MOTIVOS E FREQUÊNCIA PARA A PRÁTICA DE CICLISMO EM DIFERENTES FAIXAS ETÁRIAS

  • Camila Sâmela da Silva Rosa Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • João Victor de Araújo Queiroz Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Waldney Roberto de Matos e Ávila Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Hellen Veloso Rocha Marinho Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Resumo

O ciclismo é um dos esportes mais populares no mundo, sendo praticado com diversos objetivos, viabilizando, de acordo com o tipo de treinamento, o aprimoramento do metabolismo aeróbio e anaeróbio. O presente estudo teve como objetivo identificar os objetivos e frequência da prática do ciclismo, uma vez que essas informações subsidiam a elaboração do programa de treinamento. A amostra foi composta por 44 indivíduos de ambos os sexos,  sendo 38 do sexo masculino e 06 do sexo feminino, alocados, para fins de análise, em dois grupos:  G1- idade <35anos (n=23; 27,7 ± 4,4 anos); G2- idade ≥ 35 anos (n=21; 46,5 ± 7,9 anos ), todos praticantes de ciclismo na cidade de Montes Claros. Os voluntários responderam a um formulário estruturado que permitiu a análise descritiva para caracterizar a amostra. Quanto aos objetivos da prática do ciclismo, o condicionamento físico foi relatado como principal motivo em ambos os grupos, correspondendo à frequência de 78,2% e 66,6%, para G1 e G2 respectivamente. Reportaram o lazer e saúde como principal objetivo 19,0 e 13,4% para G1 e G2 respectivamente. O emagrecimento foi relatado como motivo para a prática por 14,2 % dos sujeitos de G2 e 8,6% de G1. Quanto à frequência da prática, três vezes por semana foi  a mais relatada em ambos os grupos (G1:43,4%; G2: 33,3%), seguida de quatro vez por semana em  G2 (23,8%) e  duas vezes por semana em G1 (26,8%). Conclui-se que aprimorar o condicionamento físico é um aspecto impulsionador da prática do ciclismo, embora lazer e saúde, além do emagrecimento sejam fatores que não devem ser desprezados. Quanto à frequência da prática, três vezes por semana atende a maioria dos ciclistas, independente da faixa etária.

Biografia do Autor

Camila Sâmela da Silva Rosa, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Acadêmicos do Curso Educação Física - Bacharelado Unimontes.

João Victor de Araújo Queiroz, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

 Acadêmicos do Curso Educação Física - Bacharelado Unimontes.

Waldney Roberto de Matos e Ávila, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Professores do Curso Educação Física - Bacharelado Unimontes.

Hellen Veloso Rocha Marinho, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Professores do Curso Educação Física - Bacharelado Unimontes.

Publicado
2020-01-17
Como Citar
Sâmela da Silva RosaC., de Araújo QueirozJ. V., Roberto de Matos e ÁvilaW., & Veloso Rocha MarinhoH. (2020). MOTIVOS E FREQUÊNCIA PARA A PRÁTICA DE CICLISMO EM DIFERENTES FAIXAS ETÁRIAS. Revista Eletrônica Nacional De Educação Física, 2(2), 20. Recuperado de //www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/435