Esta é uma versão desatualizada publicada em 2022-07-29. Leia a versão mais recente.

JOGOS E BRINCADEIRAS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Sueli David Ferreira UNIMONTES
  • Vânia Olímpia Barbosa Silva
  • Marcos Antônio de Araújo Leite Filho

Palavras-chave:

: Jogos; Brincadeiras; Educação Física.

Resumo

Jogos e brincadeiras são instrumentos pedagógicos utilizados no ambiente escolar que podem colaborar para o desenvolvimento de competências cognitivas básicas como expressão de ideias, raciocínios e compreensão, além de promover o convívio com regras, desenvolvendo nos alunos respeito ao outro. Neste sentido, o presente artigo dispôs-se a analisar os jogos e brincadeiras nas aulas de Educação Física, verificando a sua importância nas aulas de Educação Física dos anos iniciais do ensino fundamental para o desenvolvimento da aprendizagem e a construção do conhecimento. Para tanto, buscou-se analisar os jogos e brincadeiras como possibilitadores de aprendizagem da criança em uma perspectiva criadora, voluntária e consciente; investigar se a prática pedagógica dos educadores das séries iniciais do ensino fundamental envolvem momentos e espaços para brincadeira e jogos; pesquisar quais as vantagens os jogos e brincadeiras trazem no desenvolvimento da criança; compreender se jogos e brincadeiras auxiliam no desenvolvimento da aprendizagem em aulas de Educação Física nas séries iniciais. Utilizou-se a pesquisa de campo através de entrevistas realizadas com professores da disciplina Educação Física.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, P. N. de. Educação lúdica: prazer de estudar técnicas e jogos pedagógicos. São Paulo: Loyola, 2003.

BARROS, L. R. M. A cor no processo criativo: um estudo sobre a Bauhaus e a teoria de Goethe. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2006.

BRASIL. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. Brasília, MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Secretaria de Ensino Fundamental (1998ª). Parâmetros Curriculares Nacionais: Educação Física 1ª a 4ª séries. Vol. 7. Brasília: MEC/SEC,1997.

BRASIL. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. Brasília, MEC/SEF, 1998.

CANESTRARO, J. F.; ZULAI, L. C.; KOGUT, M. C. Principais dificuldades que o professor de Educação Física enfrenta no processo ensino-aprendizagem do Ensino Fundamental e sua influência no trabalho escolar. 2008. Disponível em: http://www.pucpr.br/eventos/educere/educere2008/anais/pdf/872_401pdf. Acesso em: 25 nov. 2021

CARNEIRO, M. A. B. O brincar hoje: da colaboração ao individualismo. Simpósio Internacional da OMEP. Campo Grande, julho de 2012.

CRAIDY, C. M.; KAERCHER, G. E. P. da S. Educação Infantil: Pra que te quero? Porto Alegre: Artmed, 2001.

DARIDO, S. C. Diferentes Concepções sobre o Papel da Educação Física na Escola. In: PAULISTA, Universidade Estadual. Caderno de Formação: Formação de Professores Bloco 02 - Didática dos Conteúdos. 6. ed. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012. p. 34-50. Disponível em: Acesso em: 17 maio 2019.

DE MASI, D. O ócio criativo. Rio de Janeiro: Sextante, 2000.

FONSECA, J. J. S. da. Metodologia da pesquisa científica. Ceará: Universidade Estadual do Ceará, 2002.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

KISHIMOTO, T. M. O jogo e a Educação Infantil. São Paulo: Pioneira,1994.

KISHIMOTO, T. M. (Org.): Jogo, brinquedo, brincadeira, e a educação. 4.ed. São Paulo: Cortez, 2000.

KRAMER, S. Com a pré-escola nas mãos. São Paulo: Ática, 2000.

LUCKESI, C. C. Educação, Ludicidade e Prevenção das Neuroses Futuras: uma Proposta Pedagógica a partir da Biossíntese. Ludo pedagogia, Salvador, BA: UFBA/FACED/PPGE, v. 1, p. 9-42, 2000.

MANTOAN, I.; PIVOVAR, W.; KOGUT, M. C. A motivação dos alunos de Ensino Fundamental I nas aulas de Educação Física. In: EDUCERE - XII CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 12., 2015, Curitiba. Anais. Curitiba: 2015. p. 1 - 14. Disponível em: Acesso em: 01 nov. 2021.

OLIVEIRA, Z. R. de. Educação Infantil: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2002.

PIAGET, J. A Formação do Símbolo na Criança: imitação, jogo e sonho. Rio de Janeiro: Zanar, 1978.

ZANLUCHI, Fernando Barroco. O brincar e o criar: as relações entre a atividade lúdica e o desenvolvimento da criatividade e educação. Londrina, PR: O autor, 2005

Publicado

2022-07-29

Versões

Como Citar

DAVID FERREIRA, S.; OLÍMPIA BARBOSA SILVA , V.; ANTÔNIO DE ARAÚJO LEITE FILHO, M. . JOGOS E BRINCADEIRAS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA . RENEF, [S. l.], v. 5, n. 6, p. 159–171, 2022. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/5372. Acesso em: 24 set. 2022.