EFEITO ANTIOXIDANTE DO ÁCIDO LIPÓICO EM LESÕES CUTÂNEAS DE RATOS DIABETICOS INDUZIDOS POR ALOXANO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46551/rnm23173092202090201

Palavras-chave:

Cicatrização, Reparação Tecidual, Ácido lipóico, Aloxano, Estresse oxidativo

Resumo

Objetivo: averiguar os efeitos antioxidantes do ácido lipóico (ALA) no tratamento de lesões cutâneas em ratos diabéticos induzidos por aloxano. Método: Utilizou-se um teste experimental pré-clínico, constituído pelas seguintes etapas: Definição dos animais com as características necessárias para o experimento; indução do diabetes experimental; tricotomia e produção da ferida cutânea após confirmação do Diabetes Mellitus; protocolo de tratamento: G1 (grupo controle), G2 (100 mg/kg de ALA) e G3 (200mg/kg de ALA) durante 1, 7 ou 14 dias; análise do efeito antioxidante e finalmente a análise estatística dos dados coletados. Resultados: Através da análise estatística, observou-se que o ALA reduziu a concentração de malonildialdeido (MDA) e elevou a concentração de glutationa peroxidase (GSH) no tratamento agudo ou em doses repetidas por 7 ou 14 dias. Conclusão: O ALA é um dermoprotetor sistêmico capaz de tratar alterações causadas pelo aloxano nos parâmetros de MDA, de nitrito/nitrato e GSH em lesões de ratos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1.Rodrigues M, Kosaric N, Bonham CA, Gurtner GC. Wound Healing: A Cellular Perspective. Physiol Rev. [Internet] 2019. [citado em 2020 jun 3]; Jan 1; 99(1):665-706. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30475656.
2.Ramalho MP, Santos SLF, De Castro NM, Vasconcelos LMO, Morais ICO, Pessoa CV. PLANTAS MEDICINAIS NO PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS: REVISÃO DE LITERATURA. Rev. Expr. Catól. Saúde. 2018 Dez; 3(2):1-7.
3.Sen S, Chakraborty R, De B. Complications of Diabetes Mellitus. In: Diabetes Mellitus in 21st Century. Springer Singapore [Internet]. 2016 [cited 2020 May 30]: 69–100. Available from: http://link.springer.com/10.1007/978-981-10-1542-7_8.
4.Jardim JCM, Cortelli JR. Avaliação dos mecanismos de cicatrização de feridas periodontais em pacientes diabéticos e não diabéticos. Braz J Periodontol. 2019 set; 29(3):35-41.
5.Vasconcelos NRI, Barbosa PMK, Chies AB, Dátilo GPO, Chagas EFB, Vasconcelos TJQ. Estresse oxidativo em cuidadores informais. Rev. Bras. Geriat. Gerontol. 2019; 22(4): 110-119. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1981-22562019022.190037.
6.Vizzotto E. Radicais livres e mecanismos de proteção antioxidante. Disciplina de Fundamentos Bioquímicos dos Transtornos Metabólicos, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2017.
7.Cedrim PCAS, Barros EMA, Nascimento TG. Propriedades antioxidantes do açaí (Euterpe oleracea) na síndrome metabólica. Braz. J. Food Technol. 2018; 21: e2017092.
8.Tibullo D, Volti GL, Giallongo C, Grasso S, Tomassoni D, Anfuso CD, et al. Biochemical and clinical relevance of alpha lipoic acid: antioxidante and anti-inflammatory activity, molecular pathways and therapeutic potential. Inflamm. Res. 2017; 66:947-959.
9.Abuyassin B, Badran M, Ayas NT, Laher I. The antioxidant alpha-lipoic acid attenuates intermittent hypoxia-related renal injury in a mouse model of sleep apnea. Sleep. 2019 Jun; 42(Issue 6):1-50.
10.Grasso S. Effect of lipoic acid and α-glyceryl-phosphoryl-choline on astroglial cell proliferation and differentiation in primary culture. J. Neurosci. Res. 2014; 92: 86–94.
11.Gomes BAQ. Alterações oxidativas e inflamatórias induzidas pela dapsona no sangue e no córtex pré-frontal de camundongos: efeitos do ácido alfa-lipóico [tese]. Belém. Universidade Federal do Pará. 2018.
12.Sampaio LRL, Feitosa EMS, Rodrigues VRT, Leal VEL, Borges LTN, Cavalcante TMB et al. Macroscopic effect of lipoic acid in skin injury in the model of diabetes mellitus induced by alloxan in rats., Int. J. Dev. Res. 2020; 10(03): 34392-34398.
13.Yimam M, Zhao J, Corneliusen B, Pantier M, Brownell L, Jia Q. Blood glucose lowering activity of aloe based composition, UP780, in alloxan induced insulin dependent mouse diabetes model. Diabetol Metab Syndr. 2014; 6(61).
14.Kuga GK, Gaspar RC, Muñoz VR, Nakandakari SCBR, Breda L, Sandoval BM, et al. Treinamento físico reverte alterações no diâmetro de mitocôndrias hepáticas de ratos diabéticos induzidos pela aloxana. einstein (São Paulo). 2018; 16(3):1-8.
15.Radenkovic M, Stojanovic M, prostran M. Experimental diabetes induced by alloxan and streptozotocin: The current state of the art. J. PHARMACOL. TOX. MET. 2016 Mar-Apr; 78:13-31.
16.Green L, Tannenbaum SR, Goldman P. Nitrate synthesis in the germfree and conventional rat. Science. 1981; 212: 56-58
17.Sedlak J, Lindsay RHC. Estimation of total, protein bound and nonprotein sulfhydryl groups in tissue with Ellmann’s reagent., Anal Biochem. 1968; 25: 192 -205
18.Brasil. Sociedade Brasileira de Diabetes. Diretrizes da sociedade brasileira de diabetes 2019-2020. [acesso 2020 Mar 16]. Disponível em: https://www.diabetes.org.br/profissionais/images/DIRETRIZES-COMPLETA-2019-2020.pdf.
19.Ferreira JB, Carvalho TLL, Sousa NA, Guimarães MM, Ferreira ZAB, Pinheiro LMG. Effect of growth factors on diabetic foot healing: a literature review. Inter Scientia. 2018; 6(2).
20.Araújo ES, Garcia RS, Dambrós B, Pieniz S, Schneider A, Abib RT. Impacto da suplementação de vitamina C sobre níveis de peroxidação lipídica e glutationa reduzida em tecido hepático de camundongos com imunossupressão induzida por ciclofosfamida. Rev. Nutr. 2016 jul-ago; 29(4):579-587.
21.Soares AA, Vicente JD, Possamai MCF, Santos GR, Otutumi LK, Júnior RP, et al. Avaliação da peroxidação lipídica no Plasma de ratos submetidos à lesão tecidual e tratados com hidrogel de poliamido de mandioca. Arq. ciênc. vet. zool. UNIPAR. 2016 jul-set; 19(3):175-178.
22.Kim MY, Kim EJ, Kim YN, Choi C, Lee BH. Effects of α-lipoic acid and L-carnosine supplementation on antioxidant activities and lipid profiles in rats. Nutr Res Pract. 2011; 5(5): 421-428.
23.Vatanabe IP, Rodrigues CNS, Buzinari TC, De Moraes TF, Da Silva RS, Rodrigues GJ. Complexo de rutênio melhora a função endotelial em anéis de aorta de ratos hipertensos renais. Arq. Bras. Cardiol. 2017; 109(2): 124-131.
24.Mazzetti AP, Fiorile MC, Primavera A, Bello ML. Glutathione transfearase and neurodegenerative diseases. Neurochem. Int. 2015; 82: 10-18.
25.Bharath S, Hsu M, Kaur D, Rajagopalan S, Andersen JK. Glutathione, iron and parkinson’s disease. Biochem. pharmacol. 2002 apr 22; 64:1037-1048.

Publicado

2021-01-20