O FUNDAMENTO TRÁGICO DA METAFÍSICA EM HEIDEGGER

  • Daniel da Silva Toledo
Palavras-chave: Heidegger; Tragédia; Metafísica; Precariedade

Resumo

O propósito maior desse artigo consiste em apontar para uma possível relação histórico-existencial entre a dimensão originariamente trágica da história do ser e o horizonte metafísico delineado pelo pensamento do filósofo alemão Martin Heidegger. A partir disso, aquilo que também tentaremos evidenciar é que a condição originariamente trágica do mortal deverá ser compreendida como essencialmente metafísica basicamente pelo seu comprometimento existencial com uma fratura de sentido que lhe sobrepuja e lhe escapa. De maneira complementar, devemos poder afirmar que a metafísica é essencialmente trágica, caso possamos localizar o gérmen do seu eixo de força radicado no elemento da precariedade humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel da Silva Toledo
Bacharel em Filosofia pela UFJF, mestre, doutor e pós-doutor pelo PPCIR-UFJF e pós-doutor pela PUC-MG
Publicado
2019-12-26
Como Citar
da Silva ToledoD. (2019). O FUNDAMENTO TRÁGICO DA METAFÍSICA EM HEIDEGGER. Revista Poiesis, 16(1), 71 - 82. Recuperado de //www.periodicos.unimontes.br/index.php/poiesis/article/view/16
Seção
Artigos