Tecnologias geográficas no ensino médio: estudo de caso em escolas públicas de Montes Claros/MG

Autores

  • Welton Silva Ferreira Universidade Candido Mendes – UCAM, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.
  • Marcos Esdras Leite Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-9020-6445

DOI:

https://doi.org/10.22238/rc24482692v15n12017p330a350

Palavras-chave:

Geotecnologias; cartografia; ensino-aprendizagem; limitações.

Resumo

O presente estudo tem como finalidade, a investigação do conteúdo das geotecnologias no ensino médio em algumas escolas estaduais de Montes Claros-MG, com virtude na otimização e valorização desta área do conhecimento que compete ao ensino escolar, tendo em vista o avanço e acessibilidade dos meios tecnológicos aos estudantes, mas não há familiarização dos mesmos com esses meios no ambiente escolar. Aos professores, cabe considerar neste trabalho, a maneira como eles congregam o assunto proposto ao seu sistema de trabalho, analisando as possíveis dificuldades encontradas. Inicia-se o trabalho apresentando um breve histórico das geotecnologias e o seu desdobramento nos tempos vigente fazendo menção aos meios pedagógicos e de softwares voltados para a prática cartográfica. Metodologicamente serão acatadas como objeto e critério da pesquisa, cinco escolas estaduais localizadas no perímetro urbano da cidade. Posteriormente foi aplicado um formulário aos professores das referidas escolas, em modo de amostra, com intuito de acurar os entraves no processo de ensino-aprendizagem acerca da disciplina. Após a obtenção dos resultados verificou-se a capacidade de apreensão do conteúdo das geotecnologias e as arestas a serem aparadas no que tange o ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Welton Silva Ferreira, Universidade Candido Mendes – UCAM, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.

Possui Graduação em Geografia pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) e Pós-Graduação Lato Sensu em Geoprocessamento e Georreferenciamento pela Universidade Candido Mendes (UCAM).

Marcos Esdras Leite, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil.

Possui Graduação em Geografia pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES), Mestrado e Doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atualmente é Professor do Departamento de Geociências, do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Montes Claros (PPGEO-UNIMONTES) e do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Social da Universidade Estadual de Montes Claros (PPGDS-UNIMONTES).

Referências

ALMEIDA, R. D. Do desenho ao mapa: iniciação cartográfica na escola. São Paulo: Contexto, 2001.

BRANDÃO, C. R. O que é educação, 33ª Ed. Brasiliense, São Paulo. 1995.

CALDAS, R. F., Alencar M. C. F. Construção do conhecimento através das redes eletrônicas: o caso de uma escola especializada de ensino de 2°; primeira parte- os professores. Revista ETD – Educação Temática Digital, Campinas, v.3, n.1, dez.2001.

CÂMARA, G.; DAVIS, C. Introdução: por que geoprocessamento? In: CÂMARA, Gilberto; DAVIS, Clodoveu; MONTEIRO, Antônio Miguel Vieira (Ed.). Introdução à ciência da geoinformação. São José dos Campos: INPE, 2001. (INPE-8562-PRE/4306).

CARVALHO, L.F.F. O papel do estágio na formação do professor de Geografia. Anais do III Encontro Regional de Ensino de Geografia: Práticas educativas em ensino de Geografia (re) criando os documentos curriculares/ Associação dos Geógrafos do Brasil. Campinas, São Paulo, p.191, 2013.

DI MAIO, A. C. Geotecnologias digitais no ensino médio (tese de doutorado)- Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências exatas – Rio Claro, (188p.) 2004.

DI MAIO, A. C., SETZER A.W. Educação, Geografia e o desafio de novas Tecnologias. Revista Portuguesa de Educação – Braga-Portugal, 24(2), p. 211-241 2012.

FITZ, P. R., Novas Tecnologias e os caminhos da ciência geográfica Revista Diálogo, canoas - RS - Brasil Ed. Unilasalle n°6, 2005.

_______________. Geoprocessamento no ensino médio. In: VII Conferência Iberoamericana de SIG, 1999, Mérida -Venezuela. VII CONFIBSIG, 1999.

IBGE, Noções básicas de cartografia. Departamento de cartografia. Rio de Janeiro: N° 8, IBGE, 1999.

LACOSTE, Y. A Geografia – Isso Serve, em Primeiro Lugar para Fazer a Guerra. Campinas: Ed. Papirus, 1989.

LEITE, M. E. Geoprocessamento aplicado ao estudo do espaço urbano: o caso da cidade de Montes Claros/MG (dissertação de mestrado)- Universidade Federal de Uberlândia 2006, (177p.).

LOPES, C. S. Aprendizagem da docência em Geografia: Reflexões sobre a construção da profissionalidade. In: Revista Ensino em Re-vista, - Uberlândia-MG - ISSN versão eletrônica:1983-1730 V.19, nº 2, Jul./dez. 2012.

MARTINELLI, M. Mapas da geografia e cartografia temática – São Paulo: Contexto. 2003.

MEC. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília, São José dos Campos: MEC/Univap. 2001.

MOREIRA, J. C., SENE, E. de, Geografia: volume único (ensino médio) – São Paulo; Scipione, 2005.

RIBEIRO E. A. A perspectiva da entrevista na investigação qualitativa. Evidência: Olhares e pesquisa em saberes educacionais. Araxá/MG. V.4, nº4, p. 129-148, 2008.

ROSA, R. BRITO, J.L.S. Introdução ao Geoprocessamento: Sistema de Informação Geográfica. Uberlândia, Ed. Da Universidade Federal de Uberlândia,1996.

ROSA, R. Introdução ao Sensioramento Remoto, 5. ed. Uberlândia. Ed. Da Universidade Federal de Uberlândia. 2003.

SOUZA, J.G. de, KATUTA, A. M. Geografia e conhecimentos Cartográficos. A cartografia no movimento de renovação da geografia brasileira e a importância do uso de mapas. – São Paulo: Editora UNESP, 2001.

Sites consultados

MARIANELLI, G. Introdução ao Geoprocessamento. Disponível em:

<http://www.ebah.com.br/content/ABAAABSVAAE/geoprocessamento-conceito-historico-evolucao> Acessado em Janeiro de 2010

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATISTICA. Geociências. Disponível em: <.http://www.ibge.gov.br> Acessado em Janeiro de 2010

Downloads

Publicado

2017-06-30

Como Citar

SILVA FERREIRA, W.; LEITE, M. E. . Tecnologias geográficas no ensino médio: estudo de caso em escolas públicas de Montes Claros/MG. Revista Cerrados, [S. l.], v. 15, n. 01, p. 330–350, 2017. DOI: 10.22238/rc24482692v15n12017p330a350. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/cerrados/article/view/1364. Acesso em: 4 jul. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>