O VIRTUAL NA APRENDIZAGEM MUSICAL

Autores

  • José Soares

Palavras-chave:

Cognição, virtual, tecnologia, aprendizagem musical

Resumo

Neste artigo discutiremos como o ambiente virtual retroage sobre a cognição tornando-a mais inventiva, com isso, a aprendizagem musical se converte em aprender a aprender e os estudos da subjetividade tornam-se fundamentais para a construção de uma nova maneira de pensar e fazer música.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CAESAR, R. Diabolus in machina. Rio de Janeiro, Brasil, (cited 05 mar. 2000) Available from World Wide Web: <http:// ufrj.br/lamut>.
CERF, V. e SERRES, M. Internet elimina as barreiras que separavam as pessoas do saber. In: Folha de São Paulo. São Paulo: 19, fevereiro, 1998. Caderno World média, p.5.
DEL NERO, H. O sítio da mente. São Paulo: Collegium cognitio. 1997.
FERRAZ, S. Composição e ambiente de composição. Pesquisa e Música. Rio de Janeiro: n.1, 1997. p.16-23.
HILL, B. Going digital. New York: Schirmer books, 1998.
KASTRUP, V. A invenção de si e do mundo – uma introdução do tempo e do coletivo no estudo da cognição. Tese (Doutorado em Psicologia Clínica). São Paulo: PUC, 1997.
LATOUR, B. Jamais fomos modernos. Trad. Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Ed. 34, 1994.
LÉVY, P. As tecnologias da inteligência. O futuro do pensamento na era da informática. Trad. Carlos Irineu da Costa. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1993.
________.Colletive Intelligence. Mankind’s emerging world in cyberspace. Trad. Robert Bononno. New York: Plenum Trade, 1997.
_________. Becoming Virtual. Reality in the digital age. Trad. Robert Bononno. New York: Plenum Trade, 1998.
PASSOS, E. Um paradigma Estético nos estudos da Cognição. Pesquisa e Música. Rio de Janeiro: n.2, 1997. p.41-50.
VARELA, F; THOMPSON, E. e ROSCH, E. The embodied mind. Cognitive science and human experience. London: MIT Press. 1996.
VENTURELLI, S. e BURGOS, M. de F. Arte computacional no espaço cibernético. Humanidades – Pensamento visual – n 42. Ed. UNB, 1997.
WIENER, N. Cibernética e Sociedade. O uso humano de seres humanos. Trad. José Paulo Paes. São Paulo: Ed. Cultrix, 1954.
VENTURELLI, S. e BURGOS, M. de F. Arte computacional no espaço cibernético. Humanidades – Pensamento visual – n 42. Ed. UNB, 1997.
WIENER, N. Cibernética e Sociedade. O uso humano de seres humanos. Trad. José Paulo Paes. São Paulo: Ed. Cultrix, 1954.
VENTURELLI, S. e BURGOS, M. de F. Arte computacional no espaço cibernético. Humanidades – Pensamento visual – n 42. Ed. UNB, 1997.
WIENER, N. Cibernética e Sociedade. O uso humano de seres humanos. Trad. José Paulo Paes. São Paulo: Ed. Cultrix, 1954.
VENTURELLI, S. e BURGOS, M. de F. Arte computacional no espaço cibernético. Humanidades – Pensamento visual – n 42. Ed. UNB, 1997.
WIENER, N. Cibernética e Sociedade. O uso humano de seres humanos. Trad. José Paulo Paes. São Paulo: Ed. Cultrix, 1954.
VENTURELLI, S. e BURGOS, M. de F. Arte computacional no espaço cibernético. Humanidades – Pensamento visual – n 42. Ed. UNB, 1997.
WIENER, N. Cibernética e Sociedade. O uso humano de seres humanos. Trad. José Paulo Paes. São Paulo: Ed. Cultrix, 1954.

Downloads

Publicado

2020-04-24

Como Citar

SOARES, J. O VIRTUAL NA APRENDIZAGEM MUSICAL. Revista Unimontes Científica, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 1–7, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/unicientifica/article/view/2147. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais