PERCEPÇÕES DE DOCENTES SOBRE OS RISCOS OCUPACIONAIS NO CONTEXTO DE TRABALHO UNIVERSITÁRIO

Autores

  • Isabely Karoline da SIlva Ribeiro Universidade Federal de São João Del Rei-UFJS
  • Graziela Silveira Teixeira Universidade Federal de São João Del Rei-UFJS
  • Renata Cristina da Penha Silveira Universidade Federal de São João Del Rei-UFJS

Palavras-chave:

Docentes; Universidades; Saúde do Trabalhador; Riscos Ocupacionais.

Resumo

Objetivoidentificar os riscos ocupacionais no contexto de trabalho universitário sob a ótica de docentes. Metodologia: Estudo descritivo, de abordagem qualitativa. Participaram do estudo 18 docentes de uma instituição de ensino superior (IES) localizada em um município do Centro-Oeste do Estado de Minas Gerais. Os relatos obtidos foram transcritos para análise de conteúdo associada ao programa computacional ATLAS TI 7. Resultados: Foram identificadas duas categorias temáticas: A atividade docente e a pluralidade dos riscos e As influências dos riscos do trabalho docente na qualidade de vidaConclusãoRessalta-se que investigar os fatores condicionantes dos riscos no contexto de trabalho docente é contribuir com a elaboração de estratégias de promoção a saúde do trabalhador no ambiente universitário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Carlotto MS. Prevenção da Síndrome de Burnout em Professores: um relato de experiências. Mudanças-psicologia da saúde. [Internet] 2014; 22(1):31-39 [acesso em 20 out 2016]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-37722011000400003

Sousa AFL, Queiroz AAFLN, Oliveira LB, Moura MEB, Batista OMA, Andrade D. Representações sociais da Enfermagem sobre biossegurança: saúde ocupacional e o cuidar prevencionista. Rev. Bras. Enferm. [Internet]. 2016 Oct [cited 2017 Mar 06] ; 69 (5): 864-871. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S003471672016000500864&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2015-0114.

Giannin SP, Latorr MDOR, Fischer FM, Ghirardi AC, Ferreira LP. Teachers’ voice disorders and loss of work ability: a case-control study. J Voice. 2015;29 (2):209-17 [acesso em 20 out 2016]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-17822013000600566

Vale SCP, Aguillera F. Estresse dos professores de ensino fundamental em escolas públicas. Revista Psicologia, Diversidade e Saúde, Salvador. 2016;5(1):86-94 [acesso em 20 out 2016]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-73722008000400023

Corral-Mulato S, Bueno SMV, Franco DM. Docência em Enfermagem: insatisfações e indicadores desfavoráveis. Acta Paul Enferm. [Internet] 2010;23(6):769-74 [acesso em 20 out 2016]. Disponível em: www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002010000600009

Godinho RLP, Oliveira LA, Ferreira JS, Santos NARS, Velasco AR, Passos JP. O estresse ocupacional e os docentes de enfermagem. Revista Pró-UniverSUS. [Internet] 2015 Jul./Dez.;06(3):17-22 [acesso em 20 out 2016]. Disponível em: http://editorauss.uss.br/index.php/RPU/search

CeballosAGC.; Santos GB. Fatores associados à dor musculoesquelética em professores: Aspectos sociodemográficos, saúde geral e bem-estar no trabalho. RevBrasEpidemiol. [Internet] 2015; 18(3):702-15 [acesso em 20 out 2016]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1415790X2015000300702&script=sci_abstract&tlng=pt

Romano C, Alves L, Silveira R, Terra F, Robazzi M, Silva L. Speech evaluationontheexpressivenessofnursingteacher. J Nurs UFPE online. [Internet]2012;6(10):2484-9 [acesso em 20 out 2016] .Disponível em: http://www.revista.ufpe.br/revistaenfermagem/index.php/revista/article/view/3712.

Rossi-Barbosa LA, Barbosa MR, Morais RM, Sousa KF, Silveira MF, Gama AC, Caldeira AP. Self-ReportedAcuteandChronicVoiceDisorders in Teachers. J Voice. [Internet] 2015. 001691 [acesso em 20 out 2016]. Disponível em: :http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26344862

Badaçara l, Silva AF, Castro JGD, Santos GCA. Common psychiatricsymptomsamongpublicschoolteachers in Palmas, Tocantins, Brazil. Anobservationalcross-sectionalstudy. Sao Paulo Med. J. [Internet] 2015.133(5):435-438 [acesso em 20 out 2016]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S151631802015000500435&lng=en . http://dx.doi.org/10.1590/1516-3180.2014.8242810.

Minayo MCS. Análise qualitativa: teoria, passos e fidedignidade. Ciênc. saúde coletiva [Internet]. 2012 Mar; 17(3): 621-6 [acesso em 20 out 2016]. Disponível em: http://www.scielosp.org/pdf/csc/v17n3/v1

Oliveira DC. Análise de conteúdo temático-categorial: Uma proposta de sistematização. Rev. Enferm.UERJ. 2008;16(4); 569-76.

Ministério da Saúde (BR). Resolução n.466 de 12 de dezembro de 2012. [Internet].[acesso em 13 out 2016] Disponível: http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf

Caran VCS, Freitas FCT, Alves LM, Pedrão LJ, Robazzi MLCC. Riscos ocupacionais, psicossociais e sua repercussão na saúde de docentes universitários. Rev. Enferm. UERJ. [Internet] 2011; 19(2):255-261 [acesso em 20 out 2016]. Disponível em: http://www.facenf.uerj.br/v19n2/v19n2a14.pdf

Ministério do Trabalho e Emprego (BR). Legislação - Normas Regulamentadoras. NR 6 Equipamento de Proteção Individual - EPI. Brasília, 2008. Disponível em: http://portal.mte.gov.br/data/files/8A7C816A47594D 04014767F2933F5800/NR-06%20(atualizada)%202014.pdf. Acesso em: 10/02/ 2015.

Organização Mundial da Saúde. Constituição da Organização Mundial da Saúde. 2006. Disponível em: www.who.int/governance/eb/ who_constitution_sp.pdf .

Diaz-Tamayo AM, Vivas MMC. Riesgo biológico y prácticas de bioseguridadendocencia. Rev. Fac. Nac. SaludPública.[Internet]2016;34(1):62-9.[acesso 10 out 2016]. Disponível em: http://www.scielo.org.co/scielo.phpscript=sci_arttext&pid=S0120386X2016000100008&lng=en. http://dx.doi.org/10.17533/udea.rfnsp.v34n1a08.

Oliveira EB, Costa SLT, Guimarães NSL. O trabalho do acadêmico de enfermagem no hospital geral: riscos psicossociais. Rev. enferm. UERJ, Rio de Janeiro [internet] 2012.20(3):317-22. [acesso 10 out 2016].Disponível: http://www.facenf.uerj.br/v20n3/v20n3a06.pdf

Mark G, Smith A. Effectsofoccupational stress, jobcharacteristics, coping, andattributionalstyleonthe mental healthandjobsatisfactionofuniversityemployees Anxiety, Stress andCoping, London,. 2012. 25(1):63-78. Disponível em: www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21271408

Borreli I, Benevene P, Fiorilli C, D’amelio F, Pozzi G. Workingconditionsand mental health in teachers: a preliminarystudy. OccupMed (Lond). [Internet] 2014. 64(7):530-2 [acesso em 20 out 2016]. Disponível em: www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25145485

World Health Organization (WHO). World reportonviolenceandhealth. Geneva: WHO; 2002.

Netto-Maia LLQG, Costa MA, Rodrigues RN, Rodrigues LA, Tatagiba DA. R. Enferm. Cent. O. Min .[Internet] 2013;3(3):797-803 [acesso em 20 out 2016]. Disponível: http://www.seer.ufsj.edu.br/index.php/recom/article/view/400/526

Levandoski G, Ogg F, Cardoso FL. Violência contra professores de educação física no ensino público do estado do Paraná. Motriz: rev. educ. fis. [Internet] 2011.17(3):374-83.Disponível:http://www.scielo.br/scielo.phpscript=sci_arttext&pid=S198065742011000300001&lng=pt. http://dx.doi.org/10.1590/S1980-65742011000300001.

Ervasti J, Kivimäki M, Pentti J, Salmi V, Suominen S, Vahtera J, Virtanen M. Work-relatedviolence, lifestyle, andhealthamongspecialeducationteachersworking in Finnishbasiceducation. J Sch Health. [Internet] 2012;82(7):336-43. Disponível: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22671950. Doi: 10.1111/j.1746-1561.2012.00707.x.

Servilha AME, Arbach MP. Queixas de saúde em professores universitários e sua relação com fatores de risco presentes na organização do trabalho. DistúrbComun, São Paulo. 2011. 23(2): 181-191[acesso em 20 out 2016]. Disponível em: http://revistas.pucsp.br/index.php/dic/article/download/8274/6149

Santana AMC, De Marchi D, Junior LCG, Girondoli YM, Chiappeta A. Burnoutsyndrome, workingconditions, andhealth: a reality amongpublic high schoolteachers in Brazil. JournalWork. 2012. 41 (Suppl 1):3709-3717.

Silva LG; Silva MC. Condições de trabalho e saúde de professores pré-escolares da rede pública de ensino de Pelotas, RS, Brasil. Ciênc. saúde coletiva. [Internet] 2013. 18(11): 3137-3146 [acesso em 20 out 2016]. Disponível em: www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232013001100004

Erick PN, Smith DR. Lowbackpainamongschoolteachers in Botswana, prevalenceandriskfactors. BMC MusculoskeletDisord. [Internet] 2014;15:359 [acesso em 20 out 2016]. Disponível: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4230345/

Rottermund J, Knapik A, Sauljcz E, Mysliwiec A., Saulicz M, Rygiel KA, Linek P. Back andneckpainamongschoolteachers in Polandand its correlationswithphysicalactivity. MedPrev, Poland. [Internet] 2015; 66(6):771-8 [acesso em 20 out 2016]. Disponível em: www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26674164

Santos MN, Marques AC. Condições de saúde, estilo de vida e características de trabalho de professores de uma cidade do sul do Brasil. Ciênc. saúde coletiva. [Internet] 2013; 18 (3): 837-46 [acesso em 20 out 2016]. www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232013000300029.

Downloads

Publicado

2020-03-05

Como Citar

Karoline da SIlva Ribeiro, I., Silveira Teixeira, G., & Cristina da Penha Silveira, R. (2020). PERCEPÇÕES DE DOCENTES SOBRE OS RISCOS OCUPACIONAIS NO CONTEXTO DE TRABALHO UNIVERSITÁRIO. Revista Renome, 6(1), 45–58. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renome/article/view/1238

Edição

Seção

Artigos Originais