Possibility of using Information Literacy, Mathematical Literacy and Problem-Solving methodology to teach mathematical concepts related to the contents of Spatial Geometry and Matrices to High School students

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46551/emd.v6n12a07

Palavras-chave:

Teaching Methodologies, Research in the Classroom, Mediating Teacher, Information Literacy

Resumo

This research aimed to investigate methodological possibilities for teaching Mathematics, in High School, based on the triad Informationl Literacy, Mathematical Literacy and Problem-Solving methodology. To this end, it was carried out bibliographic and field research, with predominantly qualitative results. The suggested methodological proposal was validated with 2nd year high school classes of a public school in Alexânia (GO). In the proposed approach, the teacher acted as a mediator of the teaching and learning process, and it was noticed that the research practice in the classroom served as a foundation for the construction of new concepts. The proposed problems were starting points, that is, introductory to the contents covered in the didactic sequences and did not aim at fixing or finalizing a content. We emphasize that Information Literacy directly influences the achievement of Mathematical Literacy, which is about giving students subsidies to understand mathematics in the modern world.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALLEVATO, Norma Suely Gomes. Associando o computador à Resolução de Problemas fechados: análise de uma experiência. 2005. 370f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) — Instituto de Geociências e Ciências Exatas. Universidade Estadual Paulista. Rio Claro.

BERBEL, Neusi Aparecida Navas. As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina, Londrina, v. 32, n. 1, p. 25-40, jan./jun. 2011.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/SEB, 2018.

BICALHO, Jossara Bazílio de Souza Bicalho; ALLEVATO, Norma Suely Gomes; SILVA, José Fernandes da. A Resolução de Problemas na formação inicial: compreensões de futuros professores de Matemática. Educação Matemática Debate, Montes Claros, v. 4, n. 10, p. 1-26, 2020.

CARMO, Michelle Souza do; DUTRA, Thalita Franco dos Santos. A pesquisa escolar na implementação do Letramento Informacional: enfoque no modelo BIG6. In: GOMES, Suely Henrique de Aquino; SANTOS, Andréa Pereira dos; REIS, Filipe; OLIVEIRA, Frederico Ramos. (Org.). Letramento Informacional: educação para a informação. Goiânia: Gráfica UFG, 2016, p. 303-322.

D'AMBRÓSIO, Ubiratan. Literacy, Matheracy and Technocracy: a trivium for today. Mathematical Thinking and Learning, v. 1, n. 2, p. 131-153, jun. 1999.

D'AMBRÓSIO, Ubiratan. Sociedade, cultura, Matemática e seu ensino. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 1, p. 99-120, jan./abr. 2005.

DAVENPORT, Thomas Hayes. Ecologia da informação: porque só a tecnologia não basta para o sucesso na era da informação. Translation by Bernadette Siqueira Abrão. São Paulo: Futura, 1998.

DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. 10. ed. Campinas: Autores Associados, 2015.

DE PAULA, Adriana Chilante; HARRES, João Batista. Teoria e prática no “educar pela pesquisa”: análise de dissertações em Educação em Ciências. Contexto & Educação, Ijuí, v. 30, n. 96, p. 156-192, 2015.

DIEDRICH, Roberta Campani. Pesquisa escolar em tempos de cibercultura: ensinando Matemática com o auxílio da internet. 2009. 104f. Dissertação (Mestrado em Ciências e Matemática) — Escola Politécnica. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre.

DUDZIAK, Elisabeth Adriana. Information literacy: princípios, filosofia e prática. Ciência da Informação, Brasília, v. 32, n. 1, mai. 2003.

FIALHO, Janaína Ferreira. A formação do pesquisador juvenil: um estudo sob o enfoque da competência informacional. 2004. 130f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Informação) — Escola de Ciência da Informação. Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte.

FINO, Carlos Nogueira. Vygotsky e a Zona de Desenvolvimento Proximal (ZDP): três implicações pedagógicas. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 14, n. 2, p. 273-291, 2001.

FROEHLICH, Thomas J. Caveat web surfer! responsabilidade social e recursos da Internet. TransInformação, Campinas, v. 10, n. 2, p. 15-37, maio/ago. 1998.

GASQUE, Kelley Cristine Gonçalves Dias. Arcabouço conceitual do Letramento Informacional. Ciência da Informação, Brasília, v. 39, n. 3, p. 83-92, set./dez. 2010.

GASQUE, Kelley Cristine Gonçalves Dias. Letramento Informacional: pesquisa, reflexão e aprendizagem. Brasília: Editora FCI/UnB, 2012.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GUIMARÃES, Camilla de Carvalho; GONÇALVES, Eline Simões. Uma reflexão sobre o papel da internet na prática da Pesquisa Escolar. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIA, 9, 2013, Águas de Lindoia. Atas do IX ENPEC. Águas de Lindóia: ABRAPEC, 2013, p. 1-8.

LANZI, Lucirene Andréa Catini; VECHIATO, Fernando Luiz; COSTA, Ana Maria Jensen Ferreira; VIDOTTI, Silvana Aparecida Borsetti Gregorio; CASARIN, Helen de Castro Silva. Tecnologias de Informação e Comunicação no cotidiano dos adolescentes: enfoque no comportamento e nas competências informacionais da geração Google. Informação & Informação, Londrina, v. 17, n. 3, p. 49-75, set./dez. 2012.

LEAL JÚNIOR, Luiz Carlos; ONUCHIC, Lourdes de la Rosa. Ensino e aprendizagem de Matemática através da Resolução de Problemas como prática sociointeracionista. Bolema, Rio Claro, v. 29, n. 53, p. 955-978, dez. 2015.

MAGGI, Noeli Reck; AMÉRICO, Rebeca Martínez. Linguagem, aprendizagem e tecnologias da informação: uma leitura no âmago do sociointeracionismo segundo Vygotsky. Nonada, Porto Alegre, v. 2, n. 21, out. 2013.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos da Metodologia Científica. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2003.

NEVES, Bárbara Coelho. Mediação da informação para agentes sociodigitais: o salto. Ciência da Informação, Brasília, v. 40, n. 3, p. 413-424, set./dez. 2011.

OLIVEIRA, Marta Kohl de. Vygotsky: alguns equívocos na interpretação de seu pensamento. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 81, p. 67-69, maio. 1992.

ONUCHIC, Lourdes de La Rosa; ALLEVATO, Norma Suely Gomes. Pesquisa em Resolução de Problemas: caminhos, avanços e novas perspectivas. Bolema, Rio Claro, v. 25, n. 41, p. 73-98, 2011.

PISA — Programa Internacional de Avaliação de Alunos. Letramento Matemático. 2010. Disponível em https://download.inep.gov.br/download/internacional/pisa/2010/letramento_matematico.pdf; acesso em: 8 abr. 2019.

POLYA, George. O ensino por meio de Problemas. Revista do Professor de Matemática, Rio de Janeiro, n. 7, p. 11-16, 1985.

POSSAMAI, Janaína Poffo; CARDOZO, Dionei; MENEGHELLI, Juliana. Concepções dos professores de Matemática quanto à utilização de exercícios, situações contextualizadas e problemas. Amazônia, Belém, v. 14, n. 31, p. 73-87, mar./out. 2018.

SILVA, Edna Lúcia da; LOPES, Marili Isensee. A internet, a mediação e a desintermediação da informação. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 12, n. 2, abr. 2011.

SILVA, Valquírio Firmino da. A Resolução de Problemas: concepções evidenciadas na prática e no discurso de professores de Matemática do Ensino Fundamental. In: SIMPÓSIO LINGUAGENS E IDENTIDADES DA/NA AMAZÔNIA SUL-OCIDENTAL, 10, 2016, Rio Branco. Anais do 10º X SLIASO: Trânsitos pós-coloniais e de colonialidade de saberes e sentidos. Rio Branco: UFAC, 2016, p. 1-15.

TIESEN, Sandryne Maria de Campos; ARAÚJO, Rafaele Rodrigues de. O ensino de Matemática por meio da contextualização e da pesquisa. Educação Matemática Debate, Montes Claros, v. 4, n. 10, p. 1-16, 2020.

THADEI, Jordana. Mediação e educação na atualidade: um diálogo com professores formadores. In: BACICH, Lilian; MORAN, José. (Org.). Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem teórico-prática. Porto Alegre: Penso, 2018, p. 188-211.

Arquivos adicionais

Publicado

23-05-2022