Os agentes produtores urbanos em Londrina – PR e o espaço público do Lago Igapó: notas para uma abordagem geográfica

Autores

  • Carlos Alexandre de Bortolo Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil.

Palavras-chave:

Produção do espaço, Agentes Produtores, Lago Igapó.

Resumo

O trabalho apresenta algumas ideias e elementos para refletir acerca da produção do espaço da cidade. A priori trabalhamos com a reflexão sobre a natureza do espaço. As discussões aqui apresentadas relacionam com a produção dos espaços da cidade, aquela da produção e reprodução das relações sociais num determinado tempo e espaço e seus principais agentes produtores. Observando também a cidade como um produto/mercadoria para compreender como se processa as inúmeras formas de valorização do solo urbano. Como exemplo da produção do espaço urbano trazemos o Lago Igapó em Londrina-PR que se apresenta como uma área de lazer e que os espaços em seu entorno se valorizaram devido as diversas formas de produção, ocupação e apropriação do espaço do Lago Igapó. Destarte, busca refletir acerca do papel desempenhado pelo Estado, sendo um dos principais agentes produtores do espaço da cidade e fundamental para a compreensão da produção do espaço público do Lago Igapó em Londrina - PR.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Alexandre de Bortolo, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil.

Possui Graduação em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP); Mestrado em Geografia pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Doutorado em Geografia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Atualmente é professor do Departamento de Geociências da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES).

Referências

ABREU, M. A. A evolução urbana do Rio de Janeiro. Ed Instituto Pereira Passos, 2006.

CARLOS, A.F.A. Espaço-tempo na metrópole: a fragmentação da vida cotidiana. São Paulo: Contexto, 1988, [2001].

______. O espaço urbano: novos escritos sobre a cidade. São Paulo: Labur Edições, 2007 [2004]. p.123.

______. Da “geografia abstrata” à “geografia concreta”. In. ______ Espaço e tempo: complexidade e desafios do pensar e do fazer geografia. Ademadan. 2009. P. 73-90.

CORRÊA, R. L. A rede urbana. São Paulo: Ed. Ática, 1986.

______. O espaço urbano. São Paulo: Ática, 2002.

FRESCA, T. M. Mudanças recentes na expansão físico-territorial de Londrina. Geografia, Londrina, v. 10, n.1, p. 27-34, 2001-2002.

HARVEY, D. A justiça social e a cidade. São Paulo: Hucitec, 1980.

LEFEBVRE, H. Espaço y política: el derecho a la ciudad, II. Barcelona: Ediciones Península, 1976. p.159.

______. The production of space. Oxford: Blackwell Publishing, 1991. p.454.

______. A revolução urbana. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 1999. p.178.

______. LA production de l’espace. 4.ed.Paris: Anthropos, 2000. p.487.

MASSEY, D. B. Espaço, lugar e de gênero. Minneapolis:University of Minnesota Press (2004).

RANGEL, I. Obras reunidas 1914-1994. Rio de Janeiro: Contraponto, 2005.

RAZENTE, N. A ocupação urbana de Londrina. (Mestrado) Desenvolvimento urbano, UFPE, 1984.

_______. O lago e suas áreas de lazer. Folha de Londrina, 16 dez. 1984. p. 7.

RIBEIRO, L.C.Q.; CARDOSO, A.L. Plano diretor de gestão democrática da cidade. In: RIBEIRO, L.C.Q.; CARDOSO, A.L. (Org.). Reforma urbana e gestão democrática: promessas de desafios do estatuto da cidade. Rio de Janeiro: Revan, 2003.

SERPA, A. O espaço público na cidade contemporânea. São Paulo: Contexto, 2007.

SPOSITO, E.S. A vida nas cidades. São Paulo: Contexto, 1990.

SANTOS, M. A natureza do espaço. Técnica e tempo. Razão e emoção. São Paulo: Huci¬tec, 1996, [2002].

Downloads

Publicado

2016-06-26

Como Citar

BORTOLO, C. A. de. Os agentes produtores urbanos em Londrina – PR e o espaço público do Lago Igapó: notas para uma abordagem geográfica. Revista Cerrados, [S. l.], v. 13, n. 01, p. 50–72, 2016. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/cerrados/article/view/1422. Acesso em: 1 jul. 2022.