SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A UMA MULHER VÍTIMA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores

  • Márcia Maria Conceição Eugênio Universidade Vale do Rio Verde - UNINCOR
  • Jessica Adriene Diniz Universidade Vale do Rio Verde - UNINCOR
  • Larissa Lopes BaEsta1 Universidade Vale do Rio Verde - UNINCOR
  • Letícia de Toledo Vaz de Alencar Universidade Vale do Rio Verde - UNINCOR
  • Adilene Viana Machado Gonçalves Universidade Vale do Rio Verde - UNINCOR
  • Dyulia Correa Santos Universidade Vale do Rio Verde - UNINCOR
  • Mateus Henrique dos Santos Universidade Vale do Rio Verde - UNINCOR
  • Olívia Araújo Rodrigues Universidade Vale do Rio Verde - UNINCOR
  • Luís Paulo Souza e Souza Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Palavras-chave:

Violência Doméstica; Profissionais da Saúde; Processo de Enfermagem; Cuidados de Enfermagem.

Resumo

Objetivou-se aplicar a Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) a uma mulher vítima de violência doméstica. Trata-se de estudo qualitativo, do tipo estudo de caso, seguindo o embasamento teórico do Processo de Enfermagem da Wanda Horta. Os diagnósticos de enfermagem foram feitos de acordo com a classificação proposta pela Associação Norte Americana de Diagnósticos de Enfermagem – NANDA Internacional. Os dados relatados pela mulher e no relatório do hospital no dia do atendimento de urgência foram: mulher, 30 anos de idade, deu entrada no setor de emergência de um hospital público na região metropolitana de Belo Horizonte por volta das duas horas da madrugada, trazida por dois amigos, relatando ter sido brutalmente agredida por seu ex-companheiro. Os principais diagnósticos de enfermagem foram: Autoestima: Situacional Baixa, Conflito de Decisão, Desesperança, Dor Crônica, Distúrbio da Imagem Corporal, Insônia, Medo, Isolamento social e Síndrome pós-trauma. Após a identificação dos diagnósticos foram pautadas as intervenções sugeridas e intervenções principais, e encontrados os resultados esperados e resultados encontrados com a mulher. Conclui-se que a SAE proporcionou ao acadêmico a aproximação com a assistência e a realização das ações de saúde em enfermagem, obtendo resultados satisfatórios junto à mulher acompanhada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luís Paulo Souza e Souza, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Enfermeiro, Doutor em Saúde Pública pela Universidade Federal de Minas Gerais, Professor do Departamento de Medicina da Universidade Federal de São João Del Rei, Minas Gerais, Brasil.

Referências

Brasil. Lei Maria da Penha - Lei 11340/06, Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006. Brasília: DOU, 2006.

Organização Mundial da Saúde – OMS. Preventing intimate partner and sexual violence against women: taking action and generating evidence. Genebra: WHO, 2012.

Amaral LBM, Vasconcelos TB, Sá FE, Silva ASR, Macena RHM. Violência doméstica e a Lei Maria da Penha: perfil das agressões sofridas por mulheres abrigadas em unidade social de proteção. Rev. Estud. Fem. 2016;24(2): 521-540.

Dahlberg LL, Krug EG. Violência: um problema global de saúde pública. Ciênc. saúde coletiva. 2006;11(suppl.):1163-1178.

Souza e Souza LP, Ruas RFB, Brito MFSF, Leite MTS, Soares SM. "Café & prosa com as Marias”: avaliação das mulheres sobre grupos operativos no manejo da violência de gênero. Rev Edu Popular. 2017;16(1):92-103.

Souza e Souza LP, Coelho D, Souza A, Ruas R, Figueiredo T, Alcântara D, Silva C. “Em briga de marido e mulher, não se mete a colher?” Análise da violência baseado no gênero e o papel do setor saúde. Rev Eletr Gestão Saúde. 2015;6(1):79-94.

Souza e Souza LP, Souza AG, Figueiredo T, Brito MFSF, Leite MTS, Souza KV. Violência de Gênero: o silêncio e enfrentamento vivido pelas mulheres à luz da Fenomenologia Social. Rev. enferm. UFPE. 2016;10(10):3842-50.

Machado JC, Rodrigues VP, Vilela ABA, Simões AV, Morais RLGL, Rocha EN. Violência intrafamiliar e as estratégias de atuação da equipe de Saúde da Família. Saude soc. 2014;23(3):828-840.

Meneghel SN, Mueller B, Collaziol ME, Quadros MM. Repercussões da Lei Maria da Penha no enfrentamento da violência de gênero. Ciênc. saúde coletiva. 2013;18(3):691-700.

Parizotto NR. Violência doméstica de gênero e mediação de conflitos: a reatualização do conservadorismo. Serv. Soc. Soc. 2018(132):287-305.

Silva CD, Gomes VLO, Fonseca AD, Gomes MT, Arejano CB. Representação da violência doméstica contra a mulher: comparação entre discentes de enfermagem. Rev. Gaúcha Enferm. 2018;39:e63935.

Machado C, Gonçalves RA. Violência e Vítimas de Crimes. Coimbra: Quarteto Editora, 2003.

Souza MMS, Oliveira MVP, Jesus LKA. Violência sexual contra a mulher e o papel do enfermeiro, revisão de literatura. Cad. Grad. Ciên Biol Saúde Unit. 2016;3(3): 257-274

Nursing Diagnosis Association – International. Diagnósticos de Enfermagem da NANDA-I: Definições e Classificação - 2015/2017. São Paulo: Artmed, 2015

Horta WA. Enfermagem: teoria, conceitos, princípios e processo. Rev. Esc. Enf. USP. 194;5(1):7-15.

Sacramento LT, Rezende MM. Violências: lembrando alguns conceitos. Aletheia. 2006;24:95-104.

Silva LEL, Oliveira MLC. Violência contra a mulher: revisão sistemática da produção científica nacional no período de 2009 a 2013. Ciênc. saúde coletiva. 2015;20(11):3523-3532.

Moura PMB, Guimarães NCF, Crispim ZM. Assistência de enfermagem às mulheres vítimas de violência: revisão integrativa. Rev Enferm. Cent. O. Min. 2011: 571-582.

Acosta DF, Gomes VLO, Oliveira DC, Gomes GC, Fonseca AD. Aspectos éticos e legais no cuidado de enfermagem às vítimas de violência doméstica. Texto contexto - enferm. 2017;26(3):e6770015.

Publicado

2020-03-03

Como Citar

Maria Conceição Eugênio, M., Adriene Diniz, J. ., Lopes BaEsta1, L. ., de Toledo Vaz de Alencar, L., Viana Machado Gonçalves, A. ., Correa Santos, D. ., Henrique dos Santos, M., Araújo Rodrigues, O., & Paulo Souza e Souza, L. . (2020). SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A UMA MULHER VÍTIMA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA: RELATO DE EXPERIÊNCIA. Revista Renome, 7(2), 12–23. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renome/article/view/1201

Edição

Seção

Relato de Experiência

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)