ATENÇÃO AO IDOSO NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA: ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Samara Souza Amorim Leite Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes
  • Alenice Aliane Fonseca Unimontes
  • Wellington Danilo Soares Unimontes

Palavras-chave:

Educação Física, Idoso, Estratégia Saúde da Família

Resumo

O profissional de Educação Física possui um relevante papel na atenção à saúde do idoso na Estratégia Saúde da Família, por atuar na promoção e manutenção da saúde, influenciando significativamente na adoção de um estilo de vida ativo e saudável na velhice. O presente estudo objetivou analisar a importância da Educação Física na perspectiva da atenção a saúde do idoso na Estratégia Saúde da Família (ESF). Trata de uma revisão de literatura de cunho qualitativo, com a utilização das bases de dados localizados na Biblioteca Virtual da Saúde (BVS), Biblioteca Virtual Scientific Electronic Library Online (SciELO), Literatura Latino Americana em Ciências da Saúde (LILACS), Bases de Dados de Enfermagem (BDENF), PubMed (National Library of Medicine) e no Google acadêmico, sendo utilizados os seguintes descritores: Educação Física; Idoso; Estratégia Saúde da Família, de forma separada e unidos pelo modulador boleano ¨and¨. Ao final foi possível depreender que incumbe ao profissional envolvido trabalhar com a educação em saúde por meio do incentivo a promoção de hábitos de vida saudáveis articulando saberes populares e técnicos para a mobilização de recursos individuais e coletivos que visem a melhor compreensão e adesão da atividade física por parte dos idosos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, D. P.; MELLO, R. L. Benefícios da atividade física à saúde e qualidade de vida do idoso. Caderno Intersaberes, Curitiba, v. 11, n. 31, p. 31-41, 2022.

AZEVEDO FILHO, E. R. et al. Percepção dos idosos quanto aos benefícios da prática da atividade física: um estudo nos Prontos de Encontro Comunitário do Distrito Federal. Revista Brasileira de Ciências e Esporte, v.9, n.1, p.14–23, 2018. https://doi.org/10.1016/j.rbce.2018.04.010.

BRASIL. Ministério da Saúde. Brasil 2016: Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2017.

CARVALHO, D. A. et al. Prevalência da prática de exercícios físicos em idosos e sua relação com as dificuldades e a falta de aconselhamento profissional específico. Revista brasileira de Ciência e Movimento, v.25, n.1, p.29-40, 2017. https://doi.org/10.31501/rbcm.v25i1.6467.

CARVALHO, A. S.; ABDALLA, P. P.; BUENO JÚNIOR, C. R.. Atuação do profissional de educação física no sistema único de saúde: revisão sistemática. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, v. 30, n. 3, jul./set. 2017. https://doi.org/10.5020/18061230.2017.6316.

CECCON, R. F. et al. Atenção Primária em Saúde no cuidado ao idoso dependente e ao seu cuidador. Ciência e Saúde Coletiva, v. 26, n. 01, p. 99-108, 2021. https://doi.org/10.1590/1413-81232020261.30382020.

FEITOSA, S. S. Atenção básica e promoção da saúde: atuação do profissional de educação física no Núcleo Ampliado de Saúde da Família - atenção básica no Estado do Amazonas. 103 f. Dissertação (Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2020.

FERNANDES, J. C. Criatividade, Bem-Estar Subjetivo e estado mental em idosos. 160 fl. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Centro de Ciências da Vida, Programa de Pós Graduação em Psicologia, Campinas, 2021.

FERRETTI, F. F.; SANTOS, M. P. M.; SILVA, M. R. S. Relação do nível da atividade física de idosos com condições de saúde, qualidade de vida e do sono. Temas em saúde, João Pessoa, v.19, n.4, 2019.

GIRDHAR, R.; SRIVASTAVA, V.; SETHI, S. S. Managing mental health issues among elderly during COVID-19 pandemic. Journal of Geriatric Care and Research, v. 7, n. 1, p. 29–32, 2020.

HARTMANN, C. Trajetória Cronológica do Profissional de Educação Física. Revista Cognitionis, Rio de Janeiro, 2020. https://doi.org/10.38087/2595.8801.33.

IMÉNEZ-PAVÓN, D.; CARBONELL-BAEZA, A. LAVIE, C. J. Physical exercise as therapy to fight against the mental and physical consequences of COVID-19 quarantine: Special focus in older people. Prog Cardiovasc Dis, v.63, n.3, p.386-8, 2020. https://doi.org/10.1016/j.pcad.2020.03.009

LEDESMA, D. G.; KOWALSKI, L.; OLIVEIRA, T. B. Melhoria da atenção à saúde do idoso no ESF Dr. Garibaldi Carrera Machado. Revista Interdisciplinar em Ciências da Saúde e Biológicas, v.4, n.1, p.25-34, 2020. http://dx.doi.org/10.31512/ricsb.v4i1.87.

LIMA, A. P. et al. Grupo de convivência para idosos: o papel do profissional de educação física e as motivações para adesão à prática de atividade física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 42, e2018, 2020. https://doi.org/10.1016/j.rbce.2019.02.001.

LOTTI, A. D.; NAKAMURA, E. Significados da prática profissional em Educação Física na área da saúde. Pensar a Prática, v.23, e54518, 2020. https://doi.org/10.5216/rpp.v23.54518.

MORAES, W. G.; PINA, L. Z.; LIMA, W. P. A prática de atividades e exercícios físicos realizados por idosos que frequentam um programa municipal de convivência e o papel do profissional de educação física nesse contexto: relato de experiência. Corpoconsciência, v.24, n.3, p.121-130, 2020.

NASCIMENTO, H. G.; FIGUEIREDO, A. E. B. Estratégia de saúde da família e idoso com demência: o cuidado pelos profissionais de saúde. Ciência e Saúde Coletiva, v. 26, n. 01, p. 119-128, 2021. https://doi.org/10.1590/1413-81232020261.40942020.

NGUYEN, H. C. et al. People with Suspected COVID-19 Symptoms Were More Likely Depressed and Had Lower Health-Related Quality of Life: The Potential Benefit of Health Literacy. Journal of Clinical Medicine, v. 9, n. 4, p. 965, 2020. https://doi.org/10.3390/jcm9040965.

OLIVEIRA, T. S. O profissional de educação física atuando no sistema único de saúde: dificuldades e suas estratégias de superação. Brazilian Journal Of Develop., Curitiba, v. 6, n. 6, p.37687-37699, jun. 2020. https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-341.

OLIVEIRA, M. A. B. et al. A prática do núcleo de apoio à saúde da família do Recife no enfrentamento à pandemia COVID-19. APS em Revista, v. 2, n. 2, p. 142-150, jun. 2020. https://doi.org/10.14295/aps.v2i2.96.

PEREIRA, L. M. et al. Impacto do treinamento funcional no equilíbrio e funcionalidade de idosos não institucionalizados. Revista Brasileira Ciência e Movimento, v. 25, n.1 p.79-89, 2017. https://doi.org/10.31501/rbcm.v25i1.6322.

RIBEIRO, O. C. F. et al. Os Impactos da Pandemia da Covid-19 no Lazer de Adultos e Idosos. LICERE - Revista Do Programa De Pós-graduação Interdisciplinar Em Estudos Do Lazer, v.23, n.3, p.391–428, 2020. https://doi.org/10.35699/2447-6218.2020.25456.

SANTANA, J. S. O profissional de educação física no núcleo de apoio a saúde da família (NASF): ações na promoção à saúde do idoso. 54 f.Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) – Faculdade Maria Milza, Governador Mangabeira – BA, 2017.

SANTANA, S. A. V.; et al. Presença de profissionais de educação física em academias ao ar livre frequentadas na terceira idade. Revista CPAQV – Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida, v.13, n.3, p.2, 2021. https://doi.org/10.36692/v13n3-6

SANTOS, V. R.; BATISTA, N. J. Benefícios da atividade física para o tratamento da depressão em pessoas idosas. Caderno Intersaberes, Curitiba, v. 11, n. 31, p. 126-144, 2022.

SILVA, R. M. et al. Desafios e possibilidades dos profissionais de saúde no cuidado ao idoso dependente. Ciência & Saúde Coletiva, v. 26, n. 01, p. 89-98, 2021. https://doi.org/10.1590/1413-81232020261.31972020

SILVA, J. G. et al. Atuação do profissional de Educação Física na equipe multidisciplinar do Consultório na Rua em Aracaju/SE: Relato de experiência. Esearch, Society and Development, v. 10, n.4, e0610413638, 2021. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i4.13638.

SONG, Y. et al. Benefits of exercise on influenza or pneumonia in older adults: A systematic review. International Journal of Environmental Research and Public Health, v. 17, n. 8, 2020. https://doi.org/10.3390/ijerph17082655.

SCHOFFEN, L. L.; SANTOS, W. L. A importância dos grupos de convivência para os idosos como instrumento para manutenção da saúde. Revista Científica Sena Aires, v.7, n.3, p.160-70, 2018.

TORRES, K. R. B. O. et al. Evolução das políticas públicas para a saúde do idoso no contexto do Sistema Único de Saúde. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 30, n. 01, e300113, 2020. https://doi.org/10.1590/S0103-73312020300113.

XAVIER, M. D. S. X. et al. Benefícios da atividade física para a promoção da saúde dos idosos com Alzheimer: uma revisão de literatura. Jornal De Investigação Médica, v.3. n.1, p.63–71. https://doi.org/10.29073/jim.v3i1.584.

Publicado

2022-07-05 — Atualizado em 2022-07-26

Versões

Como Citar

LEITE, S. S. A.; ALIANE FONSECA, A.; DANILO SOARES, W. . ATENÇÃO AO IDOSO NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA: ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA. RENEF, [S. l.], v. 5, n. 5, p. 167–179, 2022. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/5237. Acesso em: 25 set. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>