FREQUÊNCIA DE HIPOMINERALIZAÇÃO MOLAR-INCISIVO EM CRIANÇAS E CONHECIMENTO DOS RESPONSÁVEIS QUANTO À ERUPÇÃO DO PRIMEIRO MOLAR PERMANENTE

Autores

  • Laura Marcelly Teixeira Gomes Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)
  • Antônio Cavalcanti Oliveira Filho Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)
  • Alice Duarte Santos Veloso Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)
  • Maria Fernanda Souza Ramos Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)
  • Maria José Lages de Oliveira Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)
  • Verônica Oliveira Dias Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

DOI:

https://doi.org/10.46551/ruc.v24n1a8

Palavras-chave:

Hipomineralização dentária, Molar, Dentição permanente, Prevalência, Odontopediatria

Resumo

Objetivos: avaliar a frequência da Hipomineralização Molar-Incisivo (HMI) em crianças atendidas em uma clínica escola de Odontologia e o conhecimento dos responsáveis em relação à erupção dos primeiros molares permanentes das suas crianças. Método: estudo transversal descritivo. Amostra de 22 crianças e respectivos responsáveis. Os dados foram coletados através de exame bucal das crianças e utilizado um questionário para avaliar o conhecimento dos responsáveis quanto à presença dos primeiros molares permanentes das suas crianças. Realizou-se uma análise descritiva dos dados. Resultados: a frequência de HMI foi de 40,9% entre as crianças, destas, 55,6% apresentaram em dois a três primeiros molares permanentes e 44,4% em todos primeiros molares. Avaliando o conhecimento dos responsáveis sobre a erupção dos primeiros molares permanentes das suas crianças, 54,5% afirmaram que, para que haja a erupção de um dente permanente, sempre ocorre a esfoliação do dente decíduo, 77,3% consideram que o primeiro dente permanente irrompe na região anterior da boca, 36,4% não lembram qual o primeiro dente permanente que erupciona. Conclusões: a alta frequência de HMI observada nas crianças e o pouco conhecimento dos responsáveis requer maior envolvimento dos docentes e acadêmicos durante os atendimentos clínico-infantis, identificando a HMI em estágios iniciais e desenvolvendo programas educativos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laura Marcelly Teixeira Gomes, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Cirurgiã-dentista. Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES). Montes Claros - MG - Brasil. https://orcid.org/0000-0001-8968-0636.

Antônio Cavalcanti Oliveira Filho, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Cirurgião-dentista. Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES). Montes Claros - MG - Brasil. https://orcid.org/0000-0002-5087-9119.

Alice Duarte Santos Veloso, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Cirurgiã-dentista. Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES). Montes Claros - MG - Brasil. https://orcid.org/0000-0003-1309-2592.

Maria Fernanda Souza Ramos, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Cirurgiã-dentista. Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES). Montes Claros - MG - Brasil. https://orcid.org/0000-0002-7749-565X.

Maria José Lages de Oliveira, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Doutora em Odontopediatria pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professora da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES). https://orcid.org/0000-0003-0146-6059.

Verônica Oliveira Dias, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Doutora em Ciências da Saúde pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES). Professora da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES). https://orcid.org/0000-0003-1989-7797.  

Referências

ELFRINK, Marlies E. C. et al. Deciduous molar hypomineralization and molar incisor hypomineralization. J. Dent. Res., Chicago, v. 91, n. 6, p. 551- 555, Jun. 2012.

PORTO, Isabel Maria et al. Enamel mineralization in the absence of maturation stage ameloblasts. Archives Oral Biol, v. 54, p. 313-321, 2009.

WEERHEIJM, Karin L. Molar incisor hypomineralization (MIH): clinical presentation, etiology and management. Dent Update, v. 31, p. 9-12, 2004.

SEOW, W. Kim Developmental defects of enamel and dentine: challenges for basic science research and clinical management. Aust Dent J, v. 59, n. 1, p. 143-154, Jun 2014.

WEERHEIJM, Karin L.; MEJÀRE, I. A. Molar incisor hypomineralization: a questionnaire inventory of its occurrence in member countries of the European Academy of Paediatric Dentistry (EAPD). Int J Paediatr Dent, v. 13, n. 6, p. 411-416, Nov 2003.

TEIXEIRA, Mayla Kezy et al. Primeiro molar permanente: estudo da prevalência de cárie em crianças. Int J Dent, Recife, v. 10, n. 4, p. 223-227, 2011.

RITA, Jorgeisa Costa Santa Prevalência de cárie nos primeiros molares permanentes em escolares da rede pública de paulista/MG: agravos e consequências. 2013. 51f. Trabalho de conclusão de curso (Especialização em Atenção básica em saúde da família) - Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Governador Valadares, 2013.

VIEIRA, Alexandre R.; KUP, Elaine. On the Etiology of Molar-Incisor Hypomineralization. Caries Res, v. 50, p. 166–169, 2016.

SOVIEIRO, Vera et al. Prevalence and distribution of demarcated opacities and their sequelae in permanent 1st molars and incisors in 7 to 13-year-old Brazilian children. Acta Odontol Scand, v. 67, p. 170–175, 2009.

JEREMIAS, Fabiano et al. Dental caries experience and Molar-Incisor Hypomineralization. Acta Odontol Scand, v. 71, p. 870–876, 2013.

BASSO, Ana Paula et al. Hipomineralização Molar-Incisivo. Rev Odonto Ciênc, v. 22, n. 58, p. 371-376, 2007.

MURALI, H. Rao et al. Molar Incisor Hypomineralization. J Contemp Dent Pract, v. 17, n. 7, p. 609-613, 2016.

JÄLEVIK, Birgitta. Prevalence and Diagnosis of Molar-Incisor- Hypomineralisation (MIH): A systematic review. Eur Arch Paediatr Dent, v. 11, n. 2, p. 59-64, 2010.

COSTA-SILVA, Cristiane Maria da et al. Molar incisor hypomineralization: prevalence, severity and clinical consequences in Brazilian children. Int J Paediatr Dent, v. 20, p. 426–434, 2010.

COSTA, Angélica Alves et al. Prevalência e etiologia de defeitos de desenvolvimento de esmalte em dentes decíduos e permanentes. UNINGÁ Review, v. 15, n. 1, p. 48–54, 2013.

WILLIAM, Vanessa; MESSER, Louise B.; BURROW, Michael F. Molar incisor hypomineralization: review and recommendations for clinical management. Pediatr Dent, v. 28, p. 224-232, 2006.

GOTLER, Maya; RATSON, Tal. Molar incisor hypomineralization (MIH) - a literature review. Refuat Hapeh Vehashinayim, v. 27, n. 2, p. 10-18, Abr 2010.

ZAWAIDEH, Feda I.; AL-JUNDI, Suhad H. S.; AL-JALJOLI, Mariam H. Molar Incisor Hypomineralisation: prevalence in Jordanian children and clinical characteristics. European Archives of Paediatric Dentistry, v. 12, n. 1, p. 31-36, 2011.

GARCIA-MARGARIT, Miriam et al. Epidemiologic study of molar-incisor hypomineralization in 8-year-old Spanish children. Int J Paediatr Dent, v.24, n.1, p.14-22, 2014.

PARIKH, Darshit Rajeshkumar; GANESH, Mahadevan; BHASKAR, Vijay. Prevalence and characteristics of Molar Incisor Hypomineralisation (MIH) in the child population residing in Gandhinagar, Gujarat, India. European Archives of Paediatric Dentistry, v.13, n.1, p.21-26, 2012.

LIMA, Maikon Nogueira et al. Prevalência da perda dos primeiros molares permanentes em crianças de 8 a 12 anos atendidas na Unicatólica. Jornada Odontológica dos Acadêmicos da Católica, v. 3, n. 1, 2017.

PINHO, Judith Rafaelle Oliveira et al. Factors associated with the development of dental defects acquired in the extrauterine environment. Brazilian Oral Research, v. 33, 2019.

MARTINS, Caroline Luana Costa; JETELINA, Juliana de Camargo. Conhecimento dos pais sobre saúde bucal na infância e a relação com o motivo da consulta odontológica. Journal of Oral Investigations, Passo Fundo, v. 5, n. 1, p. 27-33, out. 2016.

MASSONI, Andreza Cristina de Lima Targino et al. Saúde Bucal Infantil: Conhecimento e Interesse de Pais e Responsáveis. Pesq Bras Odontoped Clin Integr, v. 10, n. 2, p. 257-264, 2010.

SPEZZIA, Sérgio. Hipomineralização molar incisivo em odontopediatria: considerações gerais. Journal of Oral Investigations, Passo Fundo, v. 8, n. 1, p. 100-113, abr. 2019.

SCHIMIDT, Gisele Forlin. Perda precoce do primeiro molar permanente. 2001. 32p. Monografia (Especialização em Odontopediatria) - Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Florianópolis, 2001.

DIAS, Ana Paulla; MARQUES, Rosemarie Brandim. Prevalência de cárie dentária em primeiros molares permanentes de crianças de 6 a 12 anos de idade. Interd. v. 10, n. 3, p. 78-90, jul. ago. set. 2017

Downloads

Publicado

2022-06-27

Como Citar

MARCELLY TEIXEIRA GOMES, L.; CAVALCANTI OLIVEIRA FILHO, A.; DUARTE SANTOS VELOSO, A.; FERNANDA SOUZA RAMOS, M.; JOSÉ LAGES DE OLIVEIRA, M.; OLIVEIRA DIAS, V. FREQUÊNCIA DE HIPOMINERALIZAÇÃO MOLAR-INCISIVO EM CRIANÇAS E CONHECIMENTO DOS RESPONSÁVEIS QUANTO À ERUPÇÃO DO PRIMEIRO MOLAR PERMANENTE. Revista Unimontes Científica, [S. l.], v. 24, n. 1, p. 1–15, 2022. DOI: 10.46551/ruc.v24n1a8. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/unicientifica/article/view/5434. Acesso em: 12 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)