O movimento pendular de estudantes universitários francisco-saenses com destino a Montes Claros (MG)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46551/rc24482692202304

Palavras-chave:

Movimentos pendulares. Estudantes. Montes Claros. Francisco Sá.

Resumo

O movimento pendular caracteriza-se pela locomoção de uma população entre dois ou mais municípios buscando determinados serviços. Pode-se dizer que é um movimento de partida e regresso, o qual configura-se como uma alternativa à migração; devido, principalmente, aos custos significativos de um deslocamento permanente. Neste sentido, a pendularidade torna-se uma alternativa viável para aqueles que não dispõem de recursos ou não estão interessados em mudar de sua residência atual. Buscando compreender os movimentos pendulares para estudo, este trabalho visa discutir o movimento pendular de estudantes universitários da cidade de Francisco Sá com destino a Montes Claros, cidades localizadas na Região Intermediária de Montes Claros. Para tanto, utilizou-se como metodologia, revisão bibliográfica e documental, levantamento cartográfico, coleta de dados e análise quantitativa. Como resultado, constatou-se que os estudantes são em maior expressão jovens de 20 a 23 anos, do sexo feminino, cor/parda, que cursam licenciatura em uma instituição pública, a UNIMONTES.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Tamiris Rodrigues Rocha, Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES, Montes Claros (MG), Brasil

É Graduada em Geografia pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES). Atualmente é Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES).

Endereço: Av. Rui Braga, s/n – Vila Mauriceia, CEP 39401-089, Montes Claros – MG.

Carlos Alexandre de Bortolo, Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES, Montes Claros (MG), Brasil

É Graduado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (UNESP), Mestre em Geografia pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Doutor em Geografia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Atualmente é Professor do Departamento de Geociências e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES).

Endereço: Av. Rui Braga, s/n – Vila Mauriceia, CEP 39401-089, Montes Claros – MG.

Referências

ANDAN, O.; D’ARCIER, B.F.; RAUX, C. Mouvements, déplacements, transport: la mobilité quotidiene. In: AURAY, J. P.; BAILLY, A.; DERYCKE, P. H.; HURIOT, J. M. (Org.). Encyclopédie d’économiespatiale: concepts – comportements – organisations. Paris: Economica, 1994. p. 247-252.

BECKER, Olga M. S. Mobilidade Espacial da população: conceitos, tipologia, contextos. In. CASTRO, Iná E. de, GOMES, Paulo Cesar da C., CORRÊA, Roberto L. Explorações Geográficas. 2. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006. p. 319-367.

BRAGA, Fernando; MATOS, Ralfo. Quem são os migrantes das metrópoles? Uma análise comparativa das pessoas que entraram e saíram das regiões metropolitanas

brasileiras. Revista de Geografia e Ordenamento do Território (GOT), [S./l.], n.º 11, p. 59-81, jan./jun. 2017. Disponível em: <http://cegot.org/ojs/index.php/GOT/article/view/2017.11.003/0>. Acesso em: 05 out. 2022.

BRANCO, Maria Luisa G. Castello; FIRKOWSKI, O. L. C. de F.; MOURA, Rosa. Movimento Pendular: Abordagem teórica e reflexões sobre o uso do indicador. In: XI ENCONTRO NACIONAL DA ANPUR, 11. 2013, Salvador. Anais eletrônicos [...]. Salvador: Semantic sholar, 2013. p. 20-32. Disponível em: <http://www.xienanpur.ufba.br/253.pdf>. Acesso em: 05 out. 2022.

BRUMES, Karla R. Redes em espaços migratórios: Uberlândia – MG. 2010. 276 f. Tese (Doutorado em Geografia), Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Presidente Prudente, 2010. Disponível em: < https://repositorio.unesp.br/handle/11449/105093>. Acesso em: 05 out. 2022.

CARVALHO, José Alberto Magno de; RIGOTTI, José Irineu Rangel. Análise das metodologias de mensuração das migrações. In: ENCONTRO NACIONAL SOBRE MIGRAÇÃO, 1998, Curitiba. Anais. Curitiba: Ipardes FNUAP, 1998. p. 211-227.

DICIONÁRIO DEMOGRÁFICO MULTILINGUE. IBGE, Centro Brasileiro de Estudos Demográficos. Rio de Janeiro: IBGE, 1969. p.102.

DUPUY, Gabriel. Les territoires de l’automobile. Paris: Antropos, 1995.

FONSECA, Gildette Soares. Migrações da Mesorregião Norte de Minas/MG: análise do Censo Demográfico 2010. 2010. 310 f. Tese (Doutorado em Tratamento da Informação Espacial) Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Programa de Pós-Graduação em Tratamento da Informação Espacial, Belo Horizonte, 2014. Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2019.

FONSECA, Gildette Soares; FERNANDES, Durval Magalhães. Montes Claros espaço de emigração e imigração intermunicipal na microrregião de Montes Claros. In: XVI SEMINÁRIO SOBRE A ECONOMIA MINEIRA, 16. 2014, Diamantina. Anais eletrônicos [...]. Diamantina: Cedeplar, 2014. p. 1-19. Disponível em: <https://diamantina.cedeplar.ufmg.br/portal/download/diamantina-2014/montes-claros-espaco-de-emigracao-e-imigracao-intermunicipal-na-microrregiao-de-montes-claros.pdf>. Acesso em: 29 jul. 2021.

GARNIER, Jacqueline. Geografia da População. Tradução de Leônidas Gontijo de Carvalho.2. ed. São Paulo: Editora Nacional, 1971.

INE - Instituto Nacional de Estatística. Movimentos pendulares e organização do território metropolitano: área metropolitana de Lisboa e área metropolitana do Porto: 1991/2001. Lisboa, Portugal: INE, 2003.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro: IBGE, 2010. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/>. Acesso em: 11 jan. 2022.

JARDIM, Antônio de Ponte. Movimentos Pendulares: Reflexões sobre a mobilidade pendular. In: INSTITUTO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. (Org.). Reflexões sobre os Deslocamentos Populacionais do Brasil. Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: IBGE, 2011. p. 58-70.

LIMA, William de Mendonça; SILVA, Bruno Lopes. Comutação diária de estudantes de ensino médio no município de Natal. ABEP, 2014. Disponível em: <https://hugepdf.com/download/comutaao-diaria-dos-estudantes-de-ensino-medio-no-municipio-de_pdf>. Acesso em: 08 fev. 2022.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO – MEC. Lista de cursos superiores de graduação ativos. 2021. Disponível em: <http://ramec.mec.gov.br/seres/6615-e-mec-lista-de-cursos-superiores-de-graduacao-ativos-06mar2019-publica-1>. Acesso em: 19 dez. 2021.

MOREIRA, Felipe Ferreira; COSTA, Igor André da; COSTA, José Adrielson dos Santos; COSTA, Valter Pinheiro da. Mobilidade pendular entre as cidades de Castanhal e Igarapé-açu (PA) como alternativa para o ingresso no ensino superior. Passei Direto, 2013. Disponível em: <https://www.passeidireto.com/arquivo/40877130/mobilidade-pendular-entre-as-cidades-de-castanhal-e-igarape-acu-pa-como-alternat>. Acesso em: 01 mar. 2021.

MOTA, Janine da Silva. Utilização do Google Forms na pesquisa acadêmica. Humanidades e Inovação, Unitins, [S./l.], v.6, n. 12, p. 371-380, jan./ago. 2019. Disponível em: <https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/article/view/1106>. Acesso em: 01 fev. 2022.

MOURA, Rosa; BRANCO, Maria Gomes Castello; FIRKOWSKI, Olga Lúcia C. de Freitas. Movimento pendular e perspectivas de pesquisas em aglomerados urbanos. São Paulo em perspectiva, São Paulo, v. 19, n. 4, p. 121-133, out./dez. 2005. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392005000400008>. Acesso em: 28 abr. 2019.

OLIVEIRA, M. F. M. de. O processo de formação e desenvolvimento de Montes Claros e da área mineira da SUDENE. In: OLIVEIRA, Marcos Fábio M. de; RODRIGUES, Luciene (Org.). Formação social e econômica do norte de Minas. Montes Claros: Ed. Unimontes, 2000. p. 13-103.

OLIVEIRA, Pedro Inácio de. Influência de Montes Claros sobre fluxo pendular de Bocaiúva. 2017. 50 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Geografia), Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2017. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://www.geo.ufv.br/wp-content/uploads/2018/01/Pedro-Henrique-Inacio-de-Oliveira.pdf&ved=2ahUKEwi32pDVhYriAhXzAtQKHYTZAskQFjAAegQIAhAB&usg=AOvVaw2OEdEUJZ0W4yAOsBwpHeYP>. Acesso em: 26 abril. 2019.

PAINEL NACIONAL: COVID-19. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. 2022. Disponível em: <https://www.conass.org.br/painelconasscovid19/>. Acesso em: 05 jan. 2022.

PEREIRA, Anete Marília. A urbanização no sertão norte-mineiro: algumas reflexões. In: PEREIRA, Anete Marília, ALMEIDA, Maria Ivete Soares de (org). Leituras geográficas sobre o norte de Minas Gerais. Montes Claros-(MG): Unimontes, 2004.

PEREIRA, Rafael Henrique Moraes; HERRERO, Verônica. Mobilidade Pendular: Uma proposta teórico-metodológica. Ipea, 2009. Disponível em: <http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=471>. Acesso em: 28 abril. 2019.

PERPETUA, Guilherme Marini. Movimentos pendulares e acumulação do capital. Pegada Eletrônica, Presidente Prudente, v. 11, n. 2, p. 132-155, jul./dez. 2010. Disponível em:<https://revista.fct.unesp.br/index.php/pegada/article/view/1309/1305>. Acesso em: 10 jun. de 2019.

QUEIROZ, Caroline Gabriele Trindade. SOUZA, Franciely Silva. SILVA, Rosiane Soares. FRANÇA, Iara Soares de. Cidades Médias e Rede Urbana Regional: estudo dos deslocamentos pendulares entre a cidade média de Montes Claros e Janaúba, Januária e Pirapora, no Norte de Minas Gerais, Brasil, 2000 e 2010. In: XIV EGAL ENCONTRO DE GEÓGRAFOS DA AMÉRICA LATINA, 14. 2013, Peru. Anais eletrônicos [...]. Peru: Observatório de geografia da América Latina, 2013. p. 1-19. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal14/Geografiasocioeconomica/Geografiaurbana/052.pdf&ved=2ahUKEwjM9MWqy4niAhUPIrkGHRkKAQYQFjAAegQIBRAB&usg=AOvVaw2BmvBP6a4FM4p3xUTtD1b4. > Acesso em: 05 maio. 2019.

RAVENSTEIN, Ernst Georg. As Leis de Migrações. In: MOURA, Hélio Augusto (coord). Migração interna. Textos selecionados. Fortaleza-CE: Banco do Nordeste do Brasil S.A, 1980.

RICARDO, Claudinei dos Santos. ALEIXO, Aline Chelone Maia. OLIVEIRA, Ricardo dos Santos. Movimento pendular em cidades médias: a centralidade de Montes Claros no Norte de Minas a partir da infra-estrutura de transportes. In: ENCONTRO NACIONAL DE GEÓGRAFOS, 16. 2010, Porto Alegre. Anais eletrônicos [...]. Porto Alegre: Doc Player, 2010. p. 1-11. Disponível em: <https://docplayer.com.br/31753093-Movimento-pendular-em-cidades-medias-a-centralidade0-de-montes-claros-no-norte-de-minas-a-partir-da-infra-estrutura-de-transportes.html?_gl=1*1gwmyhj*_ga*czd6dUc4a2tKS2ZCNGpOS2d0X1U0QnFQb1VWRDU2WU9GTjFzWTRTWjNrVDV2SjlhN2txU1JLeXEya19wdTN>. Acesso em: 07 maio. 2019.

RIGOTTI, José Irineu Rangel; CAMPOS, Járvis. Movimentos Populacionais e as Cidades Médias de Minas Gerais. In: VI ENCONTRO NACIONAL SONRE MIGRAÇÕES, 6. 2009, Belo Horizonte. Anais. Belo Horizonte: CEDEPLAR/FACE/UFMG, 2009.

SANTOS, Dina Maria Rosário dos; SOEIRA, Elaine; CERQUEIRA, Maria do Carmo; MORAES, Márcia Maria. Nômades do saber: um estudo sobre migração estudantil. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO DE ALAGOAS, 5. 2010, Maceió. Anais eletrônicos [...]. Maceió: UFAL/PPGE, 2010. p. 3-4. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://www.faculdadesenacpe.edu.br/encontro-de-ensino-pesquisa/2011/IV/anais/comunicacao/032_2010_ap_oral.pdf&ved=2ahUKEwiTxMfgy477AhVbq5UCHVmiDFcQFnoECAwQAQ&usg=AOvVaw1Gy_ehDfQIn0PiLLTw75DD>. Acesso em: 07 maio. 2019.

SINGER, Paul. Migrações internas: considerações teóricas sobre o estudo. In: MOURA, H. (org). Migração interna. Textos selecionados. Fortaleza: Banco do Nordeste do Brasil S/A, 1980.

TAVARES, Jéssica Monteiro da Silva. Movimentos pendulares de estudantes na região norte fluminense. 2016. 111 f. Dissertação (Mestrado em geografia) - Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2016. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://www.ppg.uff.br/wp-content/uploads/2017/04/Jessica_Diss.pdf&ved=2ahUKEwi_j8Spw4niAhVWGbkGHQLNAR4QFjAAegQIARAB&usg=AOvVaw2Zx-pUacOHpCd11w_6AYxK>. Acesso em: 09 Abril. 2019.

VIAÇÃO SARITUR. 2022. Disponível em:<https://www.saritur.com.br/#newsletter>. Acesso em: 08 fev. 2022.

Downloads

Publicado

2023-04-01

Como Citar

ROCHA, V. T. R.; BORTOLO, C. A. de. O movimento pendular de estudantes universitários francisco-saenses com destino a Montes Claros (MG). Revista Cerrados, [S. l.], v. 21, n. 01, p. 75–105, 2023. DOI: 10.46551/rc24482692202304. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/cerrados/article/view/5656. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Categorias