FEBRE HEMORRÁGICA DA DENGUE: ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS E ECONÔMICOS NO BRASIL

Autores

  • Aline Camargo de Oliveira Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc
  • Ana Laura Oliveira Santos Dias Guimarães Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc
  • Gabriela Lopes Antunes Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc
  • Larissa Maria Almeida Ramos Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc
  • Maria Cecília Drumond Cruz de Sales Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc
  • Melanie Monteiro Rodrigues Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc
  • Karina Andrade de Prince Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc

DOI:

https://doi.org/10.46551/ruc.v23n2a08

Resumo

Objetivo: Analisar o perfil clínico, epidemiológico e econômico da febre hemorrágica da dengue no Brasil. Método: Trata-se de um estudo, retrospectivo, descritivo, quantitativo, de base documental. Teve como universo de pesquisa a base de dados do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde, referente as internações, no período de 2011 a 2020. Resultados: No período avaliado foram registrados um total de 19.852 internações e 1.047 óbitos (5,27%) por febre
hemorrágica da dengue no país. A região Sudeste (33,2%) e Nordeste (30,9%), apresentaram maiores internações e, a maior taxa de mortalidade ocorreu na região Sul (8,6%). Houve predomínio no sexo feminino (52,26%), na faixa etária 10-19 anos (18,55%) e na cor/raça parda (42,75%). A respeito do regime e caráter das internações, 34,44% foram em hospitais públicos e 95,8% por urgência. A maioria dos óbitos ocorreu entre pacientes do sexo masculino (52,24%) e na faixa etária acima dos 70
anos (17,48%). O valor total gasto com as internações foi de 11.936.607,81 reais, dos quais 34,44% foram destinados às internações do sistema público. Conclusão: As internações em decorrência dessa doença se encontram elevadas no Brasil, predominante em mulheres, jovens e pardas, proporcionando altos custos para a saúde pública do país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Camargo de Oliveira, Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc

Graduanda de Medicina pelo Centro Universitário FIPMoc – (UNIFIPMoc). Montes Claros/MG-Brasil.

Ana Laura Oliveira Santos Dias Guimarães, Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc

Graduanda de Medicina pelo Centro Universitário FIPMoc – (UNIFIPMoc). Montes Claros/MG-Brasil.

Gabriela Lopes Antunes, Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc

Graduanda de Medicina pelo Centro Universitário FIPMoc – (UNIFIPMoc). Montes Claros/MG-Brasil.

Larissa Maria Almeida Ramos, Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc

Graduanda de Medicina pelo Centro Universitário FIPMoc – (UNIFIPMoc). Montes Claros/MG-Brasil.

Maria Cecília Drumond Cruz de Sales, Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc

Graduanda de Medicina pelo Centro Universitário FIPMoc – (UNIFIPMoc). Montes Claros/MG-Brasil.

Melanie Monteiro Rodrigues, Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc

Graduanda de Medicina pelo Centro Universitário FIPMoc – (UNIFIPMoc). Montes Claros/MG-Brasil.

Karina Andrade de Prince, Centro Universitário FIPMoc - UNIFIPMoc

Doutora em Biociências e Biotecnologia Aplicadas a Farmácia (UNESP). Professora do Centro Universitário
FIPMoc – (UNIFIPMoc). Minas Gerais. Brasil.

Referências

- BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Dengue: diagnóstico e manejo clínico no adulto e na criança – 5ª edição, Brasília, 2016. Disponível em: dengue-manejo-adulto-crianca-5d.pdf (saude.gov.br). Acesso em: 09

out. 2020.

- KHETARPAL, Niyati, KHANNA Ira. Dengue fever: causes, complicationns, and vaccine strategies. Journal of immunology Research, London, v. 2016, p. 1-14, jul. 2016.

- HARAPAN, Harapan et al. Dengue: A minireview. Viruses, Lima, v. 12, n. 8, p. 829, jul, 2020.

- WANG, Wen-Hung et al. Dengue hemorrhagic fever - A systemic literature review of current perspectives on pathogenesis, prevention and control. Journal of Microbiology, Immunology and Infection, Kaohsiung, v. 53, n. 6, p. 1-16, dez, 2020.

- RAZA, Muhammad Ali et al. A case of Dengue Fever With Hemorrhagic Manifestations. Cureus, Palo Alto, v. 12, n. 6, p. 1-14, jun, 2020.

- SRIKIATKHACHORN, Anon; MATHEW, Anuja; ROTHMAN, Alan L. Immunemediated cytokine storm and its role in severe dengue. Seminars in Immunopathology, Berlim, v. 39, n. 5, p. 563-574, abr, 2017.

- NELWAN, Erni. J. Early Detection of Plasma Leakage in Dengue Hemorrhagic Fever. Acta Med Indones, Indonésia, v. 50, n. 3, p. 183-184, jul, 2018.

- FERREIRA, Wellington Fernando da Silva; OLIVEIRA, Elia Machado de; DUTRA, Denecir de Almeida. Um breve panorama compreensivo sobre a dengue: reflexões clínicas e percepções comunitárias. Revista Jurídica Uniandrade, Curitiba, v. 1, n. 31, p. 6-7, jan-jul, 2020.

- LUZ, Kleber Giovanni et al. Comparação da gravidade dos casos de dengue segundo a classificação antiga e a classificação revisada. Revista de Medicina, São Paulo, v. 6, n. 97, p. 549-551, nov-dez, 2018.

- BIASSOTI, Amabile Visioti; ORTIZ, Mariana Aparecida Lopes. Diagnóstico laboratorial da dengue. Revista Uningá, Maringá, v. 29, n. 1, p. 123-124, mar, 2017.

- LEE, Tau Hong et al. Current management of severe dengue infection. Expert Review of Anti-infective therapy, London, v. 15, n. 1, p. 67-78, out, 2016.

- DONDORP, Arjen M.; HOANG, Mai Nguyen Thi Hoang; MER, Mervyn.. Management of Severe Malaria and Severe Dengue in Resource-Limited Settings. Intensive Care Medicine, Bethesda, v. 43, n. 11, p. 1692-1685, fev, 2019.

- GUO, Congcon et al. Global epidemiology of dengue outbreaks in 1990–2015: a systematic review and meta-analysis. Frontiers in Cellular and Infection Microbiology, Lausanne Switzerland, v. 7, p. 317, jul, 2017.

- SCHAEFER, Timothy J.; PANDA, Prasan K.; WOLFORD, Robert W. Dengue Fever. StatPearls Publishing, Treasure Island, p. 1-18, ago, 2020.

-JASAMAI, Malina et al. Current prevention and potential treatment options for dengue infection. Journal of Pharmacy & Pharmaceutical Sciences, Alberta, v. 22, p. 440-456, set, 2019.

- DOS SANTOS, Gabriel Augusto Cordeiro dos et al. Dengue: Prevenção, Controle e Cuidados de Enfermagem – Revisão Integrativa da Literatura 2008-2013. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, Belém, v. 20, n. 1, p. 71-78, abr, 2016.

- ORANTES, Luis Del Carpio. Dengue en poblaciones especiales. Revista del Hospital Juárez de México, Veracruz, v. 86, n. 1, p. 33-38, jan-mar, 2019.

- DA SILVA, Edillaine Lemes et al. Prevenção da Dengue: Experiências Escolares. Perspectivas Experimentais e Clínicas, Inovações Biomédicas e Educação em Saúde (PECIBES), Campo Grande, v. 3, n. 2, p. 66-73, nov, 2017.

- SILVA, Ivanise Brito; MALLMANN, Danielli Gavião; DE VASCONCELOS, Eliane Maria Ribeiro. Estratégias de combate à dengue através da educação em saúde: uma revisão integrativa. Revista Saúde (Santa Maria), Santa Maria, v. 41, n. 2, p. 27-34, jul-dez, 2015.

- CORREIA, Tercio Cirqueira et al. Prevalência de dengue clássica e dengue hemorrágica no Brasil, entre 2011 e 2015. Revista Eletrônica Acervo Saúde, São Paulo, v. 22, n. 22, p.1-8, abr, 2019.

- CANGIRANA, Jaqueline Ferreira; RODRIGUES, Gabriela Meira de Moura. Diferenças entre dengue clássica e hemorrágica e suas respectivas medidas profilática. Revista liberum Accessum, Brasília, v.1, n.1, p. 30-38, mar, 2020.

- ARAÚJO, Amanda Bezerra de. Uma análise das políticas de controle e combate à dengue no Brasil. Dissertação de mestrado (Programa de Pós Graduação em Gestão e Economia da Saúde) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 158 p. 2018.

- RIBEIRO, Ana Clara Machado et al. Condições Socioambientais relacionadas à Permanência da Dengue no Brasil-2020. Revista Saúde e Meio Ambiente, Três Lagoas, v. 11, n. 2, p. 326-340, ago-dez, 2020.

- MOTA, Anne Karin Madureira da et al. Mortalidade materna e incidência de dengue na Região Sudeste do Brasil: estudo ecológico no período 2001-2005. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 28, p. 1057-1066, jun, 2012.

- DUTRA, Fabiana Caetano Martins Silva; COSTA, Letícia Cardoso; SAMPAIO, Rosana Ferreira. A influência do afastamento do trabalho na percepção de saúde e qualidade de vida de indivíduos adultos. Fisioterapia e Pesquisa, Uberaba, v. 23, n. 1, p. 98-104, jan-mar, 2016.

- PONTES, Diego de Sousa et al. Morbimortalidade por febre hemorrágica da dengue no brasil. Temas em Saúde, João Pessoa, v. 20, n. 4, p. 193-205, ago, 2020.

- GONÇALVES, Caio Willer Brito et al. Análise de aspectos epidemiológicos da dengue no estado do Tocantins. Revista de Patologia do Tocantins, Palmas, v. 6, n. 4, fev, 2020.

- ALMEIDA, Rayane Brito de; FERREIRA, Marcela Beleza de. Especialização da dengue: indicadores socioespaciais e aspectos climáticos no processo saúdedoença. Raega – O Espaço Geográfico em Análise, Curitiba, v. 45, n. 1, p. 200-213, dez, 2018.

- OLIVEIRA, Dayane de Lima et al. Custo das internações por dengue no estado de Goiás, no período de 2016 a 2018. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 6, n. 5, p. 30.695-30.697, maio, 2020.

- SANTOS, Maressa Martins; SANTOS, Rebeca Isis de Oliveira; UEHARA, Sílvia Carla da Silva André. Perfil epidemiológico da dengue: subsídios para os serviços de saúde. Revista Recien, São Paulo, v.10, n. 30, p.117-128, mar, 2020.

- PIMENTEL, Thales Lemos et al. Anos potenciais de vida perdidos no brasil em decorrência da dengue: impacto socioeconômico. Health Residencies Journal, Viçosa, v. 1, n. 7, p. 1-11, set, 2020.

- LASNEAUX, Marcello Vieira. Programas de controle da dengue no brasil: uma análise crítica dos seus principais objetivos. Revista eixo, Brasília, v.6, n.2, p.87-92, jul-dez, 2017.

- KNERER, Gerhart; CURRIE, Christine S.M; BRAILSFORD, Sally C. The economic impact and cost-effectiveness of combined vector-control and dengue vaccination strategies in Thailand: Results from a dynamic transmission model. PLOS Neglected Tropical Diseases, San Francisco, Califórnia, EUA, v.14, n.10, oct, 2020.

- ANDRADE, Juliana Nascimento; PEIXOTO, Thais Moreira; COELHO, Maíra Moreira Peixoto. Visita do agente de combate às endemias frente pandemia por covid19: desafios e perspectivas. Revista de Divulgação Científica Sena Aires, Valparaiso de Goiás – Goiás, v.9, n.4, p.709-716, out-dez, 2020.

- DOURADO, Jeane de Morais; ARAÚJO, Christian Souza de; GODÓI, Isabella Piassi Dias. Hospitalizações, óbitos e gastos com dengue entre 2000 e 2015 na região norte do Brasil. Revista Brasileira Interdisciplinar de Saúde, Brasília – Distrito Federal, v.2, n.4, p.32-39, set,2020.

- NASAR, Sitara; RASHID, Naeem; IFTIKHAR, Saima. Dengue proteins with their role in pathogenesis, and strategies for developing an effective anti-dengue treatment: A review. Journal of medical virology, v.98, n.2, p. 941-955, aug, 2020.

- FATIMA, Khunsha; SYED, Najah Irfan. Dengvaxia controversy: impact on vaccine hesitancy. Journal of Global Health, Edimburgo, Reino Unido, v.8, n. 2, oct, 2018.

Downloads

Publicado

2021-11-09

Como Citar

OLIVEIRA, A. C. de; GUIMARÃES, A. L. O. S. D.; ANTUNES, G. L. .; RAMOS, L. M. A.; DE SALES, M. C. D. C.; RODRIGUES, M. M.; PRINCE, K. A. de. FEBRE HEMORRÁGICA DA DENGUE: ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS E ECONÔMICOS NO BRASIL. Revista Unimontes Científica, [S. l.], v. 23, n. 2, p. 01–17, 2021. DOI: 10.46551/ruc.v23n2a08. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/unicientifica/article/view/4715. Acesso em: 8 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos Originais - Dossiê Doenças Infecciosas e Parasitárias

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)