POLITICAS SOCIAIS, POBREZA E EXCLUSAO SOCIAL NA EUROPA E AMERICA LATINA: ALGUMAS EXPERIÊNCIAS LOCAIS.

Autores

  • Elicardo Heber de Almeida Batista Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Palavras-chave:

Políticas sociais, exclusão social, marginalização, Pobreza

Resumo

Este texto tem como objetivo apresentar uma discussão teórica e evidências empíricas sobre
politicas sociais, pobreza e exclusão social na Europa e AméricaLatina, sobretudoexperiências
locais no Brasil (Vale do Jequitinhonha) e Portugal (Concelho de Coimbra). Baseado em uma
ampla revisão bibliográfica e entrevistas semiestruturadas, o texto traráindicadores e evidencias
sobre pobreza e suas distintas expressões, exclusões e outros elementos que apontam para
desvantagens. Um das questões centrais da discussão se pauta no fato que tanto entre os países
ricos, em um contexto de crise econômica, está ocorrendo um aumento progressivo da pobreza e da
miséria e, de forma mais ampla, até mesmo das desigualdades sociais. A persistência da pobreza
nos países ricos e suas expressões mais dramáticas e evidentes nos países mais pobres e em
desenvolvimento apontam para a necessidade de uma identificação e focalização de politicas
públicas e, sobretudo, de politicas sociais que atendam as necessidades das pessoas e famílias
localizadas na base da estrutura social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elicardo Heber de Almeida Batista, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Faculdade de Ciências e Tecnologia de Presidente Prudente

Referências

ALEDO, A, SULAIMAN, S. La incuestionabilidaddelriesgo. Ambiente & Sociedade: São Paulo, v. 17,
n. 4, p. 9-16, 2014.
BELTRÃO, K. I.; CAMARANO, A. A.; LEITÃO e MELLO, J. Mudanças nas Condições de vida dos
Idosos rurais brasileiros: resultados não-esperados dos avanços da seguridade rural. Textos para
Discussão Nº1066. Rio de Janeiro: IPEA, 2005, p. 1- 16.
CASTEL, R. Lesmetamorphoses de laquestionsociale: une chroniquedusalariat. Paris: Fayard. 1995.
_____. As armadilhas da exclusão. In: Desigualdade e a questão social. BELFIORE, W. M.; BÓGUS,
L.; YAZBEK, M. C. (Orgs.). São Paulo: EDUC, 2000. 350
_____. Metamorfoses da questão social: uma crônica do salário. Tradução: Iraci D. Poleti. –
Petrópolis, RJ: Vozes, 1998. 5ª Edição, 2005.
DEL GROSSI, M. E. ; A redução da pobreza: de 44 milhões para 29,6 milhões de pessoas. In:
Graziano da Silva; Del Grossi; França. (Org.). Fome Zero: a experiência brasileira. 1ed.Brasília:
Núcleo de Estudo Agrário e Desenvolvimento Rural, 2010, v. 1, p. 301-315.
DEL GROSSI, M. E. ; GRAZIANO DA SILVA, J. ; SOUZA, M. .Ocupação e Renda nas Famílias
Rurais: Brasil, 1992-98.Economia Em Revista, Maringá, v. 7, n.2, p. 5-22, 1999.
DEL GROSSI, M. E. ; GRAZIANO DA SILVA, J. ; TAKAGI, M .Evolução da pobreza no
Brasil, 1995/99. Texto para Discussão (Campinas), Instituto de Economia, UNICAMP, v. I, p. 1-
35, 2001.
DELGADO, C. G.; CARDOSO, JR., J. C. O Idoso e a Previdência Rural no Brasil: a experiência
recente da universalização In: CAMARANO, A. A. et al. (Orgs.). Os novos idosos brasileiros: muito
além dos 60. Rio de Janeiro: IPEA, 2004. p. 293 – 319.
ESPING-ANDERSEN, G. As três economias políticas do welfare state. Lua Nova, São Paulo, nº.
24, 1991.
_____.The three worlds of welfare capitalism. New Jersey: Princeton University Press, 1990.
_____. Fundamentos sociales de laseconomíaspostindustriales. Arquivo da Internet. 2000.
HAGENAARS A.; DE VOS, K.The definition and measurement of poverty.The
JournalofHumanResources, v. 23, n. 2, 1988, p. 211-221.
HOFFMANN, R. Pobreza, insegurança alimentar e desnutrição no Brasil. Estudos Avançados, São
Paulo/SP, v. 9, n. 24, p. 159-172, mai/agos de 1995.
_____. A distribuição da renda no Brasil no período 1992-2001. Economia e Sociedade , Campinas/SP,
v. 11, n.2, p. 213-235, jul/dez de 2002.
_____. Determinantes da insegurança alimentar no Brasil: Análise dos dados da PNAD de 2004.
Segurança Alimentar e Nutricional, Campinas, v. 15, n.1, p. 49-61, 2008.
JORGE, R.P. Os 10 erros da Troika em Portugal: Austeridade, sacrifícios e empobrecimento.
Lisboa: Esfera, 2014.
KAGEYAMA, A. As múltiplas fontes de renda das famílias agrícolas brasileiras. Agricultura em
São Paulo, São Paulo, v. 48, n. 2, p. 57-69, 2001.
_____.Diversificação das Rendas nos Domicílios Agrícolas no Brasil, 1992 e 2001.Economia e
sociedade (UNICAMP), Campinas, v. 12, n.12, n.1, 2003.
_____.As múltiplas fontes de renda das famílias agrícolas brasileiras.Agricultura em São Paulo,
São Paulo, v. 48, n. 2, p. 57-69, 2007.
KAGEYAMA, A.; HOFFMANN, R. Pobreza rural no Brasil em 2003. In: ENCONTRO
NACIONAL DE ECONOMIA POLÍTICA, 10, maio 2005. Campinas, SP: Sociedade Brasileira de
Economia Política, 24 a 27 de maio de 2005.
LANJOUW, J. Behind the line: demystifyng poverty lines. In: Poverty reduction – Poverty
measurement: Behind and beyond the poverty line. Nova Iorque:PNUD,1997.
LAVINAS, L .O Barato da Pobreza. Inteligência, Rio de Janeiro, v. III, p. 40-46, 1998.
_____.Acessibilidade Alimentar e Estabilização Econômica nos Anos 90,. Nova Economia
(UFMG), Belo Horizonte, v. 8, n.2, p. 59-83, 1998.
_____.Pobreza e Exclusão: traduções regionais de duas categorias da prática. Revista Econômica,
Rio de Janeiro, v. 4, n.I, p. 25-59, 2002.
LENOIR, R. Lesexclus. Un Français sur 10 . Paris: du Seuil, 1974.
MARIANO, S. A; CARLOTO, C. M. Gênero e combate à pobreza: programa Bolsa Família.
Rev. Estud. Fem. vol.17 no.3 Florianópolis Sept./Dec. 2009.
MARQUES, E. Redes sociais, segregação e pobreza. São Paulo: Ed. UNESP, 2010.
MATTEI, L. A. Redução da pobreza na América Latina num contexto de crise econômica mundial. In:
MODENESI, A. M, et al. (Orgs.). Sistema financeiro e política econômica em uma era de
instabilidade: tendências mundiais e perspectivas para a economia brasileira. 1.ed. Campus/Elsevier -
Rio de Janeiro - RJ 2012.
_____.Pobreza e Política de Desenvolvimento Territorial: noções, metodologias de
mensuração e estratégias de enfrentamento do problema. In: Miranda, Carlos; Tiburcio, Breno.
(Org.). Políticas de Desenvolvimento Territorial e Enfrentamento da Pobreza Rural no Brasil.
1ed.Brasília-DF: IICA, 2013, v. 1, p. 01-359.
MORGULIUS, S. Fasting and Under-Nutrition. Nova Iorque: Dutton, 1923.
MUSTERED; S; MURIE,A. The spatial dimensions of urban social exclusion and integration. In:
Musterd, A. Murie and C. Kesteloot (orgs.) Neighbourhoods of Poverty: Urban Social Exclusion
and Integration in Europe. Basingstoke: Palgrave. 2002 .
PAUGAN,S. Les formes élémentaires de la pauvreté. Paris: PUF, 2005.
POCHMANN, M. ; AMORIM, Ricardo (Org.) . Atlas da Exclusão Social no Brasil. 1. ed. São
Paulo: Cortez, 2003. v. 1. 221p .
RAVALLION,R. Poverty Comparisons. Fundamentals of purê and applied Economics.Chur,
Suiça: Harwood Academics Publishers, 1994.
SEN, A. Poverty and Famines: an essay on entitlement and deprivation, Oxford, Oxford
University Press, 1983.
_____. Desenvolvimento como Liberdade. Trad. Laura Teixeira Motta. São Paulo: Companhia
das Letras, 2000.
SIMMEL,G. El cruce de los círculos sociales. In: sociologia,2. Estudios sobre las formas de
socialización. AlianzaUniversidad, 1972. 344
_____.Lespauvres. Paris: Quadrige,1998.

Downloads

Publicado

2020-04-24

Como Citar

Heber de Almeida Batista, E. . (2020). POLITICAS SOCIAIS, POBREZA E EXCLUSAO SOCIAL NA EUROPA E AMERICA LATINA: ALGUMAS EXPERIÊNCIAS LOCAIS. Revista Desenvolvimento Social, 17(1), 91 - 121. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/rds/article/view/2165

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)