CAPS II CaisMental Centro

A construção de um CAPS II no processo da reforma psiquiátrica brasileira

Autores

  • Nilson Sibemberg CAPS II CaisMental Centro, Porto Alegre

DOI:

https://doi.org/10.46551/issn2179-6807v26n2p81-101

Palavras-chave:

Reforma psiquiátrica, CAPS, clínica, política, laço social.

Resumo

Este texto propõe uma reflexão sobre as condições históricas da criação de um CAPS II, o CAPS Caismental Centro, de Porto Alegre nos primeiros anos da reforma psiquiátrica brasileira, na tensão entre as esferas do poder político, da administrativo e clínico. Aborda também os princípios fundantes que nortearam a estruturação de uma equipe interdisciplinar e a elaboração dos dispositivos institucionais e clínicos que viriam constituir o modo de funcionamento deste equipamento público de atenção psicossocial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nilson Sibemberg, CAPS II CaisMental Centro, Porto Alegre

Médico psiquiatra, psicanalista, trabalhador no CAPS CaisMental Centro- Porto Alegre, membro da Associação Psicanalítica de Porto Alegre.

Referências

ANDRADE, Oswald. A utopia antropofágica. São Paulo: Globo, 1995.

ARBEX, Daniela. Holocausto Brasileiro. Rio de janeiro: Intrínsica, 2020.

BASAGLIA, Franco. A instituição negada. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1985.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. I Conferência Nacional de Saúde Mental. Relatório final. Ministério da Saúde, Brasília, 1987.

______. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Portaria GM/MS n 336, de 19 de Fevereiro de 2002. Diário Oficial da União, Brasília (DF),9 de fev. 2002.

CAMPOS, Gastão Wagner se Souza, et al. A aplicação do método Paideia no apoio institucional, no apoio matricial e na clínica ampliada. In: Interface 2014; 18 Supl 1: 983-95

FIGUEIREDO, Ana Cristina. A construção do caso clínico: uma contribuição da psicanálise à psicopatologia e à saúde mental. In: Revista latino-americana de psicopatologia fundamental, vol.7, n 1, São Paulo, 2004.

FREUD, Sigmund. ]. Notas psicanalíticas sobre um relato autobiográfico de um caso de paranoia (Dementia Paranoides) (1911). In: ____, Edição Standard Brasileira das Obras completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1977.

GOFFMAN, Erving. Manicômios, prisões e conventos. São Paulo: Perspectiva, 1987.

LACAN, Jacques. O Seminário, livro 3: As psicoses [1955-1956]. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1997.

NOMINÉ, Bernard. Sobre identidade e identificações. São Paulo: Blucher, 2018.

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE 1990. Organização Mundial da Saúde. Declaração de Caracas. Caracas.

SIBEMBERG, Nilson; SILVA, Maria Cristina. Notas de um percurso inacabado. In: Revista 1 do CAIS MENTAL CENTRO, nov. 2006, Porto Alegre, p. 10.

TESTA, Mario. Pensar em saúde. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.

Downloads

Publicado

2021-04-15

Como Citar

Sibemberg, N. (2021). CAPS II CaisMental Centro: A construção de um CAPS II no processo da reforma psiquiátrica brasileira. Revista Desenvolvimento Social, 26(2), 81-101. https://doi.org/10.46551/issn2179-6807v26n2p81-101