DA AGENDA PÓS-NEOLIBERAL AO CONSENSO ANTI-SOCIAL:

OS DESCAMINHOS DA PROTEÇÃO SOCIAL BRASILEIRA NO SÉCULO XXI

Autores

  • Fabrício de Andrade UFRB

Palavras-chave:

Proteção Social, Desmonte Neoliberal, Seguridade Social

Resumo

Este trabalho que aqui se apresenta busca discutir o desmonte da seguridade social brasileira a partir no século XXI em especial a partir do golpe institucional de 2016. Para tanto, optou-se pelo enfoque integrado de uma noção de seguridade, por entender que as estratégias de desmonte neoliberal se dão de maneira articulada, descaracterizando, não somente as políticas em sua especificidade, mas a própria noção de Seguridade Social como forma de justiça social. Para isso realizamos pesquisas bibliográficas e documentais. Aborda-se o indicioso desmonte da Seguridade Social através das contrarreformas neoliberais efetivando o desmonte da seguridade, trazendo consequência para a efetivação dos direitos sociais historicamente conquistados pela luta dos movimentos populares e da classe trabalhadora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BEHRING, E. Brasil em contra-reforma: desestruturação do Estado e perda de direitos. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

BEHRING, E. BOSCHETTI, I. Política social: fundamentos e história. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

BOSCHETTI, I. Seguridade social no Brasil: conquistas e limites à sua efetivação. Brasília: CEFESS, 2009. p. 1-17. Disponível em: <http://portal.saude.pe.gov.br/sites/portal.saude.pe.gov.br/files/seguridade_social_no_brasil_conquistas_e_limites_a_sua_efetivacao_-_boschetti.pdf>. Acesso em: 26 jun. 2017.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm>. Acesso em: 21 jun. 2017.

CAMPELO, T. NERI, M. (Orgs.). Programa Bolsa Família: uma década de inclusão e cidadania. Brasília: Ipea, 2013.

CASTILHO, D.; LEMOS,E. ; GOMES, V. Crise do capital e desmonte da Seguridade Social: desafios (im)postos ao Serviço Social. Serv. Soc. Soc., São Paulo , n. 130, p. 447-466, dez. 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/sssoc/n130/0101-6628-sssoc-130-0447.pdf>. Acesso em: 12 mar. 2018.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL (CFESS). CFESS está atento à defesa do SUAS. Brasília, 2017. Disponível em: <http://www.cfess.org.br/visualizar/noticia/cod/1425>. Acesso em: 06 mar. 2018.

FAGNANI, E. A política social do Governo Lula (2003-2010): perspectiva histórica. SER Social, Brasília, v. 13, n. 28, p. 41-80, jan./jun. 2011. Disponível em: <http://periodicos.unb.br/index.php/SER_Social/article/view/5621/4669>. Acesso em: 25 fev. 2018.

______. Previdência social: Reformar para excluir?. Le Monde Diplomatique Brasil, ano 10, n. 115, fevereiro, 2017. Disponível em: <http://diplomatique.org.br/reformar-para-excluir/>. Acesso em: 04 mar. 2018.

GRANEMANN, S. O desmonte das políticas de seguridade social e os impactos sobre a classe trabalhadora: as estratégias e a resistência. Serv. Soc. Rev., Londrina, v. 19, n.1, p.171-184, jul./dez. 2016. Disponível em <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/ssrevista/article/view/28165/20357>. Acesso em: 20 fev. 2018.

LAVINAS, Lena. A Financeirização da Política Social: o caso brasileiro. Politika, n. 2, jul. 2015. Rio de Janeiro: Fundação João Mangabeira em colaboração com Humboldt-Viadrina Governance Platform, 2015, p. 35-51. Disponível em: <http://cebes.org.br/site/wp-content/uploads/2015/09/Lena-Lavinas-colet%C3%A2nea-Cesinha-Politika-2015.pdf>. Acesso em: 30 mar. 2018.

PAIM, J. Não há espaço para o SUS democrático e constitucional nesse governo. CEE FIOCRUZ, 2016. Entrevista concedida a Eliane Bardanachvili e Vitória Régia Gonzaga. Disponível em: <http://www.cee.fiocruz.br/?q=node/459>. Acesso em: 03 abr. 2018.

POCHMANN, M. Políticas públicas e situação social na primeira década do século XXI. In: SADER, Emir (Org.). 10 anos de governos pós-neoliberais no Brasil: Lula e Dilma. São Paulo: Boitempo; Rio de Janeiro: FLACSO Brasil, 2013. p. 145-156.

QUEIROZ, Antônio Augusto de. O desmonte do Estado de proteção social. Le Monde Diplomatique Brasil, n. 117, maio, 2017. Disponível em: <https://diplomatique.org.br/o-desmonte-do-estado-de-protecao-social//>. Acesso em: 30 abr. 2018.

SADER, Emir. A construção da hegemonia pós-neoliberal. In: SADER, Emir (Org.). 10 anos de governos pós-neoliberais no Brasil: Lula e Dilma. São Paulo: Boitempo; Rio de Janeiro: FLACSO Brasil, 2013. p. 136-143.

SALVADOR, Evilasio da Silva. O desmonte do financiamento da seguridade social em contexto de ajuste fiscal. Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 130, p. 426-446, set./ dez. 2017. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/sssoc/n130/0101-6628-sssoc-130-0426.pdf>. Acesso em: 10 nov. 2017.

______. Fundo público e seguridade social no Brasil. São Paulo: Cortez, 2010a.

______. Fundo público e políticas sociais na crise do capitalismo. Serv. Soc.Soc., São Paulo, n. 104, p. 605-631, dez. 2010b. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-66282010000400002&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 04 ago. 2017.

SEVERIANO, E. M. O. Tendências e impasses da seguridade Social e o futuro da previdência no Brasil contemporâneo. Rev. Políticas Públicas, v. 20, n. 2, p.669-690, nov. 2016. Disponível em: <http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/rppublica/article/view/6356>. Acesso em: 20 fev. 2018.

SOARES, A; BOULOS, M.; SANTOS, N. O austericídio fiscal e o desmonte da Seguridade Social no Brasil. Le Monde Diplomatique Brasil. novembro, 2016. Disponível em: <http://diplomatique.org.br/o-austericidio-fiscal-e-o-desmonte-da-seguridade-social-no-brasil/>. Acesso em: 19 mar. 2018.

Downloads

Publicado

2020-03-27

Como Citar

de Andrade, F. (2020). DA AGENDA PÓS-NEOLIBERAL AO CONSENSO ANTI-SOCIAL:: OS DESCAMINHOS DA PROTEÇÃO SOCIAL BRASILEIRA NO SÉCULO XXI. Revista Serviço Social Em Perspectiva, 3(2), 04-24. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/sesoperspectiva/article/view/411