AS IMPLICAÇÕES DA CRISE DO CAPITAL SOBRE O FUNDO PÚBLICO

Autores

  • JOSEANE COURI

Palavras-chave:

Fundo público, Estado, Crise Capitalista

Resumo

O presente artigo tem como objetivo discutir sobre as implicações da crise estrutural e sistêmica do capitalismo e seus rebatimentos no fundo público. Para tal, é necessário discutir, primeiramente o papel do Estado no capitalismo para depois compreender sobre os fundamentos teóricos e históricos do fundo público e os embates teóricos existentes entre os autores como Behring (2010), Salvador (2010) Oliveira (1998). Para compreender tais implicações, é necessário demonstrar, o duplo papel contraditório do Estado na sociedade capitalista e as funções que o fundo público possui, como, de um lado, ser importante para a reprodução da força de trabalho, onde o Estado busca sua legitimação por meio, principalmente, das políticas sociais. Por outro lado, o fundo público exerce um papel fundamental para que se desenvolva a acumulação capitalista, principalmente no processo de crise estrutural do sistema capitalista, onde o Estado exerce um papel de socorro ao capital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AZENHA, Luiz Carlos. Maria Lucia Fattorelli: Banqueiros capturaram o Estado brasileiro. Disponível em: <http://www.viomundo.com.br/denuncias/maria-lucia-fatorelli.html>. Acesso em: 30 jul. 2016.
BEHRING, ELAINE. Acumulação capitalista, fundo público e Política Social. In: BOSCHETTI, Ivanete; BEHRING, Elaine; SANTOS, Silvana M.M.S; MIOTO, Regina C.T. (Orgs.). Política Social no Capitalismo: tendências contemporâneas. São Paulo: Cortez, 2009.
____________.Crise do capital, fundo público e valor. In: BOSCHETTI, Ivanete; BEHRING, Elaine R.; SANTOS, Silvana M.M.S; MIOTO, Regina C.T. (Orgs.). Capitalismo em crise, política social e direitos. São Paulo: Cortez 2010.
BEHRING, Elaine; BOSCHETTI, Ivanete. Política social: fundamentos e história. São Paulo, SP: Cortez, 2006.
BENSAÏD, Daniel. ‘Karl Marx, As Crises do Capitalismo’, Demopolis, Paris, Junho de 2009. Disponível em:< https://www.marxists.org/portugues/bensaid/2009/08/marx.htm > Acesso em 10 de julho de 2016.
BOSCHETTI, Ivanete. Assistência Social e Trabalho no Capitalismo. São Paulo, Cortez, 2016.
BRETTAS, Tatiana. Dívida pública: uma varinha de condão sobre os recursos do fundo público. In: SALVADOR, Evilasio et al (orgs). Financeirização, Fundo Público e Política Social. São Paulo: Cortez, 2012.
CHESNAIS, F. A mundialização do capital. São Paulo: Xamã. 1996
__________. O capital portador de juros: acumulação, internacionalização, efeitos econômicos e políticos. In: CHESNAIS, F. (Org). A finança mundializada. São Paulo: Boitempo, 2005.
__________.Como la crisis del 29, o más… Un nuevo contexto mundial. In Revista Herramienta, n. 39. 2008. Disponível em http://www.herramienta.com.ar/revista-herramienta-n-39/como-la-crisis-del-29-o-mas-un-nuevo-contexto-mundial Acesso em 12 de julho de 2016.
____________. As Dívidas Ilegítimas. Quando os Bancos Fazem Mão Baixa nas Políticas Públicas. Portugal, Ed. Circulo de Leitores, 2012.
FONTES, Virgínia. O Brasil e o Capital Imperialismo – teoria e história. Rio de Janeiro, FIOCRUZ- EPSJV e UFRJ, 2010.
GOUGH, Ian. Economia política del Estado del bienestar. Trad. de Gregorio Rodriguez Cabrero. Madrid: H. Blume Ediciones, 1982.
HARVEY, D. O neoliberalismo: história e implicações. São Paulo: Edições Loyola. 2008.
__________. O enigma do capital e as crises do capitalismo. São Paulo: Ed. Boitempo, 2011.
HERRERA, Rêmy. Prefácio: O Capital Fictício no Centro Da Crise. In: GOMES, Helder (org). Especulação e lucros fictícios - formas parasitárias da acumulação contemporânea. São Paulo, Ed: Outras expressões, 2015.
NETTO, José Paulo; BRAZ, Marcelo. Economia política: uma introdução crítica. 1° ed. São Paulo: Cortez, 2006
MANDEL, Ernest. O Capitalismo Tardio. SP. Abril Cultural, 1982.
_______________. A Crise do Capital: os fatos e sua interpretação marxista. São Paulo, Editora Ensaio, 1990.
MARX, K. O Capital. Volume III - Tomo 2. SP: Abril Cultural 1983.
MÉSZÀROS, István. A Crise estrutural do capital. São Paulo, Boitempo, 2009.
O’CONNOR, James. USA: a crise fiscal do Estado capitalista. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.
OLIVEIRA, Francisco. “O Surgimento do antivalor: capital, força de trabalho e fundo público. In: Os direitos do antivalor: a economia política da hegemonia imperfeita. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998. p. 19-48.
SALVADOR, Evilasio. Fundo público e seguridade social no Brasil. São Paulo: Cortez, 2010.

Downloads

Publicado

2020-02-17

Como Citar

COURI, J. . (2020). AS IMPLICAÇÕES DA CRISE DO CAPITAL SOBRE O FUNDO PÚBLICO. Revista Serviço Social Em Perspectiva, 1(1), 179–200. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/sesoperspectiva/article/view/956