ENTRE SILÊNCIOS, SUSSURROS E GRITOS: O CORPO FEMININO ATRAVESSADO PELO CÂNCER DE MAMA

Autores

  • Fernanda de Souza Cardoso Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF
  • Eliana Lúcia Ferreira Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF

Palavras-chave:

corpo, mulher, câncer de mama, atividade física.

Resumo

Sendo o câncer uma patologia que cada vez mais invade nosso tempo e nossos espaços e entendendo o mesmo como um processo de adoecimento complexo, repleto de muitos avanços, muitas não respostas, mas muitos significados, é que se propõe essa investigação. Tomamos desta maneira, como objeto, sentidos do/sobre o corpo feminino atravessado pelo câncer de mama. O estudo se iniciou a partir da experiência usando a linguagem da dança e suas diferentes intervenções comunicativas, com um grupo de mulheres, todas portadoras de câncer de mama, participantes do Projeto Vida Presente, um projeto de extensão da Universidade Estadual de Montes Claros. Tendo participado como integrante da equipe deste grupo, e por um ano permanecido na posição de professora de dança, foi possível um primeiro contato, uma primeira via para apreensão, entendimentos, questionamentos. Este vínculo, criou uma comunicação entre professora e alunas, que mais tarde vieram a se tornar pesquisadora e sujeitos pesquisados, se constituindo em um problema de pesquisa na perspectiva de buscar os sentidos e os significados pelos discursos daquelas que viveram a experiência de serem acometidas pelo câncer de mama. Neste sentido esta dissertação foi estruturada sob a forma de três seções: a primeira, “Um olhar sobre o câncer de mama: a atividade física e seu significado para mulheres participantes de grupo de apoio”, versa sobre o significado desta prática corporal para mulheres acometidas por tal patologia e que estão inseridas em grupo de apoio, uma vez que a Educação Física como área da saúde, tem ampliado suas possibilidades de intervenção, sendo que cada vez mais estes profissionais são inseridos em novas perspectivas de atuação. A segunda seção, “Corpo feminino e câncer de mama“, diz respeito a compreensão sobre o corpo feminino e como o mesmo é atingido pelas delimitações, limitações e construções socioculturais e como estas intervenções se relacionam com a identidade do que é ser mulher nos espaços sociais. A investigação se constrói, pela análise dos discursos de mulheres com câncer de mama, na busca do entendimento do sentir, dos sentidos outros, ou não, estabelecidos a partir da experiência do sujeito com a doença, do corpo com o câncer. E finalmente, “Mito e corpo: reflexões sobre o câncer de mama”, apresenta uma reflexão sobre o corpo e o mito, identificando alguns mitos relacionados ao câncer, reconhecendo como isso se dá no contexto do corpo feminino acometido pelo câncer de mama. Utilizamos para análise e discussão dos dados coletados procedimentos qualitativos, sendo o suporte metodológico a Análise do Discurso (AD) em sua vertente francesa, representada no Brasil por Eni Orlandi. O grupo amostral foi constituído por 06 mulheres do referido projeto, com idade dos 44 aos 66 anos, todas acometidas pelo câncer de mama, em processo de acompanhamento e que sofreram intervenção cirúrgica, ou seja, mastectomizadas. O instrumento usado foi a entrevista semiestruturada, contendo nove questões abertas, sendo que anteriormente foram feitos questionamentos sobre dados pessoais para melhor reconhecimento acerca da população investigada. Os recortes da entrevista, usados em cada seção dizem respeito às temáticas de cada uma delas. Esta foi uma pesquisa que se fez importante, uma vez que tratamos de um processo de adoecimento que envolve muitos aspectos, impactos, estigmas, “silêncios”, mas também muitas particularidades, descobertas, sensibilidades. Propagar os discursos de mulheres que tiveram seus corpos atravessados por um câncer talvez seja uma maneira de minimizar algumas das tantas impossibilidades, e no meio delas, uma possibilidade que garanta, pelo menos, a responsabilidade social de qualquer pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda de Souza Cardoso, Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF

Acadêmica do Programa de Pós-Graduação em Educação Física, da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Eliana Lúcia Ferreira, Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF

Professora da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Downloads

Publicado

2020-01-22

Como Citar

DE SOUZA CARDOSO, F. .; LÚCIA FERREIRA, . E. . ENTRE SILÊNCIOS, SUSSURROS E GRITOS: O CORPO FEMININO ATRAVESSADO PELO CÂNCER DE MAMA. RENEF, [S. l.], v. 8, n. 11, p. 78–80, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/549. Acesso em: 15 jun. 2024.