LITERATURA EM ESCOLAS PÚBLICAS

REFLEXÕES A PARTIR DA ESCUTA DE PROFESSORES

Autores

  • Flávia Brocchetto Ramos
  • Gabrielle Dall' Agnol
  • Andreia Morés

Palavras-chave:

PNBE; mediação; formação docente.

Resumo

Este artigo analisa resultados de investigação sobre a mediação da leitura literária relacionada a obras selecionadas pelo Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE), a fim de compreender como a escola atua nesse Programa de leitura. O estudo focaliza dois grupos de profissionais que atuam em escolas públicas (municipais e estaduais) nos municípios de Caxias do Sul e Terra de Areia-RS, nos anos iniciais do Ensino Fundamental, em especial, os que exercem a docência em turmas de primeiro ao terceiro ano. Para a construção de dados, foram realizados questionários com questões objetivas e dissertativas pautadas nos princípios qualitativos de BAUER & GASKELL (2002) e BISOL (2012). Os dados analisados sinalizam para a importância da literatura durante a formação dos profissionais, bem como o incentivo de programas de governo que fortalecem as práticas docentes, incentivando a formação de leitores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAUER, Martin; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

BISOL, Cláudia Alquati. Estratégias de pesquisa em contextos de diversidade cultural: entrevistas de listagem livre, entrevistas com informantes-chave e grupos focais. Revista Estudos psicológicos, vol. 29, supl.1. Campinas Oct./Dec. 2012. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-166X2012000500008&script=sci_arttext>. Acesso em: 26/05/2017.

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. RESOLUÇÃO Nº 2, DE 1º DE JULHO DE 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Brasília, Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, seção 1, n. 124, p. 8-12, 02 de julho de 2015.

BRASIL. Programa Nacional Biblioteca da Escola 1997. Disponível em http://portal.mec.gov.br/programa-nacional-biblioteca-da-escola. Acessado em 13/04/2019.

BRASIL. SEB/DAGE. Pacto nacional pela alfabetização na idade certa: formação do professor alfabetizador: caderno de apresentação. Brasília: MEC, SEB, 2012.

CANDIDO, Antônio. O direito à Literatura. In: Vários Escritos. Rio de Janeiro/São Paulo: Ouro sobre Azul/Duas Cidades, 1995.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Autores associados/ Cortez, 1989.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

GADAMER, Hans-Georg. Verdade e método. Petrópolis: Vozes, 1997.

LAJOLO, Marisa. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. São Paulo: Ática, 1997.

NÓVOA, António FORMAÇÃO DE PROFESSORES E PROFISSÃO DOCENTE 1992. Disponível em: http://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/4758/1/FPPD_A_Novoa.pdf> Acessado em 13/04/2019.

PAIVA, Aparecida; SOARES, Magda. Introdução. In: PNBE na escola: literatura fora da caixa / Ministério da Educação; elaborada pelo Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita da Universidade Federal de Minas Gerais. – [Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2014].

RAMOS, Flávia Brocchetto; PANOZZO, Neiva Senaide Petry. Interação e mediação de leitura literária para a infância. São Paulo: Global, 2011.

RAMOS, Flávia Brocchetto. Literatura infantil: de ponto a ponto. Curitiba: CRV, 2010.

Downloads

Publicado

2020-03-25

Como Citar

Brocchetto Ramos, F., Dall’ Agnol, G., & Morés, A. (2020). LITERATURA EM ESCOLAS PÚBLICAS: REFLEXÕES A PARTIR DA ESCUTA DE PROFESSORES. Revista Ciranda, 4(1), 4-20. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/ciranda/article/view/1567

Edição

Seção

Artigos