CIDADES EM DÍVIDA: O AVANÇO DAS POLÍTICAS NEOLIBERAIS SOBRE O DIREITO À CIDADE

Autores

  • Lucia S. Martinez Irazoqui Centro de Investigación y docencia en Derechos Humanos Alicia Moreau Universidad Nacional de Mar del Plat

Resumo

O direito à cidade, definido por Henri Lefebvre em 1967, como o direito dos moradores urbanos de tornar a cidade um espaço privilegiado para a luta anticapitalista, hoje é o centro do debate político. A fim de fornecer algumas reflexões sobre o modelo do urbanismo neoliberal, este artigo trata dos efeitos da austeridade e das políticas sociais aplicadas no tempo presente na República Argentina e, como isso afeta a validade dos Direitos Humanos, impactando na organização e crescimento de nossas cidades. O aumento da exclusão, da pobreza e do desemprego não são características exclusivas da Argentina, mas uma realidade de toda a América Latina. O que podemos enfrentar nesta realidade? Como enfrentá-lo? Estas são algumas das questões que levantamos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-04-07

Como Citar

S. Martinez Irazoqui, L. (2020). CIDADES EM DÍVIDA: O AVANÇO DAS POLÍTICAS NEOLIBERAIS SOBRE O DIREITO À CIDADE. Revista Desenvolvimento Social, 21(1), 17–31. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/rds/article/view/1863

Edição

Seção

Artigos