A mineração no contexto do Norte de Minas Gerais

Autores

  • Marcos Esdras Leite Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Rita Mariana Nogueira Silva Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Palavras-chave:

Mineração.Desenvolvimento.Norte de Minas.

Resumo

Existe um debate instalado no Norte de Minas Gerais sobre a perspectiva de ampliação e implantação de projetos de extração mineral. Há um discurso dicotômico em relação às conseqüências desses projetos. O governo de Minas Gerais tem se apresentado como incentivador dessa atividade como indutora de desenvolvimento. No entanto, há resistências a esse modelo defendido pelo governo. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi analisar de maneira sucinta os aspectos que cercam o debate sobre a mineração no Norte de Minas. De maneira específica abordou a forma e a visão do Governo de Minas Gerais e dos Movimentos Sociais sobre a mineração como alternativa para o desenvolvimento. A metodologia deste artigo parte de uma leitura crítica de processos desenvolvimentistas e na discrepância entre a proposta de desenvolvimento econômico e conceito de desenvolvimento social. A partir das análises realizadas para este trabalho, acredita-se que a reconfiguração do cenário minerador no Norte de Minas Gerais perpassa por um estudo sistemático e com rígidos critérios que direcionem o entendimento total da situação. No entanto, a proposta do governo, aponta para uma visão econômica. Por isso, é importante provocar debates mais complexos, analíticos e propositivos sobre a mineração no Norte de Minas Gerais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Esdras Leite, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Professor Doutor Departamento Geociências– UNIMONTES; Programa de Pós Graduação em Geografia – PPGEO; Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Social – PPGDS; Bolsista Produtividade FAPEMIG

Rita Mariana Nogueira Silva, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Mestranda do Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Social – PPGDS Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES

Referências

BRASIL - Ministério das Minas e Energias. Plano Nacional de Mineração 2030. Brasília, 2010. Disponível em: Acesso em 28/09/20113.

BRITO, N. de M. Mineração e desenvolvimento regional em Corumbá--MS.Dissertação. 2011. (Mestrado em Geografia) –Universidade Federal daGrande Dourados. Dourados, 2011. Disponível em:Acesso em: 29/09/2013

CARMO, F. et.al. Cangas: Ilhas de ferro estratégicas para a conservação. Revista Ciência Hoje. Belo Horizonte, 2012. p. 48-53. Disponível em: . Acesso em: 05/10/2013

________.Novo sítio espeleológico em sistemas ferrugionosos, no vale do Rio do Peixe Bravo, Norte de Minas Gerais, Brasil.Revista Espeleo Tema. v.22, p.25-39. Campinas, 2011. Disponível em:

-tema/espeleo-tema_v22_n1_025-039.pdf> Acesso em: 21/10/2013.

CENTRO DE DESENVOLVIMENTO E PLANEJAMENO REGIONAL. Plano regional estratégico em torno de grandes projetos minerários no Norte de Minas.Belo Horizonte, 2012. Produto 01.

________. Plano regional estratégico em torno de grandes projetos minerários no Norte de Minas. Belo Horizonte, 2013. Produto 02.

________. Plano regional estratégico em torno de grandes projetos minerários no Norte de Minas. Belo Horizonte, 2013. Produto 03.

CENTRO DE ESTATÍSTICA E INFORMAÇÕES. Perfil de Minas Gerais 2012. Belo Horizonte, 2013. Disponível em: . Acesso em: 15/10/2013.

COELHO, T. P. Subdesenvolvimento e dependência: um debate entre o pensamento da Cepal dos anos 50s e a Teoria da Dependência. In.:REVISTA PERSPECTIVA SOCIOLÓGICA. Nº 04, 2010, p. 01-13. Disponível em: <http://www.cp2.g12.br/UAs/se/departamentos/sociologia/pespectiva_sociologica/ Frameset.htm>

COMISSÃO PASTORAL DA TERRA. Mineração no Norte de Minas: não às crateras da cobiça. (folheto).

ESTEVES, M. Grão Mogol. Rio de Janeiro: Gráfica Laemmert Limitada, 1961.

GÓES, F. Investimento mundial em mineração alcança US$ 735 bi,diz consultoria. Valor Econômico. São Paulo, 24 set. 2013. Disponível em:<http://www.valor.com.br/empresas/3281128/investimento-mundial-em--mineracao-alcanca-us-735-bi-diz-consultoria>

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Plano de governo 2011-2014. Belo Horizonte, 2011.

GUTIERRES, H. E. P. A efetividade da gestão ambiental nas empresas de mineração no estado da Paraíba na ótica das comunidades.Dissertação. 2011. (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa, 2011. Disponível em: . Data do acesso: 01/10/2013.

IGLESIAS, H. V. O papel do Estado e os paradigmas econômicos na América Latina. In.:REVISTA CEPAL – Número especial em Português, 2010, p. 45-53. Disponível em: <http://www.cepal.org/cgibin/getProd.asp?xml=/publicaciones/

xml/9/39559/P39559.xml&xsl=/revista/tpl/p9f.xsl&base=/revista/ tpl/top-bottom.xslt>

RODRIGUES, L. Formação Econômica do Norte de Minas e o Período Recente. In.:OLIVEIRA, F. et al. Formação Social e Econômica do Norte de Minas.Montes Claros: Ed. Unimontes, 2000.

Downloads

Publicado

2014-12-31

Como Citar

LEITE, M. E.; SILVA, R. M. N. A mineração no contexto do Norte de Minas Gerais. Revista Cerrados, [S. l.], v. 12, n. 01, p. 165–180, 2014. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/cerrados/article/view/2983. Acesso em: 11 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>