A retenção dos alunos da Licenciatura em Química do IFCE, campus Quixadá: uma análise

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46551/ees.e202005

Resumo

O acesso ao Ensino Superior vem crescendo nos últimos anos, porém também aumentou os índices de retenção e evasão. A pesquisa baseou-se em um estudo de caso com uma abordagem qualitativa, com objetivo de identificar as principais fatores que influenciaram nas reprovações dos alunos, durante o primeiro ano, do curso de licenciatura em química do Instituto Federal do Ceará campus de Quixadá e por fim, propor ações a fim de minimizar o insucesso acadêmico na perspectiva dos alunos e professores, os semestres escolhidos para o estudo foram de 2017.2 e 2018.1. Os resultados mostraram as variáveis que mais contribuíram para as reprovações, como: falta de conhecimentos prévios e de identidade com o curso. As ações frente ao insucesso acadêmico propostas pelos professores e alunos foram parecidas, como oferta de cursos de nivelamento e a oferta regular de monitorias - medidas que o IES pode adotar para garantir o sucesso acadêmico.

Palavras-chave: Retenção. Evasão. Licenciatura em química.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, Leandro Soares; SOARES, Ana Paula. Os estudantes universitários desenvolvimento psicossocial. In: MERCURI, Elizabeth; POLYDORO, Soely Aparecida Jorge. (Org.). Estudante universitário: características e experiências de formação. Taubaté: Cabral Editora e Livraria, 2004, p. 15-40.

ARRIGO, Viviane; SOUZA, Miriam Cristina Covre; BROIETTI, Fabiele Cristiane Dias. Elementos caracterizadores de ingresso e evasão em um curso de Licenciatura em Química. ACTIO: Docência em Ciências, Paraná, v. 2, n. 1, p. 243-262, jan./abr. 2017.

BIAZUS, Cleber Augusto. Sistema de fatores que influenciam o aluno a evadir se dos cursos de graduação na UFSM e na UFSC: um estudo no curso de ciências contábeis. 2004. 203f. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) — Centro Tecnológico. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Ensino Superior. Diplomação, retenção e evasão nos cursos de graduação em instituições de Ensino Superior públicas. Brasília: MEC/SESu, 1997.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Superior. REUNI — Reestruturação e Expansão das Universidades Federais: Diretrizes Gerais. Brasília: MEC/SESu, 2007.

IFCE — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. Estatuto. Fortaleza: IFCE, 2009.

IFCE — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. Projeto Pedagógico Curricular de Química. Quixadá: IFCE, 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da Educação Superior — Notas Estatísticas 2017. Brasília: MEC/INEP, 2017.

LAMERS, Juliana Maciel de Souza; SANTOS, Bettina Steren dos; TOASSI, Ramona Fernanda Ceriotti. Retenção e evasão no Ensino Superior público: estudo de caso em um curso noturno e Odontologia. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 33, p. 1-26, abr. 2017.

MENDES, Sueli Ulian. O planejamento de ensino no trabalho do professor de 5ª a 8ª séries em uma escola pública de Tamarana: dificuldades e possibilidades. 2009. 62f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) — Universidade Estadual de Londrina. Londrina.

PEREIRA, Alexandre Severino, CARNEIRO, Teresa Cristina Janes; BRASIL, Gutemberg Hespanha; CORASSA, Maria Auxiliadora de Carvalho. Perfil dos alunos retidos dos cursos de graduação presencial da Universidade Federal do Espírito Santo. In: XIV COLÓQUIO INTERNACIONAL DE GESTÃO UNIVERSITÁRIA, 2014, Florianópolis. Anais do XIV SIGU: a gestão do conhecimento e os novos modelos de universidade. Florianópolis, 2014, p. 1-16.

SANTOS, Vanessa dos Anjos; MARTINS, Liziane. A importância do livro didático. Candombá, Salvador, v. 7, n. 1, p. 20-33, jan./dez. 2011.

SILVA, Francisca Islandia Cardoso; RODRIGUES, Janete de Páscoa; BRITO, Ahélio Kleber Araújo. Retenção escolar no curso de Educação Física da Universidade Federal do Piauí. Educação em Perspectiva, Viçosa, v. 5, n. 2, p. 75-96, jul./dez. 2014.

TINTO, Vincent. Dropouts from higher education: a theoretical synthesis of recent research. Review of Rducation Research, Culumbia, v. 45, n .1, p 89-125, mar. 1975.

TINTO, Vincent. Research and practice of student retention: what is next? Journal of College Student Retention: Research, Theory & Practice, v. 8, n. 1, p. 1-19, may 2006.

TURMENA, Leandro; AZEVEDO, Mário Luiz Neves. A expansão da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica: os Institutos Federais em questão. Diálogo Educional, Curitiba, v. 17, n. 54, p. 1067-1084, jul./set. 2017.

VASCONCELOS, Ana Lúcia Fontes de Souza; SILVA, Márcia Nunes. Uma investigação sobre os fatores contribuintes na retenção dos alunos no curso de Ciências Contábeis em uma IFES: um desafio à gestão universitária. Registro Contábil, Alagoas, v. 2, n. 3, p. 21-34, set./dez. 2011.

VIDALES, Saúl. El fracaso escolar em la educación media superior: el caso del bachillerato de una universidad mexicana. Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, Madri, v. 7, n. 4, p. 320-341, set./dez. 2009.

Arquivos adicionais

Publicado

2020-05-20