DA ABUNDANCIA HÍDRICA A ESCASSEZ DE ÁGUA RESIDENCIAL: as particularidades hidroterritoriais no Brejo de Altitude do município de Areia, Paraíba, Brasil

Autores

  • Marivaldo Cavalcante da Silva Universidade Federal do Tocantins – UFT
  • Gutemberg Silva Silvino Universidade Federal da Paraíba -UFPB
  • Marinalda Cavalcante da Silva Faculdade Mauricio de Nassau em Campina Grande-PB.

Palavras-chave:

Brejo de Altitude, Abundancia e escassez hídrica, Hidroterritório, Areia – PB

Resumo

Os brejos de Altitudes apresentam características peculiares quanto a sua abundancia e disponibilidade hídrica. O estudo trata da abundancia e escassez de água residencial no Brejo de Areia. A pesquisa foi conduzida com trabalhos de revisão bibliográfica sobre a temática, pesquisas de campo, registros fotográficos e sites específicos que tratam do tema. O estudo revela que o sistema de abastecimento responsável pela água potável não atende as expectativas necessárias quanto a qualidade e quantidade da água para atender as necessidades básicas da população. A capacidade dos reservatórios que abastecem a cidade não atende as demandas mínimas da população e, se encontram em partes, assoreados, sem proteção ciliar, contaminados e poluídos como constatado no Reservatório Rio do Canto. Apesar de contar atualmente com quatro reservatórios de água com finalidade de abastecimento, a população é desprovida de água em suas residências. Na barragem Saulo Maia, ainda não há sistema de abastecimento através de adutora Por outro lado, parte das águas do território Areiense, principalmente da barragem Saulo Maia, são vendidas para vários municípios através de caminhões pipa e tonéis a distâncias superiores a até 100 quilômetros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-04-08

Como Citar

CAVALCANTE DA SILVA, M. .; SILVA SILVINO, G. .; CAVALCANTE DA SILVA, M. . DA ABUNDANCIA HÍDRICA A ESCASSEZ DE ÁGUA RESIDENCIAL: as particularidades hidroterritoriais no Brejo de Altitude do município de Areia, Paraíba, Brasil. Revista Desenvolvimento Social, [S. l.], v. 19, n. 1, p. 21–3, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/rds/article/view/1897. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos