O sagrado e a cidade: olhares simbólicos religiosos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46551/rc24482692202116%20

Palavras-chave:

Sagrado, Urbano, Lugar, Território

Resumo

Durante um determinado período os estudos geográficos referentes as relações existentes entre o sagrado e o urbano foram negligenciados, relegando o fenômeno religioso no urbano a um plano secundário, focado apenas na visão holística de que toda cidade surge através de uma lógica de mercado, que cresce, se reproduz, agrega valores e capitais, favorecendo o processo de acumulação de capital, o desenvolvimento e a expansão do capitalismo. Assim, o objetivo principal deste trabalho é apresentar ao leitor uma outra visão relacionada a abordagem sobre o urbano, ou seja, a análise do sagrado como elo de formação das cidades. Desta maneira, caminharemos em busca de um resgate histórico e geográfico da formação e gênese das primeiras cidades, bem como os fatores que contribuíram para que determinadas localidades passassem a ser conhecidas como hierópolis ou cidades-santuário, devido a vivência de seus habitantes e frequentadores estarem relacionadas diretamente a uma determinada experiência religiosa, predominantes frente as outras funções econômicas. Porém, neste artigo, também debateremos que determinadas estratégias territoriais, também buscam oprimir o outro que não compartilha com as mesmas ideias religiosas impostas por um dado grupo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jefferson Rodrigues de Oliveira, Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ, Rio de Janeiro (RJ), Brasil

É Graduado, Mestre, Doutor e Pós- Doutor em Geografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Atualmente é Professor do Laureate Brasil e Pesquisador do NEPEC em Rede da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Nelson Cortes Pacheco Junior , Universidade do Estado do Rio de Janeiro– UERJ, Rio de Janeiro (RJ), Brasil

É Graduado em Geografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Mestre em Geografia pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Atualmente é Pesquisador do NEPEC em Rede (UERJ); CRELIG (UFRRJ) e Geo.Con (UFF).

Referências

BERNARDES, Antonio; AGUIAR, Felipe. O território como experiência: Ensaio de Geografia Fenomenológica existencial. Caderno Prudentino de Geografia, [S./l.], n.42, v.2, p. 44-62, junho, 2020.

BONNEMAISON, Jöel. Viagem em torno do território (trad. Márcia Trigueiro). In: CORRÊA, Roberto Lobato, ROSENDAHL, Zeny. Geografia Cultural. Uma Antologia. Rio de Janeiro: Ed. UERJ, 2012.

CARLOS, Ana. F. A. C. A Cidade. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2009.

CORRÊA, Roberto. L. O Espaço Urbano. São Paulo, Ática, 1999.

COULANGES, F. A Cidade Antiga. Lisboa: Clássica Ed., 11. ed., 1988.

ELIADE, Mircea. O Sagrado e o Profano: a essência das religiões. Tradução Rogério Fernandes. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

HEIDEGGER, Martin. Fenomenologia da vida religiosa (trad. Enio Paulo Giachini / Jairo Ferrandin/Renato Kirchner). Petrópolis: Editora Vozes/Bragança Paulista: Editora Universitária São Francisco, 2014.

HEIDEGGER, Martin. Ser e Tempo. Ttrad. Marcia Sá Cavalcanti. Petrópolis: Editora Vozes / Bragança Paulista: Editora Universitária São Francisco, 2018.

HOLZER, Werther. Sobre Territórios e Lugaridades. Cidades (Presidente Prudente), [S./l.], v.10, p. 18-29, 2013

LEVINAS, Emmanuel. Totalidade e Infinito. Lisboa: Edições 70, 2020.

LEWANDOWSKI, S.K. The built environment and cultural symbolism in post-colonial Madras. In: AGNEW, J.A. et all. The city in Cultural Context. Boston: Allen ad Unwin, 1984, p. 237-254.

LIMA, Jamille da Silva. Identidade e Lugar na metafenomenologia da alteridade Payayá. GeoTextos, Salvador, n.2, v. 15, p. 13-33, 2019.

MESLIN, Michel. Fundamentos de Antropologia Religiosa. A experiência humana do divino. Petrópolis: Editora Vozes, 2014.

MUMFORD, L. A Cidade na História: Suas origens, transformações e perspectivas. São Paulo, Martins Fontes, 1998.

OLIVEIRA, Jefferson R. de. O on e o off da fé na hipermodernidade: a religião e as novas interfaces do sagrado na era 2.0. O exemplo no Vale do Paraíba (SP). 2017. 267 f. Tese (Doutorado em Geografia) – Instituto de Geografia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017.

OLIVEIRA, Jefferson R de. Canção Nova e as Peregrinações Pós-Modernas: Hierópolis Carismática de Cachoeira Paulista – SP. São Paulo: Paco Editorial, 2015.

PACHECO JUNIOR, Nelson Cortes. Religião e Espaço: Disputas territoriais para a consolidação do espaço beneditino na cidade do Rio de Janeiro no século XVII. In: X Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Geografia. Campinas, 2013.

PACHECO JUNIOR, Nelson Cortes. Da capital às tabancas: A lugaridade entre os guineenses e os missionários protestantes em Guiné-Bissau, 2020. 152 f. Dissertação (Mestrado em Geografia). Campos dos Goytacazes: Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional / Universidade Federal Fluminense, 2020.

ROSENDAHL, Zeny. Espaço e Religião: Uma abordagem geográfica. Rio de Janeiro: Ed. UERJ, 2002.

ROSENDAHL, Zeny. Hierópolis: o sagrado e o urbano. 2. ed. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2009.

ROSENDAHL, Zeny. Espaço, Cultura e Religião: Dimensões de análise. In: CORRÊA, Roberto Lobato, ROSENDAHL. Introdução à Geografia Cultural. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.

ROSENDAHL, Zeny. Uma procissão na Geografia. Rio de Janeiro: Ed. UERJ, 2018.

SINGER, Paul. Economia Política da Urbanização. São Paulo: Brasiliense, 1990.

TUAN. Yi-Fu. Topofilia: um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. São Paulo: Difel, 1980.

TUAN. Yi-Fu. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. Tradução por Lívia de Oliveira. São Paulo: Difel, 1983.

TUAN, Yi-Fu. The Hydrologic Cycle and the wisdom of God. A theme in Geoteleology. Toronto: University of Toronto Press, 1968.

TUAN, Yi-Fu. Geopiety: A theme in Man’s Attachment to Nature and to Place. In: LOWENTHAL, David; BOWDEN, Martyn J. Geographies of the mind. Essays in historical geosophy. New York: Oxford University Press, 1976.

TUAN, Yi-Fu. Sacred Space: Explorations of an Idea. In: Butzer, Karl W. Dimensions of Human Geography. Essays on some familiar and neglected themes. Chicago: The University of Chigaco, 1978.

VASCONCELOS, Pedro de A. Os agentes modeladores das cidades brasileiras no período colonial. In: CASTRO, Iná E. de; GOMES, Paulo Cesar da C; CORRÊA, Roberto L. (Org.). Explorações Geográficas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2° ed. 2006.

Downloads

Publicado

2021-06-01

Como Citar

OLIVEIRA, J. R. de; PACHECO JUNIOR , N. C. O sagrado e a cidade: olhares simbólicos religiosos. Revista Cerrados, [S. l.], v. 19, n. 01, p. 383–399, 2021. DOI: 10.46551/rc24482692202116 . Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/cerrados/article/view/4123. Acesso em: 21 jun. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Categorias