Desafios freireanos

Democracia, violências e práxis dialógica na contemporaneidade

Autores

  • Silvana Bezerra de Castro Magalhães Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca

DOI:

https://doi.org/10.46551/issn2179-6807v26n2p171-191

Palavras-chave:

educação, pensamento freireano, democracia, violencia, educação dialógica

Resumo

O presente artigo é um ensaio teórico interdisciplinar, que se propõe a discutir as bases atuais da sociedade (anti) democrática brasileira e como esta engendra relações autoritárias e violentas. O contexto atual brasileiro tem sinalizado um quadro assustador marcado por relações violentas e antidemocráticas nos mais diversos setores sociais. Discute-se, a partir dessa problemática tão atual, os conceitos de democracia e sociedade democrática como base necessária para a construção de relações dialógicas na sociedade como um todo, e especificamente no contexto pedagógico educacional. Apresenta uma discussão a partir do pensamento freireano e suas amplas e pertinentes dimensões das relações dialógicas e antidialógicas que podem ser construídas na sociedade, em contraposição à relações baseadas na violência e nos silenciamentos de determinados setores sociais cada vez mais invisibilizados. Discute-se, em diálogo com outros autores, os conceitos de Liberdade, utopia e humanização como possibilidades de transformação e luta em tempos de violência e ódio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvana Bezerra de Castro Magalhães, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Campinas (1995), Mestrado em Educação (Filosofia da Educação) pela Universidade Estadual de Campinas (2000) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal Fluminense (2006). Atualmente é professora DE do CEFET-Celso Suchow da Fonseca, unidade Nova Friburgo. E-mail: silvanaped@hotmail.com.

Referências

ARENDT, H. Entre o passado e o futuro. 4. Ed. São Paulo: Perspectiva, 1997.

ARROYO, Miguel. Educação em tempos de exclusão. In: GENTILI, Pablo e FRIGOTTO, G. (orgs.). A cidadania negada. 2.ed. São Paulo: Cortez, 2001.

BORON, A. Estado, capitalismo e democracia na América Latina. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994.

BUBER, M. Do diálogo e do dialógico. São Paulo: Perspectiva. 1982.

CALVINO, Í. O visconde partido ao meio. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

CARRANO. P. Juventudes: as identidades são múltiplas. Movimento: Revista da Faculdade de Educação da UFF. Rio de Janeiro: DPeA. N.1; p.11, maio 2000.

COUTINHO, C. A democracia na batalha das ideias e nas lutas políticas do Brasil de hoje. In: FAVERO, O e SEMERARO, G. (orgs.). Democracia e construção do público no pensamento educacional brasileiro. Petrópolis; Vozes, 2002.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. 19ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.

FREIRE, P. Pedagogia da Esperança.5ed. Rio de Janeiro: Paz e terra, 1998.

FREIRE, P. Pedagogia da Indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: UNESP, 2000.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 30ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001a.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação? 11.ed. Rio de Janeiro: Paz e terra, 2001b.

FREIRE, P. Pedagogia da Solidariedade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

FREIRE, P. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

HELLER. A. O cotidiano e a história. 3. Ed. Rio de janeiro: Paz e terra, 1989.

HELLER. A. Sociologia de la vida cotidiana. 3 ed. Barcelona: Ediciones Peninsula, 1991.

MISOCZKY, M. C. A.; MORAES, J.; FLORES, R. K. Bloch, Gramsci e Paulo Freire: referências fundamentais para os atos da denúncia e do anúncio. Cadernos EBAPE. v.7, nº 3, artigo 4, Rio de Janeiro, setembro, 2009.

SANTOS, J. V. A violência como dispositivo de excesso de poder. Sociedade e Estado. Brasília, v. 10, n. 02. P. 281 à 298, jul/dez. 1995.

TORRES, C. Democracia, educação e multiculturalismo: dilemas da cidadania em um mundo globalizado. Petrópolis: Vozes, 2001.

Downloads

Publicado

2020-12-23

Como Citar

Bezerra de Castro Magalhães, S. (2020). Desafios freireanos: Democracia, violências e práxis dialógica na contemporaneidade . Revista Desenvolvimento Social, 26(2), 171-191. https://doi.org/10.46551/issn2179-6807v26n2p171-191