EFEITOS DA MODERNIDADE NAS COMUNIDADES REMANESCENTES DE QUILOMBOS: UM BREVE OLHAR CONTEXTUAL E PEQUENAS ABSTRAÇÕES

Autores

  • Edmilson Mendes de Faria Universidade Federal de Minas Gerais
  • Fábio da Silva Gonçalves Universidade Estadual de Montes Claros

Palavras-chave:

Cultura, Globalização, Identidade, Quilombolas, Território

Resumo

As comunidades remanescentes de quilombos presenciam os influxos do processo de modernização e da globalização, tanto nos setores socioeconômicos quanto nos aspectos culturais. Sendo assim, objetiva-se analisar os processos e as relações entre a modernidade e as comunidades remanescentes de quilombos e as possíveis mudanças no estilo de vida. Adotou-se como procedimento metodológico a pesquisa bibliográfica. Alcançou-se as seguintes e principais abstrações: as comunidades remanescentes de quilombos têm enfrentado desenvolvimentos regionais com a modernização do campo; aumento da competitividade econômica observado na agricultura e desvalorização do trabalho manual; as comunidades muitas vezes são inseridas em programas de desenvolvimento do governo, como o de agricultura familiar, mas nem sempre sua subsistência advém dessa fonte; em função da modernização subsidiada pelo Estado as famílias remanescentes de quilombos foram afetadas, já que a oferta de trabalho diminuiu; as terras locais foram ocupadas por grileiros e as terras de posse estatal foram concedidas para empresas de reflorestamento; todas as mudanças, consideradas em conjunto, ocasionam um processo de transformação abrangente e incisivo não somente para a economia campestre, mas para o estilo de vida, as tradições culturais e para o desenvolvimento social. Ademais, o artigo traz breves considerações sobre território, territorialidade, desenvolvimento e cultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-04-08

Como Citar

MENDES DE FARIA, E. .; DA SILVA GONÇALVES, F. . EFEITOS DA MODERNIDADE NAS COMUNIDADES REMANESCENTES DE QUILOMBOS: UM BREVE OLHAR CONTEXTUAL E PEQUENAS ABSTRAÇÕES. Revista Desenvolvimento Social, [S. l.], v. 19, n. 1, p. 63–71, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/rds/article/view/1903. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos