanização da produção escrita na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM)

Autores

DOI:

10.46551/ees.v19n21art02

Palavras-chave:

Avaliação, Escrita dialógica, Redação do Enem

Resumo

Este artigo busca fazer uma reflexão acerca dos mecanismos utilizados para avaliar a produção textual argumentativa como atividade de linguagem no Exame Nacional do Ensino Médio. Consolidada no modelo positivista por se tratar de um paradigma que não privilegia a organização de pensamentos autônomos e sim uma produção direcionada que se estrutura em um padrão de qualificação próprio, a avaliação da redação do ENEM sustenta-se em um caráter classificatório, sendo um instrumento pragmático para a atribuição de notas e ranking do ensino público e privado no Brasil. A metodologia utilizada segue uma abordagem qualitativa que se orienta na análise de vários documentos disponibilizados pelo Ministério da Educação que tratam desse processo avaliativo, bem como obras que refletem sobre a escrita de textos. As análises demonstram um exame mecanizado e destituído de finalidades dialógicas, não considerando a escrita como princípio comunicativo e nem como forma emancipatória de expressão.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Mara Mendes da Silva Bassani

Doutora em Letras Neolatinas - Literaturas Hispânicas, e Mestre em Letras Neolatinas - Língua Espanhola - pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Especialista em Gestão Pública - pelo Instituto Federal do Espírito Santo. Especialista em Metodologia do Ensino de Francês como Língua Estrangeira. Pós-Graduada em Formação Docente para a Educação a Distância - pelo Cefor/Ifes. Licenciada em Letras Português/Espanhol, Letras Português/Inglês, Bacharel em Administração e Bacharel em Ciências Contábeis pelo Centro de Ensino Integrado Sagrado Coração. Professora permanente do quadro de docentes da Capes, ministrando disciplinas no ProfLetras (Mestrado Profissional em Letras, vinculado à UFRN e ofertado pelo Ifes campus Vitória). Professora efetiva de Inglês, Espanhol e Comunicação e Expressão do Ifes (Instituto Federal de Educação do Espírito Santo) campus Linhares.

Gilda de Almeida Bastos, Ifes

Mestra em Letras pelo Instituto Federal do Espírito Santo (2021). Especialista em Gestão Escolar Integradora pela Universidade Castelo Branco (2007). Licenciada em Letras/Francês, pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Colatina (1995). Licenciada em Letras/Inglês, pela Universidade de Uberaba (2021). Foi diretora escolar, secretária municipal de educação e professora em cursos de graduação à distância e em cursos preparatórios para concursos públicos. Atualmente, é professora de língua portuguesa na rede estadual de educação do Espírito Santo. Desenvolve estudos em linguística, literatura e análise do discurso. 

Referências

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In: BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

BEZERRA, Benedito Gomes. Gêneros no contexto brasileiro: questões [meta] teóricas e conceituais. São Paulo. Parábola Editorial, 2017.

BRASIL, Avaliações e exames da educação básica. 2005. Disponível em <https://download.inep.gov.br/publicacoes/institucionais/avaliacoes_e_exames_da_educacao_basica/enem_exame_nacional_do_ensino_medio_fundamentacao_teorico_metodologica.pdf> Acesso em: 03 set. 2022.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/SEB, 2018.

BRASIL, ENEM e outros documentos. 2020. Disponível em <https://www.gov.br/inep/pt-br/areas-de-atuacao/avaliacao-e-exames educacionais/enem/outros-documentos> Acesso em: 03 fev. 2023.

BRASIL, Sinopses e Estatísticas do ENEM. 2021. Disponível em <https://www.gov.br/inep/pt-br/acesso-a-informacao/dados-abertos/sinopses-estatisticas/enem> Acesso em: 04 fev.2023.

FERRAREZI JÚNIOR, Paulo; CARVALHO, Robson dos Santos de. Produção de textos na educação básica: o que saber, como fazer. São Paulo: Parábola, 2015.

GUEDES, Paulo Coimbra. Da redação a produção textual: o ensino da escrita. São Paulo: Parábola, 2009.

KOCK, Ingedore Vilaça & ELIAS, Vanda Maria. Escrever e argumentar. 1ª ed., reimpressão – São Paulo: Contexto, 2018.

MICHAELIS. Dicionário online de português, UOL, 2021. Disponível em: https://michaelis.uol.com.br/busca?r=0&f=0&t=0&palavra=solu%C3%A7%C3%A3o. Acesso em: 17 set. 2022.

Arquivos adicionais

Publicado

26.04.2024

Como Citar

MARA MENDES DA SILVA BASSANI, Sandra; DE ALMEIDA BASTOS, Gilda. A mecanização da produção escrita na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Educação, Escola & Sociedade, Montes Claros, v. 19, n. 21, p. 1–18, 2024. DOI: 10.46551/ees.v19n21art02. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/rees/article/view/6405. Acesso em: 18 jul. 2024.