“Pernadas nas ruas”

Expressões da capoeira como forma de ocupação urbana

Autores

  • Igor Monteiro Silva Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira https://orcid.org/0000-0003-3763-2442
  • Ricardo César Carvalho Nascimento Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

DOI:

https://doi.org/10.46551/issn2179-6807v26n1p38-59

Palavras-chave:

Capoeira. Ginga. Espaço público. Cidades e Ocupações urbanas.

Resumo

O presente artigo objetiva refletir sobre a capoeira enquanto produção da margem, considerando-a não apenas sob quaisquer determinismos sociais ou geográficos, mas como uma “situação limite” (AGIER, 2015) que enseja precipitações políticas, ações produzidas por coletivos de sujeitos que interpelam as dimensões de “ordenamento” e “prescrição” dos mundos urbanos planejados a partir e para as “centralidades” e seus sujeitos; que criticam a sustentação de usos, sentidos e relações considerados hegemônicos, dominantes ou legítimos. Para tanto, mobilizando pesquisas etnográficas, os bairros Serrinha (Fortaleza, Ceará, Brasil) e Padre Cruz (Carnide, Lisboa, Portugal) são tomados como espaços privilegiados reflexão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Igor Monteiro Silva, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Doutor em Sociologia (UFC), Professor Adjunto do Instituto de Humanidades da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), vinculado aos cursos de Licenciatura em Sociologia e Bacharelado em Humanidades. Coordenador do Núcleo de Estudos das Performances Culturais e do Patrimônio Cultural Imaterial (PerformArte/UNILAB) e vice coordenador do Laboratório de Estudos da Oralidade (UFC). ORCID: https://orcid.org/0000-0003-3763-2442. E-mail: igor.monteiro@unilab.edu.br

Ricardo César Carvalho Nascimento, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Doutor em Antropologia (Universidade Nova de Lisboa), Professor Adjunto do Instituto de Humanidades da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), vinculado aos cursos de Licenciatura em Sociologia e Bacharelado em Humanidades. Vice coordenador do Núcleo de Estudos das Performances Culturais e do Patrimônio Cultural Imaterial (PerformArte/UNILAB). E-mail: ricardonascimento@unilab.edu.br.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Profanações. São Paulo: Boitempo, 2007.

AGIER, Michel. Antropologia da cidade: lugares, situações, movimentos. São Paulo: Editora Terceiro Nome, 2011.

________. “Do direito à cidade ao fazer-cidade: o antropólogo, a margem e o centro”. Mana [online]. vol.21, n.3, pp.483-498, 2015.

ASSUNÇÃO, Matthias Rohrig. Capoeira. The history of an Afro-brazilian martial art. Routledge: London, 2005.

BERTELLI, Giordano B. “Errâncias racionais: a periferia, o rap e a política”. IN: ___________; FELTRAN, Gabriel. (Orgs.). Vozes à margem: periferias, estética e política. São Carlos: EdUFSCar, 2017.

BRAZ, Vanda Sofia. “Experiência sociodesportiva e a criação colaborativa de uma praça comunitária num bairro de Carnide”. Lusíada. Intervenção Social, Lisboa, n.º 47/48, p. 215-233, 2016.

BUTLER, Judith. Corpos em aliança e a política das ruas. Notas para uma teoria performativa de assembleia. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 2018.

CALDEIRA, Teresa Pires do R. Cidade de muros: crime, segregação e cidadania em São Paulo. São Paulo: Editora 34, 2000.

________________________. “Qual a novidade dos rolezinhos? Espaço público, desigualdade e mudança em São Paulo”. Novos estudos CEBRAP, n. 98, p. 13-20, 2014.

DE CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano: 1 artes de fazer. Petrópolis, RJ: Vozes, 1996.

DOWNEY, Greg. Learning capoeira: lessons in cunning from an afro-brazilian art. New York: Oxford University Press, 2005.

GILROY, Paul. O atlântico negro: Modernidade e dupla consciência. São Paulo, Editora 34, 2001.

HARVEY, D. “Do gerenciamento ao empresariamento: a transformação da administração urbana no capitalismo tardio”. Espaço & Debates, São Paulo, Núcleo de Estudos Regionais e Urbanos, 39, p. 48-64, 1996.

JACQUES, Paola Berenstein. Elogio aos errantes. SciELO-EDUFBA, 2012.

______________________. “Zonas de tensão: em busca de micro-resistências urbanas”. Corpocidade: debates, ações e articulações. Salvador: EDUFBA, p. 106-119, 2010.

LEFEBVRE, Henri. A Revolução Urbana. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1999, 178p.

LEITE, Rogerio Proença. “A inversão do cotidiano: práticas sociais e rupturas na vida urbana contemporânea”. Dados-Revista de Ciências Sociais, v. 53, n. 3, p. 737-756, 2010.

NASCIMENTO, Ricardo; MONTEIRO, Igor. “Capoeira, Cidade e Cultura: notas etnográficas sobre ocupações criativas em Fortaleza-CE”. O Público e o Privado, nº 29, jan/jun, 2017.

NASCIMENTO, Ricardo César Carvalho. “Dialéticas da ginga: performances dos corpos subalternos em movimento”. Sociedade e Cultura, v. 22, n. 2, 2019.

PALLAMIN, Vera. “Apresentação”. IN: BERTELLI, Giordano B; FELTRAN, Gabriel. (Orgs.). Vozes à margem: periferias, estética e política. São Carlos: EdUFSCar, 2017.

PIRES, Antônio Liberac C. S. Movimentos da cultura afro-brasileira – a formação histórica da capoeira contemporânea (1890-1950). Campinas/SP: tese de doutorado, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas, 2001.

RANCIÈRE, J. Le partage du sensible, esthétique e politique. Paris: La fabrique, 2000.

SILVA, Igor Monteiro. “A roda como ‘agir urbano’: reflexões sobre capoeira e cidade a partir da praça João Gentil, Gentilândia – Fortaleza/CE”. Capoeira-Humanidades e Letras, v. 4, n. 2, p. 35-61, 2018.

SOARES, C. E. L. A capoeira escrava e outras tradições rebeldes no Rio de Janeiro (1808-1850). Campinas: Ed. da UNICAMP, 2001.

REIS, Letícia Vidor de Souza. O mundo de pernas para o ar: a capoeira no Brasil. São Paulo: Publisher Brasil, 2000.

VIEIRA, Luiz Renato & ASSUNÇÃO, Matthias R. “Mitos, controvérsias e fatos: construindo a história da capoeira”. Estudos Afro-Asiáticos (34), 81-121, dez. de 1998.

VIEIRA, Luiz Renato. O jogo da capoeira: corpo e cultura popular no Brasil. Sprint, 1996.

Downloads

Publicado

2020-09-15

Como Citar

Monteiro Silva, I., & César Carvalho Nascimento, R. (2020). “Pernadas nas ruas”: Expressões da capoeira como forma de ocupação urbana. Revista Desenvolvimento Social, 26(1), 38-59. https://doi.org/10.46551/issn2179-6807v26n1p38-59