Multiple myeloma in young woman: case report

Autores

  • Gabriela Arnoni Dias Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Nayara Lopes de Souza Faculdades Unidas do Norte de Minas - FUNORTE
  • Evandro Barbosa dos Anjos Faculdades Unidas do Norte de Minas - FUNORTE
  • José Alfreu Soares Junior Faculdades Unidas do Norte de Minas - FUNORTE
  • Jéssica Aguiar das Virgens Faculdades Unidas do Norte de Minas - FUNORTE
  • Jéssica Souza Rodrigues Faculdades Unidas do Norte de Minas - FUNORTE
  • Antônio Guerra de Oliveira Neto Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Palavras-chave:

Multiple Myeloma; Neoplasms; Plasma Cells; Bone Marrow;Mieloma Múltiplo; Neoplasias; Plasmócitos; Medula Óssea.

Resumo

 MIELOMA MÚLTIPLO EM MULHER JOVEM: RELATO DE CASO

 

Resumo: O Mieloma Múltiplo é uma neoplasia hematológica que afeta tipicamente a população idosa, sendo raro em indivíduos com menos de 40 anos de idade (2% do total). A faixa etária do paciente é de fundamental importância para definição do tratamento mais adequado. O Mieloma Múltiplo caracteriza-se por proliferação desregulada de plasmócitos na medula óssea, os quais produzem e secretam imunoglobulina monoclonal. Os pacientes comumente se apresentam com sintomas de anemia, hipercalcemia, insuficiência renal e doença óssea. O diagnóstico é firmado ao se detectar plasmocitose medular ≥ 10% e/ou presença de plasmocitoma e no mínimo um dos critérios a seguir: presença de lesão de órgão alvo associado ao Mieloma Múltiplo; presença de algum biomarcador. Trata-se de uma doença incurável, cujo principal objetivo do tratamento é aumentar a sobrevida e qualidade de vida do paciente. O tratamento é definido de acordo com alguns parâmetros como idade e presença de comorbidades, sendo que os pacientes jovens e sem comorbidades devem realizar preferencialmente quimioterapia de altas doses seguida de transplante autólogo de células-tronco hematopoiéticas; enquanto os pacientes com mais de 65-70 anos, com comorbidades, são tratados somente com quimioterapia. O Mieloma Múltiplo apresenta evolução heterogênea cuja sobrevida dos pacientes varia de alguns meses até mais de uma década. Este estudo objetivou relatar o caso de uma paciente jovem diagnosticada com Mieloma Múltiplo.

 

Abstract: Multiple Myeloma is a hematological neoplasm that typically affects the elderly population. It is rare in individuals under 40 years of age (2% of the total). The age group of the patient is fundamentally important in order to define the most appropriate treatment. Multiple Myeloma is characterized by dysregulated proliferation of plasma cells in the bone marrow, which produce and secrete monoclonal immunoglobulin. Patients commonly present symptoms such as anemia, hypercalcemia, renal failure and bone disease. The diagnosis is confirmed by detecting spinal cord plasma cytosis ≥ 10% and/or presence of plasmacytoma and at least one of the following criteria: presence of target organ lesion associated with Multiple Myeloma; presence of some biomarker. It is an incurable disease whose main goal of treatment is to increase the patient's survival and quality of life. Treatment is defined according to some parameters such as age and presence of comorbidities. Young patients with no comorbidities should preferentially perform high dose chemotherapy followed by autologous hematopoietic stem cell transplantation; while patients older than 65-70 years with comorbidities are treated with chemotherapy alone. Multiple Myeloma presents a heterogeneous evolution whose survival varies from a few months to more than a decade. The objective of this study is to report the case of a young patient diagnosed with Multiple Myeloma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-02-28

Como Citar

ARNONI DIAS, Gabriela; LOPES DE SOUZA, Nayara; BARBOSA DOS ANJOS, Evandro; ALFREU SOARES JUNIOR, José; AGUIAR DAS VIRGENS, Jéssica; SOUZA RODRIGUES, Jéssica; GUERRA DE OLIVEIRA NETO, Antônio. Multiple myeloma in young woman: case report. Revista Unimontes Científica, [s. l.], p. 442–450, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/unicientifica/article/view/1146. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

II Congresso Nacional em Oncologia