Diretrizes Curriculares Nacionais para a área da enfermagem: o papel das competências na formação do enfermeiro

Autores

  • Maria Aparecida Vieira
  • Lyssa Esteves Souza Souto Universidade Estadual de Montes Claros
  • Sarah Martins Souza Universidade Estadual de Montes Claros
  • Cássio de Almeida Lima Universidade Estadual de Montes Claros
  • Conceição Vieira da Silva Ohara Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP
  • Edvane Birelo Lopes De Domenico Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP

Palavras-chave:

Diretrizes para o Planejamento em Saúde, Ensino, Educação em Enfermagem, Competência Profissional

Resumo

O presente estudo teve como objetivo descrever o papel e a importância das competências presentes nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a área da Enfermagem na formação do enfermeiro. Trata-se de revisão integrativa. A busca foi realizada na Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde e na Scientific Electronic Library Online, entre 2001 e 2014. A revisão reuniu 14 artigos e 02 documentos legais. Evidenciam-se inúmeros conceitos acerca das competências; a presença de diferentes papéis e competências relacionadas ao enfermeiro; a responsabilidade da educação pela formação de profissional capaz de agir e transformar sua prática; o valor dos Projetos Pedagógicos ao estabelecerem estratégias pedagógicas inovadoras para construir competências necessárias à resolução de problemas. As competências se configuram como temática polêmica, relevante na formação e prática laboral do enfermeiro. É necessário reconhecer as contradições e dificuldades para que docentes e discentes busquem comportamentos e atitudes verdadeiramente comprometidos com o  ensino. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Aparecida Vieira

Enfermeira. Doutora em Ciências. Professora do Departamento de
Enfermagem da Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES.

Lyssa Esteves Souza Souto, Universidade Estadual de Montes Claros

Graduandas em Enfermagem da Universidade Estadual de Montes Claros -
UNIMONTES.

Sarah Martins Souza, Universidade Estadual de Montes Claros

Graduandas em Enfermagem da Universidade Estadual de Montes Claros -
UNIMONTES.

Cássio de Almeida Lima, Universidade Estadual de Montes Claros


Enfermeiro. Graduado pela Universidade Estadual de Montes Claros -
UNIMONTES.

Conceição Vieira da Silva Ohara, Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora Associada da Escola
Paulista de Enfermagem (EPE) - Universidade Federal de São Paulo -
UNIFESP.

Edvane Birelo Lopes De Domenico, Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta do
Departamento de Enfermagem Clínica e Cirúrgica da EPE - UNIFESP.

Referências

Brasil. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES N. 3, de 07 de novembro de 2001. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem. Diário Oficial da República Federativa da União. Brasília, 09 nov. 2001. Seção 1, p. 37. Brasília (DF): Ministério da Educação e Cultura; 2001.

Vale EG, Guedes MVC. Competências e habilidades no ensino de administração em enfermagem à luz das Diretrizes Curriculares Nacionais. Rev Bras Enferm. 2004;57(4):475-8.

Silva MJ, Sousa EM, Freitas CL. Formação em enfermagem: interface entre as diretrizes curriculares e os conteúdos de atenção básica. Rev Bras Enferm. 2011;64(2):315-21.

Peres AM, Ciampone MHT. Gerência e competências gerais do enfermeiro. Texto Contexto Enferm. 2006;15(3):492-9.

Santos I, Castro CB. Características pessoais e profissionais de enfermeiros com funções administrativas atuantes em um hospital universitário. Rev Esc Enferm USP. 2010;44(1):154-60.

Benito GAV, Tristão KM, Paula ACSF, Santos MA, Ataide LJ, Lima RCD. Desenvolvimento de competências gerais durante o estágio supervisionado. Rev Bras Enferm. 2012;65(1):172-8.

Polit DF, Beck CT. Using research in evidence-based nursing practice. In: Polit DF, Beck CT. Essentials of nursing research: methods, appraisal and utilization. Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins; 2006.

Polit DF, Beck CT, Hungler BP. Fundamentos de pesquisa em enfermagem. 5ª edição. Porto Alegre: Artmed; 2011.

Roman AR, Friedlander MR. Revisão integrativa de pesquisa aplicada à enfermagem. Cogitare Enferm.1998;3(2):109-12.

Mendes KDS, Silveira RCCP, Galvão CM. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2008;17(4):758-64.

Botelho LLR, Cunha CCA, Macedo M. O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão Soc. 2011;5(11):121-36.

Maya CM, Simões ALA. Implicações do dimensionamento do pessoal de enfermagem no desempenho das competências do profissional enfermeiro. Rev Bras Enferm. 2011;64(5):898-904.

Faustino RLH, Moraes MJB, Oliveira MAC, Egry EY. Caminhos da formação de enfermagem: continuidade ou ruptura? Rev Bras Enferm. 2003;56(4):343-7.

Witt RR, Almeida MCP. Competências dos profissionais de saúde no referencial das funções essenciais de saúde pública: contribuição para a construção de projetos pedagógicos na enfermagem. Rev Bras Enferm. 2003;56(4):433-8.

Bonetti OP, Kruse MHL. A formação que temos e a que queremos: um olhar sobre os discursos. Rev Bras Enferm. 2004;57(3):371-9.

Tanabe LP, Kobayashi RM. Perfil, competências e fluência digital dos enfermeiros do Programa de Aprimoramento Profissional. Rev Esc Enferm USP. 2013;47(4):943-9.

Deluiz N. Qualificação, competências e certificação: visão do mundo do trabalho. In: Seminário Certificação de Competências para Área da Saúde: os desafios do PROFAE. P. 7-8. Anais do Seminário Certificação de Competências para Área da Saúde: os desafios do PROFAE. Brasília (DF); 2001.

Draganov PB, Sanna MC. Avaliação das competências de professores de enfermagem para desenvolver programas educativos para adultos. Rev Bras Enferm. 2013;66(4):543-9.

Dias HC, Paiva KCM. Competências do enfermeiro: estudo em um hospital privado. Rev Bras Enferm. 2011;64(3):511-20.

Almeida ML, Segui MLH, Maftum MA, Labronici LM, Peres AM. Instrumentos gerenciais utilizados na tomada de decisão do enfermeiro no contexto hospitalar. Texto Contexto Enferm. 2011;20(número especial):131-7.

Peres AM, Ciampone MHT, Wolff LDG. Competências gerenciais do enfermeiro nas perspectivas de um curso de graduação de enfermagem e do mercado de trabalho. Trab Educ Saúde. 2007;5(3):453-72.

Montezeli JH, Peres AM, Bernardino E. Competências gerenciais requeridas de enfermeiros em um pronto-socorro. Rev Pesq Cuid fundam online [Internet]. 2013 [acesso em 14 jan 2014];5(3):245-52. Disponível em: < http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/2019/pdf_862>

Guedes CCPG, Aguiar BGC. Discutindo e refletindo sobre a competência do enfermeiro offshore. Rev Enferm UERJ. 2012;20(1):61-6.

Nascimento ES, Santos GF, Caldeira VP, Teixeira VMN. Formação por competência do enfermeiro: alternância teoria-prática, profissionalização e pensamento complexo. Rev Bras Enferm. 2003;56(4):447-52.

Spagnol CA, Soares AN, Silveira BV. Experiências vivenciadas na disciplina competências e habilidades para gestão de pessoas nas organizações de saúde. Rev Enferm Cent O Min. 2012;2(3): 451-62.

Lima TC, Paixão FRC, Cândido EC, Campos CJG, Ceolim MF. Estágio curricular supervisionado: análise da experiência discente. Rev Bras Enferm. 2014;67(1):133-40.

Downloads

Publicado

2020-05-23

Edição

Seção

Artigos de Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)