MINERAÇÃO NO NORTE DE MINAS GERAIS: TENSÕES E CONFLITOS PELO ACESSO E USO DA ÁGUA

Autores

  • Rômulo Soares Barbosa Universidade Estadual de Montes Claros

Palavras-chave:

Mineração, Água, Tensões e Conflitos

Resumo

A partir de 2008 a mesorregião Norte de Minas Gerais, inserida no semi-árido mineiro, passou a ser reconhecida como uma nova fronteira mineral do estado de Minas Gerais. Isso devido, a projetos de exploração mineraria em processo de implantação por grandes empresas mineradoras. Trata-se da descoberta de enormes jazidas de ferro no vale do Alto Rio Pardo e encostas da Serra Geral (complexo norte do Espinhaço) e, também, da exploração de ouro por empresa canadense no município de Riacho dos Machados.Os empreendimentos minerários encontram-se em processo de licenciamento ambiental, sendo alvo de contestação por parte de organizações da sociedade civil, tais como, Organização Não Governamentais, Sindicatos, Associações de Produtores, Associações de Moradores, Pastorais Sociais, dentre outros. O presente artigo abordao processo em curso no norte de Minas Gerais de exploração mineral e os conflitos e tensões decorrentes de projetos contraditórios de acesso e uso da água na região. De um lado empresas mineradoras e de outro, diversos agentes sociais, dentre os quais: organizações de agricultores, associações de fruticultores em perímetros irrigados e instituições da sociedade em geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ACSELRAD, H. (org.) Conflitos Ambientais no Brasil. Rio de Janeiro: Relume- Dumará, Fundação Heinrich Böll, 2004.
ANAYA, F.; BARBOSA, R.; SAMPAIO, C. Sociedade e Biodiversidade na Mata Seca Mineira. Revista Unimontes Científica, 2006.
BARBOSA, R.; FEITOSA, A.M.. A Dinâmica de Luta pela Terra no Norte de Minas Gerais. In: CLEPS JÚNIOR, J.; ZUBA, J. A. G.; FEITOSA, A. M. (Org.). Debaixo da Lona: tendências e desafios regionais da luta pela posse da terra e da reforma agrária no Brasil.Goiânia/GO: Editora da UCG, 2006.
CASTRO, José Esteban. O estudo interdisciplinar dos conflitos pela água no meio urbano. Uma contribuição da Sociologia. In ZHOURI, A.; LASCHEFSKI, K. Desenvolvimento e Conflitos Ambientais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.
DAYRELL, C. A. Geraizeiros y Biodiversidad en el Norte de Minas Gerais: la contribuición de la agroecología e de la etnoecología en los estudios de los agroecossistemas. Espanha: Universidad Internacional de Andalúcia, 1998.
DEMIER, A. D. M. ; BARBOSA, R. S. . Perspectivas de Futuro dos Jovens do Projeto Jaíba no Norte de Minas Gerais. Revista Cerrados (UNIMONTES), v. 5, p. 109-130, 2007.
IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico. 2010.
POZO, O. V. C. Regime de propriedade e recursos naturais: a tragédia da privatização dos recursos comuns no norte de Minas. Tese (doutorado). Rio de Janeiro: CPDA/UFRRJ, 2002.
RODRIGUES, L. Formação Econômica do Norte de Minas e do Período Recente. In: OLIVEIRA, M. F. M. RODRIGUES, L. (Org.). Formação econômica e social do Norte de Minas. Montes Claros: Editora: Unimontes, 2000.
SEVÁ FILHO, A. O. Mina Grande, Conflitos Gerais. Texto analítico, 2011. Disponívelemhttp://conflitosambientaismg.lcc.ufmg.br. Acessoem11/03/2013.
SILVA, C. E. M. Desenvolvimento e Sustentabilidade: o caso do sertão norte-mineiro. In DAYRELL, C.A; LUZ, C. (Orgs.). Cerrado e Desenvolvimento: Tradição e Atualidade. Montes Claros: CAA-NM/REDE CERRADO, 2000.
ZHOURI, A.; LASCHEFSKI, K. Desenvolvimento e conflitos ambientais. Belo Horizonte: UFMG, 2010.

Downloads

Publicado

2020-04-06

Como Citar

Soares Barbosa, R. . (2020). MINERAÇÃO NO NORTE DE MINAS GERAIS: TENSÕES E CONFLITOS PELO ACESSO E USO DA ÁGUA. Revista Desenvolvimento Social, 11(1), 43-50. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/rds/article/view/1826

Edição

Seção

Artigos