Planejamento participativo: ferramenta de sucesso na parceria entre PSF, comunidade e prefeitura

Autores

  • Letícia Alves Antunes Acadêmica de Medicina da Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Italo Teles de Oliveira Filho Acadêmico de Medicina da Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Mallirra Colares Acadêmica de Medicina da Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Paula Duarte Gonçalves Guimarães Acadêmica de Medicina da Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Luciana Mendes Peixoto Acadêmica de Medicina da Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • José Rafael de Mattos Lemos Acadêmico de Medicina da Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Fernando Augusto Ferreira Araújo Acadêmico de Medicina da Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Milena Pereira Saraiva * Médica Especialista em Medicina de Família e Comunidade. Docente da Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES.

Palavras-chave:

Planejamento Participativo; MAPP; Governança Solidária.

Resumo

Resumo: Apresenta-se a aplicação do Planejamento Participativo pelos acadêmicos do curso médico no bairro Vila
Ipiranga em Montes Claros – MG. Tal projeto visa à capacitação da comunidade para melhor entendimento dos
determinantes de saúde do território. Utilizando-se do Método Altadir de Planificação Popular (MAPP) foram realizadas
reuniões comunitárias para levantamento dos problemas locais. Dentre os resultados obtidos destaca-se a inclusão de
melhorias na infra-estrutura do bairro no Orçamento Participativo Municipal para o ano de 2008. Destarte, podemos
perceber a bem sucedida parceria firmada entre a comunidade, os acadêmicos de Medicina da Universidade Estadual
de Montes Claros (UNIMONTES), juntamente com o PSF e a Prefeitura Municipal de Montes Claros, através da Governança
Solidária

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANTUNES, L.A et al. Territorialização: Aproximando
Comunidade e Profissionais da Saúde. In: 9º
Congresso Brasileiro de Medicina de Família e
Comunidade, 2º Congresso Cearense de MFC, 1º
Simpósio Internacional de Ensino-Aprendizagem em
MFC e APS, Fortaleza, 2008. Anais eletrônicos.
Disponível em: <http://200.204.77.119/cdrom/2008/
sbmfc/cd/resumos/R0356-1.html>. Acesso em: 14
nov. 2008.
ARTMANN, E. O Planejamento Estratégico Situacional
no nível local: um instrumento a favor da visão
multissetorial. Escola Nacional de Saúde Pública
Sergio Arouca (ENSP), 2007. Disponível em: <http:/
/ww w.ensp.fiocruz.br/biblioteca/dados /
OPESNIVELOCALJavier.rtf>. Acesso em: 14 nov. 2008.
ASSIS, M.M.A.; PEREIRA, M.J.B.; MISHIMA, S.M.
Planejamento em saúde: uma possibilidade de ação
participativa. Revista Latino-americana de enfermagem,
Ribeirão Preto, v. 5, n. 4, p. 55-60, outubro 1997.
BRASIL. Ministério da Saúde. Promoção da saúde:
Cartas de Otawa, Declaração de Adelaide, Sundsvall
e Santa Fé de Bogotá. Tradução de L.E.Fonseca.
Brasília, 1996.
DITTERICH, R.G. O Trabalho com famílias realizado
pelo cirurgião-dentista do Programa Saúde da Família
(PSF) de Curitiba-PR. 2005. 79 f. Tese (Pós-Graduação
em Latu Sensu em Saúde Coletiva – ênfase em Saúde
da Família) – Centro de Ciências Biológicas e da
Saúde, Pontifícia Universidade Católica do Paraná,
Curitiba. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/
bvs/publicacoes/premio2006/Rafael_E_MH.pdf.>.
Acesso em: 21 nov. 2008.
DUNCAN, B.B; SCHMIDT, M.I; GIUGLIANI, E.R.J et al.
Medicina Ambulatorial: Condutas de Atenção Primária
Baseada em Evidências. 3. ed. Porto Alegre: Artmed,
2004.
GOVERNANÇA SOLIDÁRIA. Secretaria Municipal de
Governança Solidária. Prefeitura Municipal de Montes
Claros. Disponível em: <www.montesclaros.mg.gov.br/
governo_solidario/>. Acesso em: 28 nov. 2007.
MATUS, C. O Método PES – Roteiro de Análise Teórica.
São Paulo, FUNDAP, p.6,1996.
MENDES, E.V. et al. Manual para Elaboração de um
Plano de Ação Intersetorial e Participativo para a
Construção de Cidades Saudáveis. Belo Horizonte,
Escola de Saúde de Minas Gerais da Fundação Ezequiel
Dias, 1997.
NOBRE, A.L.C.S.D et al. Planejamento Participativo
em área de abrangência do Programa Saúde da
Família em Montes Claros – MG. Disponível em:
<www.saudebrasilnet.com.br/saude/trabalhos/
014s.pdf>. Acesso em: 28 nov. 2007
TANCREDI, F.B; BARRIOS, S.R.L; FERREIRA, J.H.G.
Saúde e Cidadania: Para gestores municipais de
serviço de saúde – Planejamento em Saúde. São
Paulo, Fundação Peirópolis, p. 38-49,1998.

Downloads

Publicado

2020-05-05

Como Citar

ALVES ANTUNES, L. .; TELES DE OLIVEIRA FILHO, I. .; COLARES, M. .; DUARTE GONÇALVES GUIMARÃES, P. .; MENDES PEIXOTO, L. .; DE MATTOS LEMOS, J. R. .; FERREIRA ARAÚJO, F. A. .; PEREIRA SARAIVA, M. . Planejamento participativo: ferramenta de sucesso na parceria entre PSF, comunidade e prefeitura. Revista Unimontes Científica, [S. l.], v. 11, n. 1/2, p. 60–67, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/unicientifica/article/view/2280. Acesso em: 26 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais