A régua de carpinteiro (escalas) de Leonard Digges (1520-1559) para o estudo de conceitos matemáticos: possível incorporação na Educação Básica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46551/emd.e202109

Palavras-chave:

Régua de Carpinteiro, Unidade de Medidas, Ensino de Matemática

Resumo

A utilização de documentos históricos, como recursos didáticos advindos da História da Matemática, possibilita construções de interfaces entre a história e o ensino. Dentre esses documentos, encontra-se o tratado A Booke Named Tectonicon, publicado no ano de 1556, pelo inglês Leonard Digges (1520-1559), que apresenta três instrumentos de medida. A partir disso, este artigo tem o intuito de apresentar conceitos matemáticos incorporados nas escalas graduadas da régua de carpinteiro. Para isso, fez-se necessário realizar uma pesquisa qualitativa de cunho documental, efetuando uma tradução da obra original, visando compreender os conhecimentos matemáticos presentes no tratado. Após observar o lado do instrumento que apresenta as escalas graduadas, nota-se, em sua construção, a mobilização de conceitos matemáticos como unidades de medida e frações. Assim, conclui-se que o processo de construção e graduação da parte da frente da régua de carpinteiro possui itens potencialmente didáticos, voltados, principalmente, para a incorporação de instrumentos matemáticos ao ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALFONSO-GOLDFARB, Ana Maria. O que é História da Ciência. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BRASIL, Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular do Ensino Médio. Brasília: MEC/SEB, 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CASTILLO, Ana Rebeca Miranda. Um estudo sobre os conhecimentos matemáticos incorporados e mobilizados na construção e no uso do báculo (cross-staff) em A Boke Named Tectonicon de Leonard Digges. 2016. 121f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) — Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologiaas. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo.

DIGGES, Leonard. A boke named Tectonicon. London: Felix Kyngston, 1605.

DIGGES, Leonard. A boke named Tectonicon. London: Iohn Daye, 1556.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GILLIPSIE, Charles Coulston. Leonard Digges. Dictionary of Scientific Biography. New York: Charles Scribner's Sons, 1971, 3. v., p. 97-98.

KRIPKA, Rosana Maria Luvezute; SCHELLER, Morgana; BONOTTO, Danusa de Lara. Pesquisa documental: considerações sobre conceitos e características na Pesquisa Qualitativa. In: CONGRESSO IBERO-AMERICANO EM INVESTIGAÇÃO QUALITATIVA, 4, 2015, Aracaju. Anais do CIAIQ2015. Aracaju: Universidade Tiradentes, 2015, p. 243-247.

PAULINO, Sabrina de Sousa; ARGEMIRO FILHO, Carlos Ferreira; PEREIRA, Ana Carolina Costa. Alguns aspectos contextuais da régua e do esquadro de carpinteiro no tratado A Booke Named Tectonicon (1556) de Leonard Digges. Boletim Cearense de Educação e História da Matemática, Fortaleza, v. 7, n. 20, p. 170-180, jul. 2020.

SAITO, Fumikazu. História da Matemática e suas (re)construções contextuais. São Paulo: Livraria da Física/SBHMat, 2015.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

08-04-2021