O TRABALHO EM REDE E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O FORTALECIMENTO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DA UNIMONTES

Autores

  • Iza Manuella Aires Cotrim-Guimarães Mestre em Saúde Pública pela ENSP/Fiocruz
  • Marília Borborema Rodrigues Cerqueira Doutoranda em Demografia pelo Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional - CEDEPLAR/UFMG. Professora da Unimontes.

Palavras-chave:

Formação de Recursos Humanos. Rede Social. Sistema Único de Saúde.

Resumo

O trabalho em redes tem como característica marcante a articulação entre os integrantes, visando
ao desenvolvimento de inteligência coletiva entre os pares. Considerando-se a importância desse tipo
de trabalho, este artigo tem como objetivo geral conhecer o trabalho desenvolvido pela Rede de Escolas
Técnicas do Sistema Único de Saúde (RET-SUS) e suas contribuições para o fortalecimento da Escola
Técnica de Saúde (ETS), da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). Para tanto, foram
realizadas pesquisas bibliográfica e documental. Entre os principais resultados, verifica-se que a integração
e as discussões promovidas pela rede foram fundamentais para que a ETS/Unimontes tivesse clareza de
suas finalidades como Escola Técnica do SUS. Conclui-se, portanto, que o trabalho em rede foi fundamental
para a ETS/Unimontes refletir, propor e fortalecer suas ações e seus projetos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1. SOARES, W. Análise de redes sociais e os
fundamentos teóricos da migração internacional.
Revista Brasileira de Estudos Populacionais.
Campinas: ABEP, v. 21, n. 1, p.101-116, jan./jun.
2004.
2. SMITH, K. P.; CHRISTAKIS, N. A. Social
networks and health. Annual Review of Sociology.
v. 34, n. 1, p. 405-429, 2008.
3. SANTANA, J. P. Desafios para as redes
no campo da saúde. Fórum Nacional de Redes
em Saúde. Belo Horizonte: Organização PanAmericana de Saúde, p. 11-29, 2005.
4. KLOVDAHL, A. S. Social networks and the
spread of infectious diseases: the AIDS example.
Social Science and Medicine. v. 21, n. 11, p. 203-
216, 1985.
5. ROCHA, C. M. F. As redes em saúde: entre
limites e possibilidades. Fórum Nacional de Redes
em Saúde. Belo Horizonte: Organização PanAmericana de Saúde, p. 37-56, 2005.
6. KNOKE, D.; YANG, S. Social network
analysis. 2 ed., California: Sage Publications, 2008.
7. REIS, R.; TONHÁ, M. G. D. C.; PADOANI,
M. P. Trabalhar em rede: um desafio para as escolas
técnicas do SUS. Trabalho, Educação e Saúde. Rio
de Janeiro: EPSJV, v. 2, n. 1, p. 315-333, 2004.
8. BRASIL. Ministério da Saúde. Escola
Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio. RET-SUS.
Rede de Escolas Técnicas do SUS. Disponível
em: <http://www.retsus.epsjv.fiocruz.br/index.
php?Area=RETSUS>. Acesso em 13 mar. 2014.
9. SILVA, M. P.; CERQUEIRA, M. B. R.
(Org.). A Escola Técnica de Saúde da Unimontes:
um compromisso com a saúde. Montes Claros/
MG:Unimontes, 2009.
10. ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE.
Universidade Estadual de Montes Claros. ETS/
Unimontes. Projeto Político Pedagógico da Escola
Técnica de Saúde do Centro de Ensino Médio e
Fundamental da Unimontes. 2007. (Mimeo. –
Documento de trabalho)
11. LEÃO, L. M. P.; COTRIM, I. M. A.
(Org.). Manual pedagógico. Montes Claros/MG:
Unimontes, 2004.
12. SÓRIO, R. E. R. Educação profissional em
saúde no Brasil: a proposta das Escolas Técnicas de
Saúde do Sistema Único de Saúde. Formação. v. 2,
n. 5, p. 45-57, maio/2002.
13. GRANDA, E. Algunas ideas sobre La
organización de redes em salud. Quito: Corporación
Utopía, 1996. (Mimeo.). In: REIS, R.; TONHÁ, M.
G. D. C.; PADOANI, M. P. Trabalhar em rede: um
desafio para as escolas técnicas do SUS. Trabalho,
Educação e Saúde. Rio de Janeiro: EPSJV, v. 2, n.1,
p. 315-333, 2004.

Downloads

Publicado

2020-04-16

Como Citar

AIRES COTRIM-GUIMARÃES, I. M. .; BORBOREMA RODRIGUES CERQUEIRA, M. . O TRABALHO EM REDE E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O FORTALECIMENTO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DA UNIMONTES. Revista Unimontes Científica, v. 16, n. 1, p. 55-65, 16 abr. 2020.

Edição

Seção

Estudos de Casos