Tarefas exploratório-investigativas de ensino-aprendizagem-avaliação para o desenvolvimento do pensamento algébrico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46551/emd.e202121

Palavras-chave:

Pensamento Algébrico, Tarefas Exploratório-Investigativas, Avaliação Formativa, Anos Iniciais

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa sobre as manifestações de alunos dos Anos Iniciais em relação à potencialidade das tarefas exploratório-investigativas de ensino-aprendizagem-avaliação para o desenvolvimento do pensamento algébrico. O aporte teórico baseou-se nos debates a respeito da avaliação para a aprendizagem e das tarefas exploratório-investigativas, no campo do pensamento algébrico. As atividades investigativas foram desenvolvidas em uma escola pública de ensino regular, localizada em um bairro periférico da cidade de Belém-PA, em uma turma do 4º ano, composta por 24 estudantes. O percurso investigativo foi de natureza qualitativa, por meio da análise do desenvolvimento de tarefas de ensino-aprendizagem-avaliação, realizadas em sala de aula, por grupos de estudantes. As tarefas mostraram-se propícias para serem trabalhadas nos Anos Iniciais e pertinentes para articular ensino-aprendizagem-avaliação, por meio de feedback direcionado para o desenvolvimento do pensamento algébrico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARBOSA, Elsa. A exploração de padrões num contexto de tarefas de investigação com alunos do 8º ano de escolaridade. 2007. 119f. Dissertação (Mestrado em Educação) — Escola de Ciências Sociais. Universidade de Évora. Évora.

BARBOSA, Elsa. Práticas de um professor, participação dos alunos e pensamento algébrico numa turma de 7º ano de escolaridade. 2019. 312f. Tese (Doutorado em Ciências da Educação) — Instituto de Investigação e Formação Avançada. Universidade de Évora, Évora.

BECK, Vinicius Carvalho; SILVA, João Alberto. O estado da arte das pesquisas sobre o pensamento algébrico com crianças. Revemat, Florianópolis, v. 10, n. 2, p. 197-208, maio/ago. 2015.

BLACK, Paul; WILIAM, Dylan. Assessment and classroom learning. Assessment in Education: principles, policy and practice, v. 5, n. 1, p. 7-74, jul. 1998.

BLACK, Paul; WILLIAM, Dylan. Developing the theory of formative assessment. Educational Assessment, Evaluation and Accountability, v. 21, n. 1, p. 5-31, jan. 2009.

BLANTON, Maria L. Algebra and the elementary classroom: transforming thinking, transforming practice. Portsmouth: Heinemann, 2008.

BLANTON, Maria L.; KAPUT, James J. Characterizing a classroom practice that promotes algebraic reasoning. Journal for Research in Mathematics Education, v. 36, n. 5, p. 412- 446, nov. 2005.

BORRALHO, António Manuel Águas; LUCENA, Isabel Cristina Rodrigues; BRITO, Maria Augusta Raposo de Barros Brito. Avaliar para melhorar as aprendizagens em Matemática. Belém: SBEM-PA, 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular: Educação Infantil e Ensino Fundamental. Brasília: MEC/SEB, 2017.

CANAVARRO, Ana Paula. O pensamento algébrico na aprendizagem da Matemática nos primeiros anos. Quadrante, Lisboa, v. 16, n. 2, p. 81-118, jul./dez. 2007.

CANAVARRO, Ana Paula; OLIVEIRA, Hélia Margarida; MENEZES, Luís. Práticas de ensino exploratório da Matemática: o caso de Célia. In: ENCONTRO DE INVESTIGAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 2012, Castelo de Vide. Atas de EIEM: Práticas de ensino de Matemática. Lisboa: SPIEM, 2012, p. 255-265.

CARRAHER, David William; SCHLIEMANN, Analúcia Dias. Early algebra and algebraic reasoning. In: LESTER JR., Frank K. (Ed.). Second handbook of mathematics teaching and learning. Charlotte: Information Age Publishing, 2007, p. 669-705.

FERNANDES, Domingos. Articulação da aprendizagem, da avaliação e do ensino: questões teóricas, práticas e metodológicas. In: ALVES, Maria Palmira; DE KETELE, Jean-Marie. (Org.). Do currículo à avaliação, da avaliação ao currículo. Porto: Porto Editora, 2011a, p. 131-142.

FERNANDES, Domingos. Avaliação das aprendizagens: uma agenda, muitos desafios. Lisboa: Texto Editora, 2004.

FERNANDES, Domingos. Avaliar para melhorar as aprendizagens: análise e discussão de algumas questões essenciais. In: FIALHO, Isabel; SALGUEIRO, Hélio. (Org.). TurmaMais e sucesso escolar: contributos teóricos e práticos. Évora: CIEP-UEvora, 2011b. p. 81-107.

FIORENTINI, Dario; MIORIM, Maria Angela; MIGUEL, Antonio. Contribuição para um repensar a educação algébrica elementar. Pro-Posições, Campinas, v. 4, n. 1, p. 78-90, mar. 1993.

FONSECA, Helena; BRUNHEIRA, Lina; PONTE, João Pedro. As actividades de investigação, o professor e a aula de Matemática. Lisboa: APM, 1999.

KIERAN, Carolyn. Overall commentary on early algebraization: perspectives for research and teaching. In: CAI, Jinfa; KNUTH, Eric. (Ed.). Early algebraization: a global dialogue from multiple perspectives. Heidelberg: Springer, 2011. p. 579-593.

LINS, Romulo Campos; GIMENEZ, Joaquim. Perspectivas em Aritmética e Álgebra para o século XXI. Campinas: Papirus, 1997.

MESCOUTO, Juliana Batista. Tarefas exploratório-investigativas para o desenvolvimento do pensamento algébrico nos anos iniciais: uma experiência para se pensar a relação ensino-aprendizagem-avaliação. 2019. 122f. Dissertação (Mestrado em Docência em Educação em Ciências e Matemáticas) — Instituto de Educação Matemática e Científica. Universidade Federal do Pará. Belém.

MESTRE, Célia Maria Martins Vitorino. O desenvolvimento do pensamento algébrico de alunos do 4º ano de escolaridade: uma experiência de ensino. 2014. 379f. Tese (Doutorado em Educação) — Instituto de Educação. Universidade de Lisboa. Lisboa.

OLIVEIRA, Vania Sara Doneda de; BASNIAK, Maria Ivete. O planejamento de aulas assentes no ensino exploratório de Matemática desenvolvidas no ensino remoto de emergência. Educação Matemática Debate, Montes Claros, v. 5, n. 11, p. 1-29, 2021.

PERRENOUD, Philippe. Avaliação: da excelência à regulação das aprendizagens-entre duas lógicas. Tradução de Patrícia Chittoni Ramos. Porto Alegre: Artmed, 1999.

PONTE, João Pedro, BRANCO, Neusa; MATOS, Ana. Álgebra no ensino básico. Lisboa: DGIDC, 2009.

PONTE, João Pedro. Explorar e investigar em Matemática: uma actividade fundamental no ensino e na aprendizagem. Revista Iberoamericana de Educación Matemática, v. 6, n. 21, p. 13-30, mar. 2010.

PONTE, João Pedro; NUNES, Cláudia Canha; QUARESMA, Marisa. Explorar, investigar, interagir na aula de Matemática: elementos fundamentais para a aprendizagem. In: SILVA, Adelmo Carvalho da; CARVALHO, Mercedes; RÊGO, Rogéria Gaudencio do. (Org.). Ensinar Matemática: formação, investigação e práticas docentes. Cuiabá: EdUFMT, 2012, p. 49-74.

RIBEIRO, Alessandro Jacques; CURY, Helena Noronha. Álgebra para a formação do professor: explorando os conceitos de equação e de função. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

VERSCHAFFEL, Lieven; GREER, Brian; DE CORTE, Erik. Whole number concepts and operations. In: LESTER, Frank K. (Ed.). Second handbook of mathematics teaching and learning. Charlotte: Information Age Publishing, 2007, p. 557-628.

VILLAS-BOAS, Benigna Maria de Freitas. Virando a escola do avesso por meio da avaliação. Campinas: Papirus, 2008.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

31-08-2021