TERRITÓRIOS URBANOS SAUDÁVEIS: ITINERÁRIOS, VICISSITUDES E DIALOGIAS

Autores

  • André Luiz da Silva Lima

Palavras-chave:

Territórios Urbanos Saudáveis, Saúde Urbana, Favelas

Resumo

O presente trabalho se assenta na reflexão em torno de alguns aspectos, considerados importantes, para a compreensão da noção de Territórios Urbanos Saudáveis. Inserida em contexto epistemológico de uma ciência comprometida com a transformação social, a reflexão aqui enunciada parte de uma investigação cujos pressupostos cunhados no âmbito da Saúde Coletiva são postos em interação com conceitos delineados por outras disciplinas, e se organiza sob a metodologia da pesquisa-ação, da noção de comunidade ampliada de pesquisa e da produção compartilhada de conhecimentos. A emergência da noção em questão, pode ser referenciada à conjugação de alguns processos significativos na história das políticas sociais: do importante movimento das Cidades Saudáveis, emergente no Canadá nos anos 1980; do projeto de Saúde ampliado concebido pelo Movimento Sanitário à partir da segunda metade dos anos 1970, e em parte consolidado com o SUS; e das correntes da teoria política – em alguns casos experimentados – de processos de descentralização político-financeira-operacional da gestão dos recursos públicos. Importa destacar que o locus da pesquisa que subsidia este trabalho se processa no conjunto de favelas de Manguinhos (para alguns, Complexo de Manguinhos), situado na região norte da cidade do Rio de Janeiro, caracterizado enquanto um território vulnerabilizado em suas dimensões social, ambiental, política e econômica. Desta forma, o itinerário percorrido destacará concepções de Territórios Urbanos Saudáveis, salientando vicissitudes de Manguinhos quanto aos limites e possibilidades de sua experimentação, com destaque aos sujeitos moradores e atuantes no território em questão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-01-06

Como Citar

LUIZ DA SILVA LIMA, A. . TERRITÓRIOS URBANOS SAUDÁVEIS: ITINERÁRIOS, VICISSITUDES E DIALOGIAS. Revista Desenvolvimento Social, [S. l.], v. 25, n. 1, p. 57–71, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/rds/article/view/178. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos