PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

ATENDIMENTO AOS USUÁRIOS INTERNADOS NO PRONTO SOCORRO DO HOSPITAL SÃO PAULO E SEUS FAMILIARES EM TEMPOS DE PANDEMIA PELO COVID-19

Autores

  • Jéssica de Andrade Universidade Federal de São Paulo
  • Ana Maria Santana de Alcântara Universidade Federal de São Paulo
  • Cristhiene Montone Nunes Ramires Universidade Federal de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.46551/rssp.202108

Palavras-chave:

Serviço Social, Residência Hospitalar, COVID19

Resumo

Este trabalho tem como objetivo elucidar sobre a atuação do residente de Serviço Social aos usuários internados no Pronto Socorro do HU - Hospital São Paulo, a partir da declaração de Pandemia do COVID-19 em 11 de Março de 2020, através da Organização Mundial da Saúde - OMS, mediante relato de experiência. Diante de tal fato, as práticas profissionais do Serviço Social necessitaram de novos arranjos e discussões conjuntas, para garantir a assistência integral aos usuários que acessam a política pública de saúde, pautando sempre nas legislações, decretos e portarias vigentes. Para o desenvolvimento metodológico deste artigo, utilizou-se uma abordagem qualitativa e observação empírica da realidade, buscando respaldar-se em revisão de literatura, legislações pertinentes e pesquisa documental e assim, subsidiar as reflexões e discussões transcorridas durante o estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Maria Santana de Alcântara, Universidade Federal de São Paulo

Mestre em Ensino em Ciências da Saúde pelo CEDESS-UNIFESP. Especialista em Educação em Saúde pelo CEDESS-UNIFESP. Possui graduação em Serviço Social pela Faculdade Paulista de Serviço Social (2005). Atualmente é assistente social da Universidade Federal de São Paulo atuando no Pronto Socorro, Representante do Serviço Social no Colegiado da Residência Multiprofissional em Saúde da UNIFESP, Tutora, Orientadora e Preceptora da Residência Multiprofissional em Saúde da UNIFESP, Orientadora do Curso de Especialização de Serviço Social em Hospital Universitário e Supervisora de estágio de Graduação em Serviço Social. Docente de graduação do Centro Universitário Ítalo Brasileiro - UniÍtalo

Cristhiene Montone Nunes Ramires, Universidade Federal de São Paulo

Graduada em Serviço Social pela Faculdade Paulista de Serviço Social -SP (2005). Mestre Profissional em Reabilitação do Equilíbrio Corporal e Inclusão Social da Universidade Bandeirante Brasil (2015) . Especialização em Serviço Social em Hospital Universitário pela Unifesp e curso básico de LIBRAS - Língua Brasileira de Sinais. Representante do Serviço Social no Colegiado da Residência Multiprofissional em Saúde da UNIFESP. Tutora, Orientadora ,Preceptora e Docente da Residência Multiprofissional em Saúde da UNIFESP. Atuando na Universidade Federal de São Paulo-Unifesp / Hospital São Paulo.

Referências

BRASIL. Lei Orgânica da Saúde de nº 8.080 de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Brasília: Ministério da Saúde, 1990.

BRASIL. Lei nº 11.129, de 30 de junho de 2005.Institui o Programa Nacional de Inclusão de Jovens – ProJovem; cria o Conselho Nacional da Juventude – CNJ e a Secretaria Nacional de Juventude; altera as Leis nº s 10.683, de 28 de maio de 2003, e 10.429, de 24 de abril de 2002; e dá outras providências. Brasília: Ministério da Educação, 2005.

BRASIL. Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus responsável pelo surto de 2019. Brasília: Ministério da Saúde, 2020.

BRASIL. Portaria nº 356, de 11 de março de 2020. Dispõe sobre a regulamentação e operacionalização do disposto na Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, que estabelece as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus (COVID-19). Diário Oficial da União, 2020

BRASIL. Portaria nº 1.600, de 7 de julho de 2011. Reformula a Política Nacional de Atenção às Urgências e institui a Rede de Atenção às Urgências no Sistema Único de Saúde (SUS). Diário Oficial da União, 2011.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL. Código de Ética do Assistente Social. Brasília: CFESS, 2009.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL. Parâmetros para atuação de assistentes sociais na política de Assistência Social. Série trabalho e projeto profissional nas políticas sociais, n°1, Brasília: CFESS, 2009.

CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL. Novas orientações do CRESS-SP para Assistentes Sociais sobre o trabalho profissional diante da pandemia do coronavírus COVID - 19. Brasília: CRESS, 2020.

FERNANDES, Sandra. O Pronto Socorro do Hospital São Paulo: Entre o Ensino e a Assistência.2011. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).Disponívelem:http://repositorio.unifesp.br/bitstream/handle/11600/9865/Publico-12729.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acessado em: 04 de Maio de 2020.

GEOCZE, Luciana Projeto Pedagógico Programa de Residência Multiprofissional ou em Área Profissional da Saúde Processo de Autorização. São Paulo – SP, 2012. Disponível em: https://www.unifesp.br/reitoria/proec/images/projeto-pedagogico5.pdf. Acesso: 19 Jun 2020.

MARTINELLI, M. L. O exercício profissional do assistente social na área da Saúde: Algumas reflexões éticas. Serviço Social & Saúde. São Paulo: UNICAMP, v. 6, (VI) p.21-34, maio, 2007.

MATOS, M. C. de. Serviço Social, ética e saúde: reflexões para o exercício profissional. 2º ed. São Paulo, Cortez: 2017

MATOS, Maurílio. A pandemia do coronavírus (COVID-19) e o trabalho de assistentes sociais na saúde. Disponível em: <http://www.cress-es.org.br/wp-content/uploads/2020/04/Artigo-A-pandemia-do-coronav%C3%ADrus-COVID-19-e-o-trabalho-de-assistentes-sociais-na-sa%C3%BAde-2.pdf> . Acessado em 19 de Maio de 2020

Downloads

Publicado

2021-01-16

Como Citar

de Andrade, J., Maria Santana de Alcântara, A. ., & Montone Nunes Ramires, C. (2021). PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM URGÊNCIA E EMERGÊNCIA: ATENDIMENTO AOS USUÁRIOS INTERNADOS NO PRONTO SOCORRO DO HOSPITAL SÃO PAULO E SEUS FAMILIARES EM TEMPOS DE PANDEMIA PELO COVID-19. Serviço Social Em Perspectiva, 5(1), 128–137. https://doi.org/10.46551/rssp.202108