Grande Sertão: veredas e seus ecossistemas

Autores

  • João Batista de Almeida Costa Universidade Estadual de Montes Claros
  • Aline Luz
  • Antônio Carlos Ferreira Universidade Estadual de Montes Claros
  • Carlos Alberto Dayrell

Resumo

A partir do universo da obra Grande Sertão: Veredas é realizada uma leitura do sertão roseano que é abordado em quatro aspectos considerados essenciais para se apreender o mundo sertanejo nortemineiro. As argumentações construídas tomam como base empírica a questão ecológica em que se articulam diversos biomas, por ser a região, um espaço de transição entre os mesmos. É também abordada questão da ocupação do espaço regional, bem como as transformações ocorridas nas relações sociais vigentes na região a partir da década de 1960, no escopo da expansão das relações capitalistas de produção. Finalmente, a cultura sertaneja nortemineira é abordada em diversas dimensões. Todos os aspectos tratados são considerados processualmentepor enfocar as dinâmicas ocorridas no período. A leitura construída propicia uma apreensão articulada dos diversos aspectos tratados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Batista de Almeida Costa, Universidade Estadual de Montes Claros

Doutor em Antropologia e professor da Universidade Estadual de Montes Claros

Aline Luz

Cantora e estudiosa autodidata da obra de João Guimarães Rosa

Antônio Carlos Ferreira, Universidade Estadual de Montes Claros

Mestre em Saúde Pública, Mestre em Agroecologia, professor da Universidade Estadual de Montes Claros e membro do Centro de Agricultura Alternativa do Norte de Minas.

Publicado

2020-03-19

Como Citar

BATISTA DE ALMEIDA COSTA, J.; LUZ, A. .; CARLOS FERREIRA, A. .; ALBERTO DAYRELL, C. Grande Sertão: veredas e seus ecossistemas. Revista Desenvolvimento Social, [S. l.], v. 1, n. 1, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/rds/article/view/1399. Acesso em: 1 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos