A IMPORTÂNCIA DAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA PARA O DESENVOLVIMENTO PSICOMOTOR DOS ALUNOS

Autores

  • Marcos André Rodrigues da Silva Universidade Estadual de Montes Claros
  • Katrice Almeida de Souza

DOI:

https://doi.org/10.46551/rn2022131900069

Palavras-chave:

Psicomotricidade. Motricidade. Desenvolvimento motor. Educação infantil.

Resumo

O termo Psicomotricidade é definido como sendo qualquer ação motriz, atitude ou padrão de comportamento que, sob a influência de processos mentais, integra e combina estes processos a aspectos motriculares, como elementos que influenciam o comportamento. O objetivo desse artigo é entender a importância das aulas de Educação Física para o desenvolvimento psicomotor dos alunos. Comprovar a importância do desenvolvimento psicomotor na educação escolar com a contribuição do Profissional de Educação Física e entender a maneira que a escola promove estímulos para desenvolver em seus alunos a psicomotricidade. Esta é uma pesquisa e qualitativa que se utilizará da pesquisa bibliográfica. A psicomotricidade trabalha com os aspectos motores, cognitivos e emocionais da criança. Desta maneira, as áreas psicomotoras, quando trabalhadas adequadamente, favorecem o desenvolvimento global do indivíduo. As aulas de Educação Física na escola possuem grande importância na formação psicomotora do indivíduo, sendo fundamental para seu crescimento. Conclui-se que, a psicomotricidade juntamente com as estratégias lúdicas, tem desenvolvido papel de suma importância nos últimos anos, pois fica comprovado cientificamente que seu uso atrelado ao processo de ensino é fundamental para o desenvolvimento intelectual e motor das crianças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AZEVEDO, A. C. de. A psicomotricidade nas aulas de educação física da educação infantil. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Ciências da Educação e Saúde, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2017.

BARBOSA, N.S.; ASSUNÇÃO, J. R. Educação física e psicomotricidade: fatores associados ao desenvolvimento cognitivo infantil. Diálogos e Perspectivas Interventivas, Serrinha – BA. p.1-16, 2020.

BENETTI, I C; et al. Psicomotricidade e desenvolvimento: concepções e vivências de professores da educação infantil na Amazônia setentrional. Estudos e Pesquisas em Psicologia, Rio de Janeiro, v. 18, n. 2, p. 588-607 mai./ago. 2018.

CARVALHO, M. C.; et al. Há relação entre desenvolvimento psicomotor e dificuldade de aprendizagem? Estudo comparativo de crianças com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, dificuldade escolar e transtorno de aprendizagem. Rev. Psicopedagogia. São Paulo, set./nov. 2015.

COSTA, M. C. M. de Q. Educação Física e Psicomotricidade: a formação do professor sob a luz de novos paradigmas advindos a partir da metade do século XX. Revista Saberes e Práticas, Ed. 1, out. 2018.

FARIA, K. L. A. L. de; et al. A relevância da psicomotricidade e do profissional de educação física na educação infantil. Revista Saúde e Educação, Coromandel, v. 2, n. 1, p. 99-115, jan./jun. 2017.

GIL, A. C. Métodos e técnica de pesquisa social. São Paulo, Ed. Atlas, 2008.

MENEZES, S. T. de. A psicomotricidade na educação física como processo de ensino aprendizagem na educação infantil. Sistema de Bibliotecas da UFPE, Universidade Federal de Pernambuco, Vitória de Santo Antão - Pernambuco, 2017.

NASCIMENTO, T. R. do; et al. O Ensino da Psicomotricidade na Educação Física Escolar: um estudo de revisão no portal de periódicos da CAPES. Trajetória Multicursos – vol. 11, nº 1, jun/jul/ago, 2019.

OLIVEIRA, M. F. de. Metodologia científica: um manual para a realização de pesquisas em administração. Catalão: UFG, 2011. 72 p.

ROCHA, C. D.; REIS, N. dos. A avaliação da psicomotricidade na Educação Física escolar do ensino fundamental. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Fisica) - Faculdade Calafiori, São Sebastião Do Paraíso – 2016.

RUHENA, K. A.; et al. Jogos e psicomotricidade infantil nas aulas de educação física. ÁGORA Revista Eletrônica, p. 109-124, 2017.

SANTOS, L. S. M. R. dos. Análise da importância da psicomotricidade na educação infantil. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Fisica) – Faculdade de Ciências da Educação e Saúde, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2019.

SILVA, A. P.; FONSECA, V. F. A importância da psicomotricidade no currículo da educação física para os anos iniciais do ensino fundamental. Revista de Pós-Graduação Multidisciplinar, São Paulo, v. 1, n. 6, p. 105-116, out./dez. 2019.

SILVEIRA, P. C. Z. A importância da psicomotricidade nas aulas de educação física infantil. Revista Magsul De Educação Física Na Fronteira, n. 1, v. 1,2016.

SOARES, D. B.; et al. Influência da atividade física no desempenho motor de crianças com queixas de dificuldades de aprendizagem. Rev. CEFAC. São Paulo, jul./ago. 2015.

TODISCO, W. M. D.; OLIVEIRA, P. R. D. de. Psicomotricidade: desenvolvimento do ritmo motor nas aulas de educação física no ensino fundamental I. Revista de Pós-Graduação, Faculdade Cidade Verde, Vol.4, N. 1, 2018.

VASCONCELOS, M. de F.; CAMPOS, P. H. Desenvolvimento Infantil, psicomotricidade e educação física: um estudo de representações sociais. Ed. Científica Digital, Desenvolvimento da Criança e do Adolescente: Evidências Científicas e Considerações Teóricas-Práticas, 2020.

Publicado

2023-03-06

Como Citar

RODRIGUES DA SILVA, M. A.; ALMEIDA DE SOUZA, K. A IMPORTÂNCIA DAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA PARA O DESENVOLVIMENTO PSICOMOTOR DOS ALUNOS. RENEF, [S. l.], v. 14, n. 21, p. 57–66, 2023. DOI: 10.46551/rn2022131900069. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/5340. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)