UMA VISÃO ALÉM DAS PAREDES DO MERCADO MUNICIPAL DA VILA NOVA: DINÂMICAS URBANAS E SUAS RELAÇÕES ENTRE O TRADICIONAL E O NOVO

Autores

  • Osmar Lúcio Custódio Universidade Federal de Goiás

Palavras-chave:

memória, tradição, consumo, cidade, identidade

Resumo

Uma investigação sobre os mercados municipais da cidade de Goiânia, neste caso voltado para o Mercado Municipal da Vila Nova, sendo este o quarto a ser construído na cidade em um total de sete. Visa trazer à tona a relação conflituosa entre permissionários e locatários do mercado, os quais compartilham e exploram comercialmente o mesmo espaço físico em razão de um acordo firmado entre a administração municipal da época e uma construtora, no qual a primeira cedia o espaço público e a segunda arcaria com os custos de construção. O trabalho identifica também a forte presença da comercialização de ervas e plantas medicinais, condição tornada substitutiva ao negócio de produtos tradicionais dos mercados, como verduras e frutas, em razão do advento dos supermercados e CEASA – Centrais de Abastecimento de Goiás S/A. Considera as relações de consumo existentes no mercado como constituidoras e formadoras de relações sociais e culturais da cidade de Goiânia. Busca explicar também as dinâmicas urbanas sofridas pela cidade a partir da sua fundação em 1933, que tem na comunidade de migrantes nordestinos sua grande influência, porém ignorada e negada pela história oficial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-04-08

Como Citar

LÚCIO CUSTÓDIO, O. . UMA VISÃO ALÉM DAS PAREDES DO MERCADO MUNICIPAL DA VILA NOVA: DINÂMICAS URBANAS E SUAS RELAÇÕES ENTRE O TRADICIONAL E O NOVO. Revista Desenvolvimento Social, [S. l.], v. 19, n. 1, p. 5–19, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/rds/article/view/1896. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos