TEORIA DA DEPENDÊNCIA: UM ESTUDO DA INTERLOCUÇÃO DOS PENSAMENTOS DE RUY MAURO MARINI COM A REALIDADE EMPÍRICA BRASILEIRA

Autores

  • Handerson Leonidas Sales
  • Alexandre Teixeira Norberto Batista
  • Carlos Renato Theóphilo

Palavras-chave:

Desenvolvimento, Capitalismo, Teoria da Dependência

Resumo

Ruy Mauro Marini, um dos estudiosos na construção da Teoria da Dependência, sustenta a afirmação da existência de uma subordinação entre nações, alimentada para assegurar e manter a condição de dependência dos países periféricos em relação aos países centrais. O presente trabalho tem como objetivo discutir a abordagem da Teoria da Dependência, segundo os pensamentos de Ruy Mauro Marini, dentro do contexto brasileiro. Caracteriza-se como pesquisa teórico-empírica, por analisar fontes de dados secundários registrados pela balança comercial brasileira e em 416 corporações de diferentes setores econômicos do Brasil, referentes à distribuição de riqueza aos empregados, no período de 1999 a 2003, comparados com os do Reino Unido. O resultado obtido aproxima-se da proposição firmada pela Teoria da Dependência quanto à superexploração do trabalho. Quando comparados, o Brasil e o Reino Unido, pela distribuição de riqueza das suas corporações, reafirma-se o ciclo do capital de economia dependente no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-01-06

Como Citar

LEONIDAS SALES, H.; TEIXEIRA NORBERTO BATISTA, A.; RENATO THEÓPHILO, C. . TEORIA DA DEPENDÊNCIA: UM ESTUDO DA INTERLOCUÇÃO DOS PENSAMENTOS DE RUY MAURO MARINI COM A REALIDADE EMPÍRICA BRASILEIRA. Revista Desenvolvimento Social, [S. l.], v. 25, n. 1, p. 155–174, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/rds/article/view/184. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)