Ensino de Matemática para surdos: mapeamento de pesquisas sobre resolução de problemas

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar pesquisas acadêmicas que tratam da inclusão de estudantes surdos e enfocam a resolução de problemas. Para tanto foi utilizado o mapeamento na pesquisa educacional como procedimento metodológico. Foram realizadas buscas em revistas de Qualis A1 a B2, portal de teses e dissertações da CAPES, Google Acadêmico e Scielo, utilizando-se para tanto as palavras-chave ‘inclusão de surdo’, ‘inclusão e resolução de problemas’ e ‘situações problemas’. Após filtragem dos resultados, foram encontrados seis artigos que fizeram parte do corpus de análise. Os resultados mostraram que a inclusão não está ocorrendo de forma efetiva, pois o professor ainda não está preparado para atender alunos surdos e, consequentemente, ensinar Matemática para esses estudantes. Destaca-se também o número reduzido de pesquisas que tratam sobre a inclusão de surdos tendo a resolução de problemas como foco.

Palavras-chave: Ensino de Matemática. Inclusão de surdos. Resolução de problemas.

Referências

ALLEVATO, Norma Suely Gomes. Novas reflexões sobre o ensino-aprendizagem de Matemática através da resolução de problemas. In: BICUDO, Maria Aparecida Viggiani. (Org.). Pesquisa em Educação Matemática: concepções e perspectivas. São Paulo: EdUNESP, 1999. p. 199-218.

ALLEVATO, Norma Suely Gomes; ONUCHIC, Lourdes de la Rosa. Ensino-aprendizagem-avaliação de Matemática: por que através da Resolução de Problemas. In: ONUCHIC, Lourdes de la Rosa; ALLEVATO, Norma Suely Gomes; NOGUTI, Fabiane Cristina Höpner; JUSTULIN, Andressa Maria. (Org.). Resolução de Problemas: teoria e prática. Jundiaí: Paco Editorial, 2014, p. 35-52.

BARBOSA, Heloisa. O desenvolvimento cognitivo da criança surda focalizado nas habilidades visual, espacial, jogo simbólico e matemática. In: QUADROS, Ronice Müller; STUMPF, Marianne Rossi. (Org.). Estudos surdos IV. Petropólis: Arara Azul, 2001, p. 408-425.

BIEMBENGUT, Maria Sallet. Mapeamento na pesquisa educacional. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, 2008.

BOGDAN, Robert C.; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Tradução de Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. Porto: Porto Editora, 1994.

BORGES, Fábio Alexandre. A educação inclusiva para surdos: uma análise do saber matemático intermediado pelo Intérprete de Libras. 2013. 262f. Tese (Doutorado em Educação para a Ciência e a Matemática) – Centro de Ciências Exatas. Universidade Estadual de Maringá. Maringá.

BOTELHO, Paula. Segredos e silêncios na interpretação dos surdos. Belo Horizonte: Autêntica, 1998.

BRASIL. Decreto nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002, e o art. 18 da Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Brasília: Diário Oficial da União, 23 dez. 2005.

BRASIL. Decreto nº 6.571, de 17 de setembro de 2008. Dispõe sobre o atendimento educacional especializado, regulamenta o parágrafo único do art. 60 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e acrescenta dispositivo ao Decreto no 6.253, de 13 de novembro de 2007. Brasília: Diário Oficial da União, 18 set. 2008.

BRASIL. Lei 10.436, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais – Libras e dá outras providências. Brasília: Diário Oficial da União, 24 abr. 2002.

BRASIL. Lei n.º 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: Diário Oficial da União, 23 dez. 1996.

BRASIL. Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Brasília: Diário Oficial da União, 7 jul. 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/SEB, 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CHICA, Cristiane Henrique Rodrigues. Por que formular Problemas? In: SMOLE, Kátia Stocco; DINIZ, Maria Ignez. (Org.) Ler, escrever e resolver problemas: habilidades básicas para aprender Matemática. Porto Alegre: Artmed, 2001, p. 151-174.

DANTE, Luiz Roberto. Didática da resolução de problemas de Matemática. 12. ed. São Paulo: Ática, 2000.

GABRILLI, Mara. Lei Brasileira de Inclusão – Estatuto da Pessoa com Deficiência: Lei 13.146/15. Brasília, 2016.

KRULIK, Stephen; REYS, Robert E. (Org.). A resolução de problemas na matemática escolar. Tradução de Hygino Hugueros Domingues. São Paulo. Atual, 1997.

LACERDA, Cristina Broglia Feitosa. A inserção da criança surda em classe de crianças ouvintes: focalizando a organização do trabalho pedagógico. In: 23ª REUNIÃO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 2000, Caxambú. Anais da 23ª Reunião da ANPEd. Caxambú: ANPED, 2000, p. 1-17.

MALHEIROS, Ana Paula dos Santos. A produção matemática dos alunos em um ambiente de modelagem. 2004. 180f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas. Universidade Estadual Paulista, Rio Claro.

MEAD, George Herbert. L'esprit, le soi et la société. Traduit de i’nglais par Jean Cazeneuve, Eugène Kaelin et Georges Thibault. Paris: Presses Universitaries de France, 1963.

MOREIRA, Maria. Funções da interação verbal em contexto pedagógico. Revista Comunicare, Porto, n. 2, p. 17-24, 1997.

MUNIZ, Salvador Cardoso Silva. A inclusão de surdos nas aulas de Matemática: uma análise das relações pedagógicas envolvidas na tríade professora – intérprete – surdo. 2018. 118f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas. Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus.

MUNIZ, Salvador Cardoso Silva; PEIXOTO, Jurema Lindote Botelho Peixoto; MADRUGA, Zulma Elizabete de Freitas. Desafios da inclusão de surdos na aula de Matemática. Cocar, Belém, v. 12, n. 23, p. 215-239, jan./jun. 2018.

NUNES, Terezinha; CAMPOS, Tânia; MAGINA, Sandra; BRYANT, Peter. Educação Matemática: números e operações numéricas. São Paulo: Cortez, 2001.

OLIVEIRA, Janine Soares. A comunidade surda: perfil, barreiras e caminhos promissores no processo de ensino-aprendizagem em Matemática. 2005. 78f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) – Departamento de Pesquisa e Pós-Graduação. Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca. Rio de Janeiro.

ONUCHIC, Lourdes de la Rosa. Ensino-Aprendizagem de Matemática através da Resolução de Problema. In: BICUDO, Maria Aparecida Viggiani. (Org.). Pesquisa em Educação Matemática: concepções e perspectivas. São Paulo: EdUNESP, 1999, p. 199-218.

ONUCHIC, Lourdes de la Rosa; ALLEVATO, Norma Suely Gomes. Novas reflexões sobre o ensino-aprendizagem de Matemática através da resolução de problemas. In: BICUDO, Maria Aparecida Viggiani; BORBA, Marcelo de Carvalho. (Org.). Educação Matemática: pesquisa em movimento. São Paulo: Cortez, 2008, p. 213-231.

ONUCHIC, Lourdes de la Rosa; ALLEVATO, Norma Suely Gomes. Pesquisa em resolução de problemas: caminhos, avanços e novas perspectivas. Bolema, Rio Claro, v. 25, n. 41, p. 73-98, dez. 2011.

PEIXOTO, Jurema Lindote Botelho. A negociação de significados e a emergência da ZDP na interação professor de Matemática, intérprete e aluno surdo. In: ALMEIDA, Wolney Gomes. (Org). Educação de surdos: formação, estratégias e prática docente. Ilhéus: Editus, 2015b, p. 137-161.

PEIXOTO, Jurema Lindote Botelho. Análise dos esquemas de surdos sinalizadores associados aos significados da divisão. 2015a. 266f. Tese (Doutorado em Difusão do Conhecimento) – Faculdade de Educação. Universidade Federal da Bahia. Salvador.

POLYA, George. A arte de resolver problemas. Tradução e adaptação de Heitor Lisboa de Araújo. Rio de Janeiro: Interciência, 1995.

RAZUCK, Renata Cardoso de Sá Ribeiro; TACCA, Maria Carmen Villela Rosa; TUNES, Elisabeth. A pessoa surda e suas possibilidades no processo de aprendizagem e escolarização. Linguagens, Educação e Sociedade, Teresina, v. 12, n. 16, n. 1, p. 9-18, jan./jun. 2007.

RODRIGUES, David. Educação Inclusiva: mais qualidade à diversidade. In: RODRIGUES, David; KREBS, Ruy; FREITAS, Soraia Napoleão. (Org.). Educação inclusiva e necessidades educacionais especiais. Santa Maria: EdUFSM, 2005, p. 85-111.

SALES, Elielson Ribeiro. A visualização no ensino de Matemática: uma experiência com alunos surdos. 2013. 235f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas. Universidade Estadual Paulista. Rio Claro.

VYGOTSKY, Lev Semenovich. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. Tradução de José Cipolla Neto, Luís Silveira Menna Afeche e Solange Castro Afeche. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

Publicado
2020-01-01