SANEAMENTO E MULHERES IDOSAS

REALIDADE DO ACESSO À ÁGUA EM BREVES-MARAJÓ (PA)

Autores

  • Elizandra Gomes de Lima UFPA-CUMB

DOI:

https://doi.org/10.46551/rssp.202123

Palavras-chave:

Dificuldades, Abastecimento, Políticas Públicas, Idosas marajoaras

Resumo

A água é essencial a vida humana, as pessoas possuem necessidades básicas que não podem ser supridas sem ela, pois é indispensável. Contudo, sua má qualidade acarreta prejuízos a saúde coletiva. O objetivo deste trabalho é expor algumas das dificuldades enfrentadas no Marajó ocidental -município de Breves (PA)- por mulheres idosas para ter água em suas residências, junto a reflexões em relação ao prejuízo social causado pela ineficiência da política de saneamento básico na região. A metodologia foi pautada em pesquisa bibliográfica, documental e de campo (realizada ao longo da participação como bolsista de projetos de pesquisa), sob coordenação da professora Ana Maria Smith Santos de 2019 a 2021). Mediante a isso, constatou-se que os problemas oriundos de políticas públicas falhas como a de saneamento básico na localidade, com ênfase no abastecimento de água, ocasionam riscos à saúde física, psicológica e marcaram a trajetória de vida desse grupo social, fato este perceptível nos relatos das cicatrizes deixadas por essa luta constante em conseguir água potável para suas famílias. Desta feita, falar em água é entender que além de ser um direito humano, uma necessidade urgente e inadiável, deveria ser um assunto tratado com prioridade. Entretanto, o Estado não implementou até então medidas concretas de intervenção na situação para amenizar as dificuldades. Desse modo, o notório agravamento da demanda teve destaque em jornais e sites ao longo da pandemia do Covid-19.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Água para a Vida, 2005-2015. Programa da Década da Água da ONU-Água sobre Advocacia e Comunicação (UNW-DPAC). Escritório das Nações Unidas de apoio à Década Internacional de Acção (UNO-IDFA): 2005-2015. Disponível em: https://www.un.org/waterforlifedecade/pdf/human_right_to_water_and_sanitation_media_brief_por.pdf. Acesso em 10/04/2021.

Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil. Breves,PA.2013. Disponível em: http://www.atlasbrasil.org.br/2013/pt/perfil_m/breves_pa#demografia. Acesso em: 13/03/2020.

BARBOSA, Vilma de Lurdes. et. al. Gênero como configuração da desigualdade – o gênero desvelado. Grandes Temas de Conexões de Saberes: Universidade Federal da Paraíba, p.36. In: Desigualdade e diferença na universidade: gênero, etnia e grupos sociais populares/ organizadores Jailson de Souza e Silva, Jorge Luiz Barbosa, Ana Inês Sousa. – Rio de Janeiro: UFRJ, 2006.

BRASIL. Plano de Desenvolvimento Territorial Sustentável do Arquipélago do Marajó. Governo do Estado do Pará. - D. José Luiz Azcona Hermoso, OAR, Soure: 2007. Disponível em: http://www.sudam.gov.br/conteudo/menus/retratil/planos-desenvolvimento/plano-de-desenvolvimento-territorial-marajo-2017.pdf. Acesso em: 13/03/2020.

BRASIL. TÍTULO II Dos Direitos e Garantias Fundamentais, Art. 5º. Constituição da República Federativa do Brasil, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm. Acesso em: 12/02/2021.

CISNE, Mirla. Feminismo e Consciência de Classe no Brasil. São Paulo: Cortez, 2018.

COMPANHIA DE SANEAMENTO DO PARÁ - COSANPA. Estatuto Social da Cosanpa. 2018. Disponível em: http://www.cosanpa.pa.gov.br/wp-content/uploads/2018/05/ata-age-16-07-2018-arquiva-JUCEPA.pdf. Acesso em: 13/03/2020.

ENGELS, Frederich. A Origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado. Tradução Ciro Mioranza. São Paulo: Lafonte, 2012.

FORSTER, Paula. MAURICIO, Talis. Contaminação por Covid-19 é maior em áreas sem saneamento básico, aponta estudo: Proporção de infectados na região Norte, com menos serviços de água e esgoto, é 20 vezes maior que no Sul, mostra estudo do Instituto Trata Brasil. CNN Brasil: São Paulo, 24 de junho de 2020. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2020/06/24/contaminacao-por-covid-19-e-maior-em-areas-sem-saneamento-basico-aponta-estudo?fbclid=IwAR1dLRJUnWbZny-n74WG9AFxgnuw4ZbDbOtVszu8ERFVjwuwePjWZDUfsyg. Acesso em: 25/02/2021.

GUERRA, Yolanda. A Instrumentalidade do Serviço Social. - 10. ed. - São Paulo: Cortez, 2014.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Brasil Pará Breves. IBGE Cidades: 2010. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/breves/panorama. Acesso em: 13/03/2020.

LIMA, Elizandra Gomes de. Relatório Parcial: Narrativas de Mulheres Idosas: Um estudo sobre as vivências e dificuldades de acesso à água em Breves Marajó-PA. Projeto de Pesquisa: Problemas de Acesso à Água em Breves Marajó-PA: um estudo pautado nas narrativas de mulheres idosas em tempos de COVID-19. Faculdade de Serviço Social-Breves/UFPA: Breves, 2021.

LIMA, Elizandra Gomes de. Relatório Final: Narrativas de Mulheres Idosas: um estudo sobre as vivências e dificuldades de acesso à água em Breves Marajó-PA. Projeto de Pesquisa: A Luta pelo Acesso à Água em Breves Marajó-PA: Um estudo pautado na história de mulheres idosas e suas narrativas. Faculdade de Serviço Social-Breves/UFPA: Breves, 2020.

MAGALHÃES, Lázaro. Falta d'água prejudica prevenção da pandemia em cidade na ilha do Marajó. Folha de São Paulo, UOU: 2020. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2020/05/falta-dagua-prejudica-prevencao-da-pandemia-em-cidade-na-ilha-do-marajo.shtml?fbclid=IwAR07nui71r-Xg-PwxfTh_JPWYxydi_RZepHtiNwnYxkg63_jZoLO8auj1dk. Acesso em 01/01/2021.

MAIA, Ivan Luis Barbalho. O Acesso à Água Potável Como Direito Humano Fundamental no Direito Brasileiro. Revista do CEPEJ, Salvador, vol. 20, pp 301-338, jul-dez 2017.

PARA. MINISTÉRIO PÚBLICO. Levantamento da Rede de Atendimento à Criança e ao Adolescente em Breves – PA (2013/2017): relatório final / Brenda Corrêa, Lima Ayan, Danielly Laurentino Damásio, Mônica Rei Moreira Freire. Belém: Ministério Público do Estado do Pará. Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude, 2018.

Painel Saneamento Brasil: Trata Brasil. Instituto Trata Brasil, 2018. Disponível em: https://www.painelsaneamento.org.br/saneamento-mais/index?id=1&S[id]=150180&fbclid=IwAR0dR67Ahv6XvPYCQYz7Vx0lptMWssaOenyxEQZ5Lpe6v7cWSWOvZqAIyQ8. Acesso em: 25/02/2021.

TRATA BRASIL. Estudo Evidencia os Impactos da Falta de Saneamento Básico na Vida das Mulheres Brasileiras. SD. Disponível em: http://www.tratabrasil.org.br/images/estudos/itb/pesquisa-mulher/release.pdf. Acesso em 12/03/2021.

TRATA BRASIL & BRK AMBIENTAL. Mulheres & Saneamento. SD. Disponível em: https://mulheresesaneamento.com/pt/a-mulher-brasileira. Acesso em 12/03/2020.

ZORZI, Lorenzo; TURATTI, Luciana; MAZZARINO, Jane Márcia. O Direito Humano de Acesso à Água Potável: Uma análise continental baseada nos Fóruns Mundiais da Água. Ambiente & Água - An Interdisciplinary Journal of Applied Science. Revista Ambient. Água vol. 11 n. 4 Taubaté – Oct. / Dec. 2016.

Downloads

Publicado

2021-07-24

Como Citar

Gomes de Lima, E. (2021). SANEAMENTO E MULHERES IDOSAS: REALIDADE DO ACESSO À ÁGUA EM BREVES-MARAJÓ (PA). Serviço Social Em Perspectiva, 5(02), 160–182. https://doi.org/10.46551/rssp.202123