FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM SERVIÇO SOCIAL NO BRASIL E PARAGUAI

UM ESTUDO DE CASO NA UNILA E UNA

Autores

  • Filipe Silva Neri UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
  • Maria Geusina da Silva Universidade Federal da Integração Latino-Americana

DOI:

https://doi.org/10.46551/rssp.202124

Palavras-chave:

Serviço Social, Formação Profissional, UNA, UNILA

Resumo

O presente artigo pretende apresentar as semelhanças e diferenças no processo de formação profissional dos assistentes sociais no Arco Sul do MERCOSUL, tendo como referência os cursos de Serviço Social/Trabajo Social da Universidade Federal da Integração Latino-Americana e Universidade Nacional de Assunção, no Brasil e Paraguai. Buscou-se, a partir de revisão de literatura e documental, descrever como se deu a construção das propostas pedagógicas dos respectivos cursos, identificando as entidades representativas da categoria profissional envolvidas, conhecendo os marcos regulatórios e jurídico-normativos que fundamentam e balizam a formação em Serviço Social/Trabajo Social nos países estudados. As incursões possibilitaram identificar que ambas propostas formativas estudadas vêm buscando formar assistentes sociais/trabajadores sociales com perfil capaz de intervir e que materializem ações que estejam condizentes com os princípios dos Códigos de Ética e das Leis que regulamentam a profissão; a existência de elementos que se materializam de modo mais simétricos do que assimétricos, demonstrando a possibilidade de intercambiar saberes, práticas e conhecimentos entre as duas instituições de ensino, assim como seu respectivo aprofundamento com os demais países da América Latina e Caribe.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Filipe Silva Neri, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA

Assistente Social (CRESS 13621/ 11ª Região-PR). Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) (2015-2019). Atualmente mestrando em Serviço Social e Política Social na Universidade Estadual de Londrina (UEL) (2020-2022). Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. É membro do Observatório Social do Instituto MERCOSUL de Estudos Avançados (IMEA/UNILA). Membro do Grupo de Pesquisa Serviço Social, Proteção Social, Migrações e Fronteiras (UNILA) e do Grupo de Pesquisa Serviço Social: fundamentos e trabalho do assistente social nas políticas públicas e sociais (UEL)

Maria Geusina da Silva, Universidade Federal da Integração Latino-Americana

Assistente Social. Doutora em Serviço Social. Professora do curso de Serviço Social da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), Instituto Latino-Americano de Economia, Sociedade e Política (ILAESP). Lider do Grupo de Pesquisa Serviço Social, Proteção Social,  Migrações e Fronteiras. Coordenadora do Observatório Social do Instituto MERCOSUL de Estudos Avançados (IMEA/UNILA)

Referências

ABEPSS. Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social. Diretrizes gerais para o curso de serviço social. Cadernos Abess, São Paulo: Cortez, n. 7, 1997.

ABEPSS. Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social. Diretrizes Curriculares elaboradas pela equipe de especialistas de 1999.

AGUIAR, Antônio Geraldo de. Serviço Social e Filosofia das origens a Araxá. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

BATTILANA, Nidia. LÓPEZ, Sara. Incorporación de la teoría crítica en la formación profesional del trabajo social en la Universidad Nacional de Asunción: una búsqueda sostenida. In.: Formación en trabajo social: miradas y reflexiones sobre el proceso de enseñanza. Editorial Fundación la Hendija. 2018.

CARVALHO, Alba Maria Pinho. O projeto da formação profissional do assistente social na conjuntura brasileira. Cadernos Abess, n. 1, 1986.

GARCÍA, Stella Mary. Avances y perspectivas en la formación profesional. Margen: revista de trabajo social y ciencias sociales, n. 41, p. 6, 2006. Disponível em: https://www.margen.org/suscri/margen41/García.html#sdfootnote2sym. Acesso em: 01 set. 2019.

GARCÍA, Stella Mary. Bases para un análisis del origen del Trabajo Social en Paraguay. Assunção: Base Is. 1996.

GARCÍA, Stella Mary. La reconceptualización de trabajo social em Paraguay. In Trabajo Social Latinoamericano. A 40 años de la Reconceptualización. Trabajo Social, n. 10, 2008

GUAZZELLI, Amanda; ADRIANO, Ana Lívia. Formação profissional em serviço social: Fundamentos e desafios ético-políticos. Temporalis, v. 16, n. 31, p. 237-260, 2016.

IAMAMOTO, Marilda Villela; DE CARVALHO, Raul. Relações sociais e serviço social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológica. Cortez, 2014.

IAMAMOTO, Marilda. Projeto profissional, espaços ocupacionais e trabalho do assistente social na atualidade. In.: CFESS – Atribuições privativas do(a) assistente social em questão. Brasília, 2002.

KOIKE, Maria Marieta. Formação profissional em Serviço Social: exigências atuais. Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABEPSS, p. 201-226, 2009. Disponível em: http://www.abepss.org.br/arquivos/anexos/koike-marieta-201608060345477665680.pdf. Acesso em 20 set. 2019.

LEWGOY, Alzira Maria Baptista; MACIEL, Ana Lúcia Suárez. O projeto de formação em Serviço Social: análise da sua trajetória histórica no período 1996 a 2016. Temporalis, v. 16, n. 32, p. 23-49, 2017. Disponível em: http://www.periodicos.ufes.br/temporalis/article/view/14227. Acesso em: 10 out. 2019.

LÓPEZ, Sara Raquel. Recorrido por la formación profesional del trabajo social en la Universidad Nacional de Asunción. In.: TRABAJO SOCIAL EN EL SIGLO XXI. Desafíos para la formación académica y profesional. Dykinson. 2018. Madrid. España

MOREIRA, Tales Willyan Fornazier; CAPUTI, Lesliane. As Diretrizes Curriculares da ABEPSS e os valores éticos e políticos para a formação profissional em Serviço Social. Temporalis, v. 16, n. 32, p. 97-121, 2016. Disponível em: http://www.periodicos.ufes.br/temporalis/article/view/14006. Acesso em: 10 out. 2019

NETTO, José Paulo. Ditadura e Serviço Social: uma análise do Serviço Social no Brasil pós-64. Cortez Editora, 2015.

VERA, Ada. La formación disciplinar del trabajo social. Conservadurismo, derechos sociales y políticas sociales. Revista MERCOSUR de Políticas Sociales, v. 2, p. 310-325, dez. 2018. ISSN 2663-2047. Disponível em: http://revista.ismercosur.org/index.php/revista/article/view/79. Acesso em: 01 set. 2019.

Downloads

Publicado

2021-07-24

Como Citar

Silva Neri, F., & da Silva, M. G. . (2021). FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM SERVIÇO SOCIAL NO BRASIL E PARAGUAI: UM ESTUDO DE CASO NA UNILA E UNA. Serviço Social Em Perspectiva, 5(02), 183–205. https://doi.org/10.46551/rssp.202124