QUALIDADE DE VIDA DE PESSOAS COM 50 ANOS OU MAIS EM TRATAMENTO COM ANTIRRETROVIRAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46551/rnm23173092202100201

Palavras-chave:

Qualidade de vida, Antirretrovirais, HIV, Síndrome de Imunodeficiência Adquirida, Cuidados de Enfermagem

Resumo

Objetivo: avaliar a qualidade de vida de pessoas com 50 anos e mais vivendo com o Vírus da Imunodeficiência Humana/Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, em uso de terapia antirretroviral, e correlacioná-la às variáveis sociodemográficas e clínicas. Métodos: estudo transversal desenvolvido de junho a setembro de 2017 em um Hospital Universitário, com 50 pessoas com diagnóstico de HIV. Utilizados questionários sociodemográficos, clínico, HIV/Aids – Quality of Life e informações de sistema eletrônico institucional. Dados analisados com estatística descritiva e analítica. Resultados: dos participantes, 62% eram homens e 82,0% heterossexuais. Maior comprometimento da qualidade de vida relacionado às preocupações com o sigilo, financeiras e aceitação do HIV. Ser mulher, possuir companheiro, idade mais jovem, trabalhar e apresentar níveis adequados de linfócitos T CD4+ se mostraram positivos. Conclusão: a qualidade de vida das pessoas usando antirretroviral pode ser impactada negativamente por fatores de ordem psicoemocional e econômico-financeiros e positivamente por alguns fatores clínicos e sociodemográficos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

World Health Organization [Internet]. Health topics. HIV/AIDS. WHO; 2021 [cited 20 Mar 2021]. Available from:https://www.who.int/health-topics/hiv-aids#tab=tab_3)

World Health Organization [Internet]. Brazil HIV country profile 2019. WHO; 2021 [cited 27 Mar 2021]. Available from: https://cfs.hivci.org/country-factsheet.html#

Silva AO, Loreto MDS, MAFRA SCT. HIV na terceira idade: repercussões nos domínios da vida e funcionamento familiar. Rev em Pauta. 2017 Jan-Jun;15(39):129-54. DOI: https://doi.org/10.12957/rep.2017.30380

Caliari JS, Reinato LAF, Pio DPM, Lopes LP, Reis RK, Gir E. Quality of life of elderly people living with HIV/AIDS in outpatient follow-up. RevBrasEnferm. 2018;71(Suppl 1):513-22. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0127

Coutinho MFC, O´Dwyer G, Frossard V. Tratamento antirretroviral: adesão e a influência da depressão em usuários com HIV/Aids atendidos na atenção primária. Saúde Debate. 2018; 42(16):148-61. DOI: 10.1590/0103-1104201811612

World Health Organization [Internet]. WHOQOL: Measuring Quality of Life. WHO; 2021 [cited 20 Mar 2021]. Available from: https://www.who.int/tools/whoqol

Medeiros RCSC, Medeiros JA, Silva TAL, Andrade RD, Medeiros DC, Araújo JS, et al. Quality of life, socioeconomic and clinical factors, and physical exercise in persons living with HIV/AIDS. Rev SaúdePública. 2017;51:66. DOI: https://doi.org/10.1590/s1518-8787.2017051006266

Primera MR, Santos WM, Paula CC, Padoin SMM. Qualidade de vida, adesão e indicadores clínicos em pessoas vivendo com HIV. Acta paul enferm. 2020;33:eAPE20190141. DOI: https://doi.org/10.37689/acta-ape/2020ao0141.

Araújo KMST, Leal MCC, Marques APO, Silva SRA, Aguiar RB, Tavares MTDB. Avaliação da qualidade de vida de pessoas idosas com HIV assistidos em serviços de referência. Cien Saúde Colet. 2020;25(6): 2009-16. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232020256.20512018

Ministério da Saúde (BR). Boletim epidemiológico HIV/AIDS 2020. Secretaria de Vigilância em Saúde [internet]. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2020 [citado 2021 Set 09]. Disponível em:https://www.gov.br/saude/ptbr/assuntos/media/pdf/2020/dezembro/01/ boletim-hiv_aids-2020-internet.pdf

Soárez PC, Castelo A, Abrão P, Holmes WC, Ciconelli RM. Tradução e validação de um questionário de avaliação de qualidade de vida em AIDS no Brasil. Rev Panam Salud Publica. 2009; 5(1):69-76. DOI: https://doi.org/10.1590/s1020-49892009000100011

Galvão MT, Soares LL, Pedrosa SC, Fiuza MLT, Lemos LA. Qualidade de vida e adesão à medicação antirretroviral em pessoas com HIV. Acta Paul Enferm. 2015;28(1):48-53. DOI: https://doi.org/10.1590/1982-0194201500009

Dancey C, Reidy J. Estatística sem matemática para psicologia: Usando SPSS para Windows. 3 ed. Porto Alegre: Artmed; 2006.

Okuno MFP, Gosuen GC, Campanharo CRV, Fram DS, Batista REA, Belasco AGS. Quality of life, socioeconomic profile, knowledge and attitude toward sexuality from the perspectives of individuals living with Human Immunodeficiency Virus. Rev Latino-Am. Enfermagem. 2015 Mar-Apr; 23(2):192-99.DOI:https://doi.org/10.1590/0104-1169.3424.2542

Santos RB, Bezerra ACL, Brito MCC, Dias MSA. Histórias de vidas positivas: o conviver com a soropositividade. Rev. Contexto Saúde. 2016 Jan-Jun;16(30):142-48. DOI: https://doi.org/10.21527/2176-7114.2016.30.142-148

Machado YY, GomesAMT, Marques SC, França LCM, Couto PLS, Barbosa BFS. “Eu vou vivendo”: representações sociais da religiosidade e espiritualidade para pessoas vivendo com HIV. Rev Norte Mineira de enferm. 2020; 9(1): 11-21. DOI: http://dx.doi.org/10.46551/rnm23173092202090102

Soares GB, Garbin CAS, Rovida TAS, Garbin AJI. Quality of life of people living with HIV/AIDS treated by the specialized service in Vitória-ES, Brazil. Cien Saúde Colet. 2015;20(4):1075-84. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232015204.00522014

MJ Guerra, MV Godoy, MP Barros, TBC Silva, DR Evangelista. Nível de conhecimento de mulheres portadoras de HIV/AIDS sobre transmissão vertical: um estudo transversal. Rev Norte Mineira de enferm. 2016;5(2):36-51. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renome/article/view/2425

Fonseca AB, Batista MAS, Santana RRC. Diagnóstico tardio de HIV na terceira idade: umaanálise de reportagens veiculadas na mídia. RevPsicol Divers Saúde. 2020 Março;9(1):24-34. DOI: 10.17267/2317-3394rpds.v9i1.2714

Sousa, JCF, Silva ACO, Leadebau ODCP, Freitas FFQ, Holmes ES. Quality of life evaluation of elderly people living with HIV/AIDS according to HAT-QoL. IntArch Med. 2016;9(37):1-10. DOI: http://dx.doi.org/10.3823/1908

Orlandi FS, Menezes ALC, Praça NS. Fatores associados à qualidade de vida de

mulheres a partir de 50 anos com HIV/AIDS. R bras Qual Vida. 2019;11(1):e8529. DOI: http://dx.doi.org/10.3895/rbqv.v11n1.8529

Theis LC, Gouvêa DL. Percepção dos Idosos em Relação a Vida Sexual e as Infecções Sexualmente Transmissíveis na Terceira Idade. R brasci Saúde. 2019. 23(2):197-204. DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2019v23n2.36926

Nunes Júnior SS, Ciosak SI. Antiretroviral therapy for HIV/Aids: state of the art. Rev enferm UFPE on line. 2018;2(4):1103-11. DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v12i4a231267p1103-11011-2018

Oliveira LB, Costa CRB, Ponte PS, Magalhães RLB, Gir E, Reis RK. Sexual partnership between people living with HIV: managing serological differences.Enfermglob. 2020;(58):519-30. DOI: https://doi.org/10.6018/eglobal.384261

Souza HC, Passos XS, Camplesi Júnior M, Silva AMTC, Oliveira AKS, Marques LOR. Contagem de linfócitos TCD4 + e carga viral em pacientes HIV+ de um laboratório de referência. RBMC. 2020;6(15):73-8. DOI: https://doi.org/10.36414/rbmc.v6i15.50

Publicado

2021-11-21

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)