HISTÓRIA EM QUADRINHOS COMO FERRAMENTA PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM SOBRE O NOVO CORONAVÍRUAS

Autores

  • Waldemar de Paula-Júnior Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP
  • Francisco Ferreira de Lima-Neto Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes
  • Nathália Zenaide Durães Soares Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes
  • Vitória Louise Mendes Fonseca Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes
  • Renata Cristina Rezende Macedo do Nascimento Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG
  • Andrea Grabe-Guimarães Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

DOI:

https://doi.org/10.46551/ruc.v23n2a12

Palavras-chave:

História em Quadrinhos; Educação; Imunologia; Coronavírus

Resumo

O objetivo deste trabalho foi desenvolver uma história em quadrinhos, exemplo de metodologia ativa de ensino, relacionando sistema imunológico e o novo coronavírus, para potencializar o processo de ensino-aprendizagem. Possui, ainda, a finalidade de levar o leitor ao aprendizado científico e ao conhecimento de mundo, para que ele reflita em novas perspectivas. Foi elaborada uma história em quadrinhos (HQ) simulando a infecção pelo SARS-CoV-2 em um organismo humano. Foram enumerados os constituintes do sistema imunológico (macrófago, linfócito B, linfócito T citotóxico, linfócito T helper, célula natural killer, célula dendrítica, neutrófilo, eosinófilo, basófilo, IgA, IgG, IgM, citocinas e sistema complemento) capazes de atuar nessa infecção. As respostas imunológicas e os mecanismos de ação dos componentes do sistema imunológico foram relacionados com a infecção provocada pelo novo coronavírus. Foi utilizada uma linguagem acessível a pessoas de todas
as idades e diferentes graus de instrução. A HQ produzida pode representar resultado positivo no aprendizado do conteúdo de imunologia associado ao novo coronavírus ou potencializar informações já adquiridas. Para os autores, foram observadas habilidades como iniciativa, trabalho em equipe, além da capacidade de comunicação e de síntese. O presente trabalho
pode ser utilizado associado a outras metodologias ativas de aprendizagem e, sobretudo, servir de inspiração para que novas abordagens educacionais sobre o novo coronavírus sejam criadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Waldemar de Paula-Júnior, Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Doutorando em ciências farmacêuticas pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Ouro Preto/ MG – Brasil. Docente do Departamento de Fisiopatologia, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES), Montes Claros/MG – Brasil.

Francisco Ferreira de Lima-Neto, Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes

Graduando em medicina pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES). Montes Claros/MG - Brasil. 

Nathália Zenaide Durães Soares, Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes

Graduanda em ciências biológicas pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES). Montes
Claros/MG - Brasil. 

Vitória Louise Mendes Fonseca, Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes

Graduanda em ciências biológicas pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES). Montes
Claros/MG - Brasil.

Renata Cristina Rezende Macedo do Nascimento, Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG

Doutora em medicamentos e assistência farmacêutica pela Universidade Federal de Minas Gerais. Belo
Horizonte/MG - Brasil. Docente do Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas (CiPharma), Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Ouro Preto/MG – Brasil.

Andrea Grabe-Guimarães, Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Doutora em biologia celular e molecular pela Fundação Oswaldo Cruz, Cidade/Estado - Brasil. Docente do
Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas (CiPharma), Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Ouro Preto/MG – Brasil.

Referências

TOPF, Joel M.; WILLIAMS, Paul N. COVID-19, Social Media, and the Role of the Public Physician. Blood Purification. Basel, v. 14, p. 1-7, 2021.

FANG, Mei Lan et al. Exploring Privilege in the Digital Divide: Implications for Theory, Policy, and Practice. Gerontologist, Oxford, v. 59, n. 1, p. 1-15, 2019.

DOS SANTOS, Jefferson Pereira Caldas et al. Vulnerability to severe forms of COVID-19: an intra-municipal analysis in the city of Rio de Janeiro, Brazil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 5, p. 1-12, 2020.

NATIVIDADE, Márcio dos Santos et al. Distancing and living conditions in the pandemic COVID-19 in Salvador-Bahia, Brazil. Ciência Saúde Coletiva. Manguinhos, v. 25, n. 9, set. 2020.

CASTRO, R R et al. Spatial dynamics of the COVID-19 pandemic in Brazil. Epidemiology and Infection. Cambridge, v. 149, n. 60, 2021.

BOTELHO, Jonathas Corrêa.; DE ANDRADE, Nathália Bastos Lima. Análise do Ensino e Aprendizado do Tema Imunologia em Escolas do Município de Itaperuna - RJ. Acta Biomedica Brasiliensia, Niterói, v. 9, n. 3, p. 14-27, 2018.

CANTO, Fábio Barroso.; BARRETO, Cláudia Márcia Borges. O vídeo como Ferramenta Didático-Pedagógica Sensibilizadora para Aprendizado de Imunologia. Revista Aleph, Niterói, v., p., n. 15, 2011.

GRAY, Darren et al. Health-education to prevent COVID-19 in schoolchildren: a call to action. Infectious Diseases Poverty, Califórnia, v. 9, n. 1, p. 81, 2020.

BORGES, Tiago Silva.; ALENCAR, Gidélia. Metodologias ativas na promoção da formação crítica do estudante: o uso das metodologias ativas como recurso didático na formação crítica do estudante do ensino superior. Cairu em Revista, Cairu, v, n. 04, p. 119-143, Ago.

MARTINS, Alcina Manuela Oliveira et al. Metodologias ativas para a inovação e qualidade do ensino e aprendizagem no ensino superior. Revista EDaPECI. São Cristovão, v.19, n.3, p. 122-132, set. 2019.

SOUZA, Cacilda da Silva; IGLESIAS, Alessandro Giraldes.; PAZIN-FILHO, Antônio. Estratégias inovadoras para métodos de ensino tradicionais – aspectos gerais, Medicina, Ribeirão Preto, v. 43,n. 3, p. 284-292, março 2014

WHITTON, Nicola. Playful learning: tools, techniques, and tactics. Research in Learning Technology. Bicester, v. 26, maio 2018.

KAMEL, Claúdia.; ROCQUE, Lucia de La. As histórias em quadrinhos como linguagem fomentadora de reflexões – uma análise de coleções de livros didáticos de ciências naturais do ensino fundamental. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, Belo

Horizonte, v. 6, n.3, 2011.

SETTE, Alessandro; CROTTY, Shane. Adaptive immunity to SARS-CoV-2 and COVID-19. Cell, Cambridge, v. 184, n. 14, p. 861-880, 2021.

SORDI, Luiz Henrique Silva et al. O papel da imunidade inata na COVID-19. Rev Ciênc Saúde, Itajubá, v. 10, n. 3, p. 5-8, 2020.

TAY, Matthew Zirui et al. The trinity of COVID-19: immunity, inflammation and intervention. Natural Review Immunology. London, v. 20, n. 6, p. 363-74, 2020.

MCCOMB, Scott el al. Introduction to the Immune System. Methods Mol Biol, Clifton, N. J., v. 2024, p. 1-24, 2019

SIEGFRIED, Alexa L et al. Identifying and Prioritizing Information Needs and Research Priorities of Public Health Emergency Preparedness and Response Practitioners. Disaster Med Public Health Prep. Cambridge, v. 11, n. 5, p. 552-561, Oct. 2017.

BROWN, Ronald. Public Health Lessons Learned From Biases in Coronavirus Mortality Overestimation. Disaster Med Public Health Prep, Cambridge, v. 14, n. 3, p. 364-371, Jun. 2020.

FILHO, Lorival dos Santos.; MACHADO, Aline Rafaela da Silva Rodrigues. Conscientização e prevenção da doença de chagas. Rev. Conexão Eletrônica, Três Lagoas, v. 14, n. 1, 2017.

SILVA, Kleyfton Soares da.; FONSECA, Laerte Silva da. Bases neuroeducativas do papel das ilustrações: uma proposta de análise de livro didático. Rev. bras. Estud. pedagog., Brasília, v. 101, n. 257, p. 36-56, jan./abr. 2020.

MACEDO, Kelly Dandara et al. Metodologias ativas de aprendizagem: caminhos possíveis para inovação no ensino em saúde. Escola Anna Nery. Rio de Janeiro, v. 22, n. 3, p. 1-9, 2018.

CARVALHO, Letícia dos Santos.; MARTINS, André Ferrer P. Os quadrinhos nas aulas de Ciências Naturais: uma história que não está no gibi. Revista Educação em Questão, Natal, v.35, n. 21, p. 120-145, maio/ago. 2009.

BRANDÃO, Fabiana (coord.). COVID-19: informação e cuidado para superar a crise. Brasília: Universidade de Brasília, 2020. E-book (237 p.).

TEIXEIRA, Kádima Nayara (Coord.). A saga do COVID no corpo humano. Curitiba: Universidade Federal do Paraná.

ROCHA, Adriana Couto Pereira.; ANDRIOLA, Verginia Mello Perin. Saiba Mais Ensinando Ciências com Turma da Mônica. Contexto & Educação. Ijuí, n. 90, p. 152-168, Mai./Ago. 2013.

FORTUNA, Danielle Barros Silva. Ensino de ciências em quadrinhos e fanzines: abordagens sobre dengue, zika e chikungunya em criações de discentes do ensino superior. Revista Cajueiro, São Cristóvão, v. 2, n. 1, p. 239-285, 2020.

FALKENBERG, Mirian Benites et al. Educação em saúde e educação na saúde: conceitos e implicações para a saúde coletiva. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 19, n. 03, p. 847-852, 2014.

HANSON, Aaron et al. The Feasibility of Utilizing a Comic for Education in the Emergency Department Setting. Health Commun, Dayton, v. 32, n. 5, p. 529-532, 2017.

ILKE, Chiedozie.; ANDERSON, Nancy. A proposal for teaching bioethics in high schools using appropriate visual education tools. Philos Ethics Humanit Med, Georgetown, v. 13, n. 1, p. 11, 2018.

SILVA, Anielson Barbosa da et al. The comics as teaching strategy in learning of students in an undergraduate management program. RAM. Revista de Administração Mackenzie. São Paulo, v. 18, n. 1, p. 40-65, 2017.

Downloads

Publicado

2021-11-15

Como Citar

PAULA-JÚNIOR, W. de; LIMA-NETO, F. F. de; SOARES, N. Z. D.; FONSECA, V. L. M.; NASCIMENTO, R. C. R. M. do; GRABE-GUIMARÃES, A. HISTÓRIA EM QUADRINHOS COMO FERRAMENTA PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM SOBRE O NOVO CORONAVÍRUAS. Revista Unimontes Científica, [S. l.], v. 23, n. 2, p. 01–26, 2021. DOI: 10.46551/ruc.v23n2a12. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/unicientifica/article/view/4730. Acesso em: 8 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos Originais - Dossiê Doenças Infecciosas e Parasitárias