Adolescentes: uso de serviços odontológicos, hábitos e comportamentos relacionados à saúde e autopercepção das condições de saúde bucal.

Autores

  • Marise Fagundes Silveira Doutoranda no programa de pós-graduação em saúde coletiva da Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP
  • Andreá Maria Eleutério de Barros Lima Martins Doutora em Saúde Pública (Epidemiologia) pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG.
  • Pedro Eleutério dos Santos Neto Mestre em Ciências da Saúde pela Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes. * Professor das Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros.
  • Pedro Emílio Almeida Oliveira Acadêmico do Curso de Odontologia da Unimontes.
  • Júlio César Almeida Acadêmico do Curso de Medicina da Unimontes.
  • Rafael Silveira Freire Mestre em Ciências da Saúde pela Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes. * Professor das Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros.
  • Jairo Evangelista Nascimento Mestre em Ciências da Saúde pela Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes. * Professor das Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros.
  • Desirée Santana Haikal Doutora em Odontologia pela UFMG.
  • Raquel Conceição Ferreira Doutora em Odontologia pela UFMG
  • Luiz Francisco Marcopito Pós-Doutor em Medicina pela University of Pennsylvania.

Palavras-chave:

Inquéritos de Saúde Bucal. Fatores epidemiológicos. Comportamento.

Resumo

Este trabalho tem por objetivo descrever o uso de serviços odontológicos, os hábitos e
comportamentos relacionados à saúde e à autopercepção das condições de saúde dos adolescentes (15-
19 anos) de Montes Claros-MG. Estudo transversal exploratório, com amostragem probabilística por
conglomerado em dois estágios, realizada por entrevistadores/examinadores treinados e calibrados.
Foram coletados dados demográficos e socioeconômicos, relativos ao uso de serviços odontológicos, aos
hábitos e comportamentos relacionados à saúde e autopercepção de saúde bucal e geral. Para a coleta dos
dados, utilizaram-se computadores de mão com um programa desenvolvido para este fim. Os dados foram
analisados por meio de estatística descritiva, com correção pelo efeito de desenho, utilizando-se o PASW®
Statistics 17.0. O uso de serviço odontológico, por pelo menos uma vez na vida, foi relatado por 93,9% dos
adolescentes, dos quais 46,5% o realizaram há mais de um ano e 56,6% utilizaram os serviços públicos.
A higienização bucal mais de duas vezes/dia, o uso do fio dental, a realização de autoexame da boca, o
uso do flúor tópico e a prática de atividade física regularmente foi observada, respectivamente, em 71,1%,
41,2%, 21,0%, 39,3% e 68,2% dos entrevistados. Constatou-se que 70,2% (domínio físico/SF-12) e 71,3%
(domínio mental/SF-12) dos adolescentes autoavaliaram satisfatoriamente a saúde geral e 15,6% relataram
impacto das condições bucais nas dimensões física e psicossocial da saúde bucal. Quase a totalidade da
amostra já visitou o dentista alguma vez. O motivo mais frequente na última visita ao dentista foi para
manutenção. O serviço público contribuiu na prestação de serviços odontológicos. O acesso às informações
sobre dieta, autoexame da boca e como evitar câncer de boca é pouco frequente nos serviços odontológicos.
A maioria dos entrevistados está satisfeita com os serviços utilizados e avaliou sua saúde bucal como ótima
e/ou boa. Uma pequena parcela percebeu impacto da saúde bucal em suas dimensões física e psicossocial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1. MARINA SÁ ELIAS, M. S.; CANO, M. A.
T.; JUNIOR, W. M.; FERRIANI, M. G. C. A
importância da saúde bucal para adolescentes de
diferentes estratos sociais do município de Ribeirão
Preto. Revista Latino-americana de Enfermagem,
v. 9, n. 1, p. 88-95, 2001.
2. VINGILIS, E. R.; WADE, T. J.; SEELEY, J.
S. Predictors of Adolescent Self-rated Health
Analysis of the National Population Health Survey.
Canadian Journal of Public Health, v. 93, n. 2, p.
193-7, 2002.
3. FREDDO, S. L. et al. Hábitos de higiene bucal
e utilização de serviços odontológicos em escolares
de uma cidade da Região Sul do Brasil. Cadernos
de Saúde Pública, v. 24, p. 1991-2000, 2008.
4. PILINOVÁ, A.; KRUTINA, M.; SALANDOVÁ,
M.; PILIN, A. Oral health status of drug addicts in the
Czech Republic. Journal Forensic Odontostomatol,
v. 21, p. 36-9, 2003.
5. GARCIA, A.F.G. et al. Influência do fator
socioeconômico no comportamento dos
adolescentes em relação à saúde bucal. Revista
Odonto, n. 31, 2008.
6. FREIRE, M. C. M.; SHEIHAM, A.; BINO,
Y. A. Hábitos de higiene bucal e fatores
sociodemográficos em adolescentes. Revista
Brasileira de Epidemiologia. v. 10, n. 4, p. 606-14,
2007.
7. LISBOA, I. C.; ABEGG, A. Hábitos de
higiene bucal e uso de serviços odontológicos por
adolescentes e adultos do município de Canoas,
estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Epidemiologia
e Serviços de Saúde, v. 15, n. 4, p. 29-39, 2006.
8. DAVAGLIOLO, R.S.; AERTS, D. R. G. C.;
ABEGG, C.; FREDDO, S.L.; MONTEIRO,
L. Fatores associados a hábitos de saúde bucal
e utilização de serviços odontológicos entre
adolescentes. Cadernos de Saúde Pública. v. 25, n.
3, p. 655-667, 2009.
9. Brasil, Ministério da Saúde, Coordenação geral
de Saúde Bucal. Projeto SBBrasil 2010: Pesquisa
Nacional de Saúde Bucal – Resultados Principais.
Brasília: Ministério da Saúde; 2011.
10. BASTOS, J. L.; ANTUNES, J. L. F.; FRIAS,
A. C. et al. Color/race inequalities in oral health
among Brazilian adolescentes. Revista Brasileira
de Epidemiologia, v. 12, n. 3, p. 313-24, 2009.
11. RAJMIL, L.; ROIZEN, M.; URZÚA, A. et al.
Working Group on HRQOL in Children in IberoAmerican Countries. Health-Related Quality of
Life Measurement in Children and Adolescents in
Ibero-American Countries, 2000 to 2010. Value in
health, v. 15, p. 312-322, 2012.
12. World Health Organization. Nutrition in
adolescence:issues and challenges for the health
sector: issues in adolescent health and development.
Geneva: World Health Organization; 2005. (WHO
Discussion Papers on Adolescence).
13. FERREIRA, A. A. A.; PIUVEZAN, G.;
WERNER, C. W. A. et al. A dor e a perda dentária:
representações sociais do cuidado à saúde bucal.
Ciência & Saúde Coletiva, v. 11, p. 211-8, 2006.
14. MENEZES, V. A.; LORENA, R. P. F.; ROCHA,
L. C. B. et al. Oral hygiene practices, dental service
use and oral health self-perception of schoolchildren
from a rural zone in the Brazilian Northeast region.
Revista Odonto Ciência, v. 25, n. 1, p. 25-31, 2010.
15. BRASIL, Ministério da Saúde Brasília. Projeto
SB2000 - Condições de saúde bucal da população
brasileira, 2000.
16. SANDERS, A. E.; SLADE, G. D. Deficits
in perceptions of oral heath to general health in
populations. Journal Public of Health Dentistry, v.
66, p. 255-62, 2006.
17. LEÃO A.; SHEIHAM, A. Relationship between
clinical dental status and subjective impacts on
daily living. Journal of Dental Research, v.74, p.
1408-1413, 1995.
18. REISINE, S. T.; BAILIT, H. L. Clinical oral
health status and adult perceptions of oral health.
Social Science Medicine, v. 14A, p. 597-605, 1980.
19. SLADE, G. D; SPENCER, A. J. Social impact
of oral conditions among older adults. Australian
Dental Journal, v. 39, p. 358-64, 1994.
20. SILVA, S. R. C.; FERNANDES, R. A. C.
Autopercepção das condições de saúde bucal por
idosos. Revista Saúde Pública, v. 35, n. 4, p. 01-10,
2001.
21. SILVA, B. D. M.; FORTE, F. D. S. Acesso a
serviço odontológico, percepção de mães sobre
saúde bucal e estratégias de intervenção em Mogeiro,
PB, Brasil. Pesquisa Brasileira Odontopediatria e
Clinica Integrada, v. 9, n. 3, p. 313-319, 2009.
22. SANTOS, N. C. N.; ALVES, T, D, B.; FREITAS,
V. S. et al. A saúde bucal de adolescentes: aspectos
de higiene, de cárie dentária e doença periodontal
nas cidades de Recife, Pernambuco e Feira de
Santana, Bahia. Ciência & Saúde Coletiva, v. 12, n.
5, p. 1155-1166, 2007.
23. SILVA, N. N. Amostragem probabilística: um
curso introdutório. São Paulo: EDUSP, 1998.
24. CAMELIER, A. A. Avaliação da qualidade
de vida relacionada à saúde em pacientes com
DPOC: estudo de base populacional com o SF-12
na cidade de São Paulo-SP. [Tese de Doutorado]
São Paulo: Universidade Federal do Estado de São
Paulo, 2004.
25. WARE, J. E.; KOSINSKI, M.; KELLER, S.
D. SF-12: How to Score the SF-12 Physical and
Mental Health Summary Scales. 2. ed. Boston,
MA: The Health Institute, New England Medical
Center, 1995.
26. HEALTH Status in Utah: The Medical
Outcomes Study SF-12 (2001 Utah Health Status
Survey Report). Utah Department of Health - Office
of Public Health Assessment, 2004. Disponível em:
<http://health.utah.gov/opha/publications/2001hss/sf12/
SF12_0408.pdf>.Acesso em 30 maio 2012.
27. DALY, B.; NEWTON, T.; BATCHELOR, P. et
al. Oral health care needs and oral health-related
quality of life (OHIP-14) in homeless people.
Community Dental and Oral Epidemiology, v. 38,
p. 136-144, 2010.
28. BRENNAN, D .S.; SPENDER, A. J. Life events
and oral-health-related quality of life among young
adults. Quality Life Research, v. 18, p. 557-565,
2009.
29. HAIR, J. F.; ANDERSON, R. E.; TATHAM,
R.L. et al. Análise multivariada de dados. Porto
Alegre: Booockman, 2005.
30. MASSONI, A.C.L.T. et al. Utilização de
serviços odontológicos e necessidades de tratamento
de crianças de 5 a 12 anos na cidade de Recife,
Pernambuco. Revista de odontologia da UNESP, v.
38, n. 2, p. 73-78, 2009.
31. LISBOA, I. C.; ABEGG, A. Hábitos de
higiene bucal e uso de serviços odontológicos por
adolescentes e adultos do município de Canoas,
estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Epidemiologia
e Serviços de Saúde, v. 15, n. 4, p. 29-39, 2006.
32. GIBILINI, C.; ESMERIZ, C. E. de C.;
VOLPATO, L. F.; MENEGHIM, Z. M. de A. P.;
SILVA, D. D. da; SOUSA, M. da L. R. de. Acesso
a serviços odontológicos e autopercepção da saúde
bucal em adolescentes, adultos e idosos. Arquivos
em Odontologia. v. 46, n. 4, p. 213-23, 2010.
33. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA
E ESTATÍSTICA - IBGE. IBGE cidades@. [on
line].Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/
cidadesat >Acessado em: 26 ago. 2011.
34. BARROS, A. J. D.; BERTOLDI, A. D.
Desigualdades na utilização e no acesso a serviços
odontológicos: uma avaliação em nível nacional.
Ciêncis & Saúde Coletiva. v. 4, p. 709-17, 2002.
35. MATOS, D. L.; LIMA – COSTA, M. F. F.;
GUERRA, H. L.; MARCENES, W. Projeto Bambuí:
avaliação de serviços odontológicos privados,
públicos e de sindicatos. Revista de Saúde Pública.
v. 36, p. 237-43, 2002.
36. COSTA, E. M. M. B. et al. Influência do
Fator socioeconômico no comportamento dos
adolescentes em relação à saúde bucal. Revista
Odonto. n. 31, p. 53-61, 2008.
37. PINHEIRO, R. S.; AGUIAR, F. P.; SASS, P. E.;
VILELA, M. J. N. Diferenças no uso de serviços
odontológicos entre os estados do Brasil: uma
análise baseada em modelos hierárquicos. Cad
Saúde Colet. v. 14, p. 141-8, 2006.
38. FREIRE, M. C. M.; SHEIHAM, A.;
BINO, Y. A. Hábitos de higiene bucal e fatores
sociodemográficos em adolescentes. Revista
Brasileira de Epidemiologia. v. 10, n. 4, p. 606-14,
2007.
39. BENATTI, R.M.; TROTTA E.A. A saúde bucal
da criança e do adulto: aspectos atuais. Revista HCPA
2000;20:37-43.
40. FLORES, E. M. T.; DREHMER, T. M.
Conhecimentos, percepções, comportamentos
e representações de saúde e doença bucal dos
adolescentes de escolas públicas de dois bairros de
Porto Alegre. Ciência & Saúde Coletiva. v. 8, n. 3,
p. 743-752, 2003.
41. SANTOS, G. L. et al. Fumo e álcool como
fatores de risco para o câncer bucal. Odontologia
Clínico-Científica. v. 9, n. 2, p. 131-133, 2010.
42. BARBOSA FILHO, V. C.; CAMPOS, W.
D.; LOPES, A. D. A. S. Prevalence of alcohol
and tobacco use among Brazilian adolescents: a
systematic review. Revista de Saúde Pública. v. 45,
n. 9, p. 901-17, 2012.
ARAUJO, C. S.; LIMA, R. C.; PERES, M.
A.; BARROS, A. J. D. Utilização de serviços
odontológicos e fatores associados: um estudo de
base populacional no Sul do Brasil. Cadernos de
Saúde Pública. v. 25, n. 5, p. 1063-1072, 2009.

Downloads

Publicado

2020-04-28

Como Citar

FAGUNDES SILVEIRA, M. .; ELEUTÉRIO DE BARROS LIMA MARTINS, A. M. .; ELEUTÉRIO DOS SANTOS NETO, . P. .; ALMEIDA OLIVEIRA, P. E. .; ALMEIDA, . J. C. .; SILVEIRA FREIRE, R. .; EVANGELISTA NASCIMENTO, . J. .; SANTANA HAIKAL, D.; FERREIRA, R. C.; MARCOPITO, L. F. . Adolescentes: uso de serviços odontológicos, hábitos e comportamentos relacionados à saúde e autopercepção das condições de saúde bucal. Revista Unimontes Científica, [S. l.], v. 14, n. 1, p. 170–185, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/unicientifica/article/view/2175. Acesso em: 31 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>