EFEITO DA ATIVIDADE FÍSICA EM AMBIENTE ENRIQUECIDO NA FORÇA MUSCULAR DE CAMUNDONGOS C57BL/6J

  • Aldecy Batista de Sá Júnior Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Ataualba Ramalho Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Ana Carolina Rodrigues da Silva de Meirelles Filho Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Karen Layane dos Santos Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Geovanna de Souza Andrade Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Vinícius Dias Rodrigues Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Resumo

Introdução: Existem poucos modelos experimentais de atividade física com roedores. Um formato de atividade física para roedores muito utilizado para estudos de comportamento, é o ambiente enriquecido, assim, a utilização da soma dessas propostas pode ser um modelo experimental com potencial para estudos que deslumbram o impacto real da atividade física em diversas situações de saúde. Objetivo:O objetivo desse trabalho foi verificar os efeitos da atividade física em ambiente enriquecido na força muscular de camundongos C57BL/6. Metodologia: Foram utilizados 10 camundongos C57BL/6 fêmeas. O desenho experimental iniciou-se com a avaliação do peso corporal (PC) e força muscular (FM), posteriormente foram realizadas 24 sessões (sessão diária) de atividade física em ambiente enriquecido com o grupo experimental (n=5) com duração de 60 minutos (cada sessão), grupo controle (n=5) foi mantido na caixa de alojamento. Após realizar todas as sessões, repetiram-se as avaliações do PC e FM. Para avaliação do PC e FM foi utilizado uma balança analítica (Bonther®) e um dinamômetro (Bonther®) respectivamente. Trabalho aprovado pelo comitê de ética em pesquisa e bem-estar animal da Unimontes (parecer 131/2017). Resultados:A FM foi maior no grupo experimental quando comparada com o grupo controle. Porém, não ocorreu diferença significativa entre as variáveis de FM absoluta média (p=0,175), FM absoluta máxima (p=0,015), FM relativa média (p=0,347) e FM relativa máxima (p=0,346). Mas a FM absoluta média teve um tamanho de efeito grande (1,13), a FM absoluta máxima teve um tamanho de efeito grande (1,84), a FM relativa média teve um tamanho de efeito muito grande (-2,67), e FM relativa máxima teve um tamanho de efeito grande (1,14). Conclusão: Os achados desse trabalho mostrou que a atividade física em ambiente enriquecido pode proporcionar o aumento da FM em camundongos C57BL/6 fêmeas.

Biografia do Autor

Aldecy Batista de Sá Júnior , Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Acadêmico do Curso Educação Física - Bacharelado Unimontes.

Ataualba Ramalho, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Acadêmico do Curso Educação Física - Bacharelado Unimontes.

Ana Carolina Rodrigues da Silva de Meirelles Filho, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Acadêmica do Curso Educação Física - Bacharelado Unimontes.

Karen Layane dos Santos, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Acadêmica do Curso Educação Física - Bacharelado Unimontes.

Geovanna de Souza Andrade, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Acadêmica do Curso Educação Física - Bacharelado Unimontes.

Vinícius Dias Rodrigues, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Professor do Curso de Educação Física - Bacharelado Unimontes.

Publicado
2020-01-17
Como Citar
Batista de Sá Júnior A., Ramalho A., Rodrigues da Silva de Meirelles Filho A. C., Layane dos Santos K., de Souza Andrade G., & Dias RodriguesV. (2020). EFEITO DA ATIVIDADE FÍSICA EM AMBIENTE ENRIQUECIDO NA FORÇA MUSCULAR DE CAMUNDONGOS C57BL/6J. Revista Eletrônica Nacional De Educação Física, 2(2), 13. Recuperado de //www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/423