AS COMPETÊNCIAS E ATRIBUIÇÕES PRIVATIVAS DO ASSISTENTE SOCIAL

REFLEXÕES A PARTIR DAS EXPERIÊNCIAS DE ESTÁGIO NO CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

Autores

  • Tatiana de Lima Souza UFRN
  • Silvia Emanuely da Silva

DOI:

https://doi.org/10.46551/rssp.202018

Palavras-chave:

Centro de Referência de Assistência Social. Formação profissional. Competências profissionais. Atribuições privativas. Assistência Social.

Resumo

O Centro de Referência de Assistência Social é um espaço onde se insere o Serviço Social, o qual na atual conjuntura passa por um processo de precarização e perda de direitos, rebatendo no cumprimento das atribuições privativas e competências inerentes ao exercício profissional. Durante o estágio obrigatório observou-se que a área da Assistência Social ainda é permeada pelo conservadorismo e o Serviço Social desenvolve um trabalho que busca reafirmar e viabilizar os direitos daqueles que necessitam. Esse trabalho objetiva analisar o exercício das competências e atribuições privativas do Assistente Social no Centro de Referência de Assistência Social. A metodologia consistiu de estudo bibliográfico e observação participante. Os resultados revelaram que as contradições existentes como, baixos salários, condições de trabalho insalubres e a existência de correlação de forças rebatem diretamente no cotidiano da atuação profissional. Em virtude disso, o Assistente Social enfrenta alguns limites no exercício das competências e atribuições que o norteiam, chegando a se distanciar dos valores defendidos bem como de outros documentos que balizam a profissão. Portanto, constatamos que alguns profissionais que trabalham nos Centro de Referência desconhecem quais são seus deveres e acabam desempenhando atividades que não dizem respeito à profissão. Esse cenário contribui para que não ocorra a qualificação das demandas, reflexões acerca da sua prática e da realidade dos usuários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BISNETO, José Augusto. Serviço Social e Saúde Mental: uma análise institucional da prática. 3 ed. São Paulo: Cortez, 2011.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Política Nacional de Assistência Social (PNAS). Brasília, 2004.

CFESS. Conselho Federal de Serviço Social. Código de Ética Profissional do Assistente Social e Lei 8662/93, que regulamenta a profissão de assistente social, 1993.

CFESS. Conselho Federal de Serviço Social. Parâmetros para atuação de assistentes sociais na política de assistência social. Brasília: CFESS, 2009.

CFESS. Conselho Federal de Serviço Social. Sobre a Incompatibilidade entre Graduação à Distância e Serviço Social. Vol, 2. Brasília: CFESS, 2014.

GUERRA, Yolanda. A dimensão técnico-operativa do exercício profissional. In: SANTOS, Claudia Mônica dos; BACX, Sheila; GUERRA, Yolanda (Orgs.). A dimensão técnico-operativa no Serviço Social: desafios contemporâneos. Juiz de Fora: Ed. da UFJF, 2012.

IAMAMOTO, Marilda Vilela. Renovação e Conservadorismo no Serviço Social. Ensaios críticos. São Paulo: Cortez, 1992.

____. Os espaços sócio-ocupacionais do assistente social. In: CFESS/ABEPSS. Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília, 2009.

____. Atribuições Privativas do/a Assistente Social em Questão. 1. ed. ampliada. Brasília: CFESS, 2012.

____. CARVALHO, Raul. Relações Sociais e Serviço Social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológica. 38ª ed. São Paulo: Cortez, 2013.

MOTA, Ana Elizabete. As dimensões da prática profissional. In: Presença Ética. Revista anual do Grupo de estudos e pesquisa sobre ética. PPGSS UFPE. Ano III- nº 3- Recife, dezembro, 2003.

PRATES, Jane Cruz. O método marxiano de investigação e o enfoque misto na pesquisa social: uma relação necessária. In: Textos & Contextos (Porto Alegre), v.11, n.1, p. 116-128, jan./jul. 2012.

RAICHELIS, Raquel. Proteção Social e o trabalho do assistente social: tendências e disputas na conjuntura de crise mundial. Serviço Social e Sociedade, São Paulo, n.116, 2013.

SIMÕES, Carlos. A profissão e a Lei do Assistente Social. In: Curso de direito do Serviço Social. 1. ed. São Paulo: Cortez, 2007

____ Na ilha de Robinson: a autonomia e a ética profissional no neoliberalismo. Serviço Social e Sociedade, São Paulo, n.99, 2009.

YAZBEK, Maria Carmelita. Pobreza no Brasil Contemporâneo e suas formas de enfrentamento. In: Revista Serviço Social e Sociedade, nº 110, p.288-323, 2012.

Downloads

Publicado

2020-09-22

Como Citar

de Lima Souza, T., & Emanuely da Silva, S. (2020). AS COMPETÊNCIAS E ATRIBUIÇÕES PRIVATIVAS DO ASSISTENTE SOCIAL : REFLEXÕES A PARTIR DAS EXPERIÊNCIAS DE ESTÁGIO NO CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL. Revista Serviço Social Em Perspectiva, 4(2), 110-126. https://doi.org/10.46551/rssp.202018